Prefeitura inicia obras de requalificação do entorno da esquina histórica formada pelas Avenidas Ipiranga e São João

Reforma de calçadas, restauração dos postes ornamentais de iluminação, novas placas de identificação das ruas, ordenamento da fiação elétrica aérea e recapeamento asfáltico são intervenções previstas

A Prefeitura de São Paulo, por meio da SP Urbanismo e da Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento, iniciou, neste mês de abril, as obras de requalificação e valorização do entorno do cruzamento das Avenidas Ipiranga e São João, no centro da cidade. O Projeto Esquina Histórica prevê a reforma de calçadas e travessias de pedestres, restauração dos postes ornamentais de iluminação, novas placas de identificação das ruas, ordenamento da fiação elétrica aérea, e recapeamento asfáltico, entre outras ações. A região também ganhará uma praça. O objetivo é resgatar o local como ponto de visitação e contribuir para o plano de requalificação da região central.

A preparação para a obra, iniciada agora em abril, começou em fevereiro deste ano. Foram desenvolvidos estudos de topografia, projetos básico e executivo e plano de ação. O custo da obra está estimado em R$ 4,9 milhões e é financiado pelo Fundo de Desenvolvimento Urbano (FUNDURB). A expectativa de conclusão é de 180 dias.

As intervenções serão realizadas na Avenida Ipiranga (entre a Praça da República e a Avenida Rio Branco) e na região formada pelo encontro das ruas Conselheiro Nebias e dos Timbiras e Avenida São João.

As obras serão executadas em etapas. Elas se iniciaram nas calçadas da Avenida Ipiranga, no trecho entre as Avenidas Rio Branco e Rua do Boticário. Para esse e demais passeios públicos da área de intervenção, o Município implantará piso de concreto para proporcionar caminhos mais seguros à população. Esta ação levará em consideração a acessibilidade e o patrimônio histórico. Todas as guias feitas de granito e que remetem a uma São Paulo antiga serão preservadas. Nas esquinas, elas serão rebaixadas para ampliar a acessibilidade a qualquer cidadão.

Ainda na região da Avenida Ipiranga, a Prefeitura implantará uma faixa de pedestre em formato de “x” (diagonal) para tornar mais rápida e segura a travessia. Também são previstas a restauração dos postes ornamentais de iluminação, a instalação de novas placas de identificação das ruas, o ordenamento da fiação elétrica aérea e o recapeamento asfáltico.

O projeto propõe ainda para o local a instalação de quatro esculturas em bronze como homenagem a personalidades marcantes da história da São Paulo antiga. São eles: os músicos e compositores Adoniran Barbosa e Paulo Vanzolini e profissionais tradicionais conhecidos como fotógrafo de lambe-lambe e tocador de realejo. As estátuas foram definidas junto à Secretaria Executiva de Turismo, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (SMDET).

Para a área situada entre a Rua Conselheiro Nebias, Rua dos Timbiras e Avenida São João, será implantada uma praça. A ideia é requalificá-la por meio da ampliação das calçadas, redução das travessias, revitalização dos postes de iluminação existentes e ampliação de novos pontos de luz para pedestres. A instalação de mobiliário urbano (bancos e lixeiras) e a manutenção e plantio de novas árvores também serão executados.

O Projeto Esquina Histórica integra um amplo plano de requalificação da região central. Ele inclui outras ações, como a requalificação de calçadões e calçadas do Centro Histórico, a reforma do Vale do Anhangabaú, o Parque Augusta - Prefeito Bruno Covas, o Belvedere Roosevelt, o uso do Elevado João Goulart (Minhocão) como espaço de lazer e o Programa Requalifica Centro, que incentiva o retrofit de prédios antigos da região.

A expectativa é que esses projetos promovam transformações no centro de modo a atrair investimentos e estimular que proprietários promovam melhorias em edifícios do local, como a restauração de fachadas. Para essa opção, a SP Urbanismo desenvolveu o Manual do Centro Histórico. Clique para acessá-lo.

 

 

FOTOS EM ALTA QUALIDADE