Ações e Programas

Empreenda Fácil - simplicar a vida na cidade
Lançado em maio de 2017, o Empreenda Fácil permite o licenciamento de empresas de baixo risco em até cinco dias, reduzindo a burocracia para a abertura de novos empreendimentos em São Paulo. O processo anterior levava mais de 100 dias e exigia a peregrinação entre órgãos municipais, estaduais e federais, agora reunidos em uma mesma plataforma. O novo sistema – que transforma São Paulo na cidade amiga do empreendedor - registra a abertura de mais de 125 mil empresas e mais de 348 mil pedidos de análise de viabilidade. Os negócios de baixo risco representam 80% da atividade econômica da cidade. Mas o programa também beneficia a abertura de empresas de alto risco, de filiais e a regularização de empreendimentos, que também tiveram seus processos simplificados. Conheça mais sobre o Empreenda Fácil.

Descomplica SP - melhorar o atendimento ao cidadão
O programa Descomplica SP propõe um novo padrão de atendimento ao cidadão, mais ágil e descentralizado. O projeto piloto foi implantado junto à Subprefeitura de São Miguel Paulista e oferece mais de 350 serviços disponibilizados por 11 secretarias municipais, além de contar com parceiros de outras esferas de Governo, como o Detran.SP e os Correios. A unidade dispõe também do Descomplica SP Digital, onde podem ser realizados serviços disponibilizados em meio eletrônico. Desde o início de sua pré-operação, em março de 2018, atendeu mais de 280 mil cidadãos e registra índice de satisfação superior a 99% pelos usuários dos serviços. A segunda unidade, inaugurada em Campo Limpo em abril de 2019, passa a integrar mais de 360 serviços municipais. Em breve, será expandido para as demais regiões da cidade, modernizando as praças de atendimento das Subprefeituras de Butantã e Santana/ Tucuruvi.
Conheça mais sobre o Descomplica SP.

SP156 - simplicar a vida na cidade
No contexto de melhoria de fluxos, está sendo gerada economia ao integrar diferentes centrais telefônicas do município. Demandas relacionadas à defesa civil, lixo e trânsito, por exemplo, foram direcionadas ao SP156, canal que já gerencia as solicitações dos cidadãos quando os temas são zeladoria, assistência social, impostos, saúde, entre outros. A Prefeitura de São Paulo adapta o modelo americano, lá representado pelos famosos 911 e 311, propondo três referências fortes de ponto de contato com a população, o número 199 para questões de emergência (inundações, quedas de árvores, alagamentos, enchentes…), 153 para temas relativos à segurança e o 156 para notificações de ordem administrativa. Medida, aparentemente, simples, mas que exige uma forte integração dos organismos municipais e que traz como ganho a otimização máxima dos recursos em tempos de austeridade. Os canais SP156 também disponibilizam o principal repositório de informações da Prefeitura de São Paulo, o Guia de Serviços, que contém mais de 800 informações sobre serviços municipais. Conheça mais sobre o SP156.


Processo Eletrônico - transformar a gestão interna da prefeitura
A Prefeitura de São Paulo está dando fim ao uso de papel em seus processos administrativos. A estimativa é de que, em breve, 100% dos órgãos do município façam a gestão e a movimentação de todos os seus processos eletronicamente. O projeto representa uma economia estimada de, no mínimo, R$ 2 milhões por ano aos cofres públicos apenas com material de escritório e permite a redução drástica dos prazos para tramitação - de 50% a 90% menores, conferindo agilidade e transparência ao andamento dos processos. Atualmente, 96% dos processos recebidos pela administração municipal já são autuados em ambiente digital. A administração municipal recebe cerca de 340 mil processos por ano.
Conheça mais sobre o Processo Eletrônico.

 

FAB LAB LIVRE SP - reduzir das desigualdades
A Prefeitura de São Paulo detém uma das maiores redes de laboratórios públicos de fabricação digital do mundo - o programa FAB LAB LIVRE SP. Inspirados na filosofia da cultura maker ou “faça você mesmo”, os laboratórios são espaços colaborativos e criativos, totalmente gratuitos, onde o cidadão possui acesso livre, por meio de tecnologia de ponta, para desenvolver ideias e projetos. Os cursos e oficinas permitem a criação de quase tudo, de uma pequena escultura a um drone, robô ou prótese. São mais de 30 tipos de formações sobre temas como modelagem 3D, robótica e marcenaria, eletrônica e fabricação de projetos. Conheça mais sobre o FAB LAB LIVRE SP.

DIGILAB - melhorar o atendimento ao cidadão
A rede de 132 Telecentros disposta nas diferentes regiões da cidade terá seu conceito revisto e passará a operar como um coworking público, fomentando o empreendedorismo, a inovação e a tecnologia. Em breve, serão lançadas 4 unidades piloto nas zonas norte, sul, leste e oeste da Capital.
Conheça mais sobre o DIGILAB.

WIFI LIVRE SP - reduzir das desigualdades
Capital passará a contar com rede de mais de 600 pontos de acesso ao wifi público e gratuito. A expansão da malha de conectividade da cidade – que conta atualmente com 120 pontos de internet nas praças e parques - passa a contemplar outros equipamentos como pontos turísticos, centros culturais e desportivos, bibliotecas.
Conheça mais sobre o WiFi Livre SP.