Dispensa de Licitação Eletrônica

São aquisições/contratações de bens e serviços de pequeno valor por intermédio de processo eletrônico na Internet. São considerados bens e serviços de pequeno valor aqueles que se enquadram na hipótese de dispensa de licitação prevista no inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/1993.
Com essa facilidade, bastará aos servidores responsáveis pelas compras efetuarem o cadastramento do pedido de cotação/dispensa com a indicação dos bens a serem adquiridos e dos serviços a serem contratados, que o sistema se incumbirá de fazer o encaminhamento dos pedidos, por correspondência eletrônica, aos fornecedores que se inscreveram para participar desse procedimento.
No período estabelecido para recebimento de propostas, os fornecedores poderão encaminhá-las e competir, oferecendo novos lances de menor valor. Ao término do período estabelecido, automaticamente, o sistema efetuará o encerramento da sessão e a classificação das propostas para adjudicação.
A cotação/dispensa eletrônica se caracteriza como uma sessão pública virtual, que transcorrerá sem interferência do servidor responsável pelas compras, na qual a sociedade poderá observar as aquisições efetuadas pela administração e os valores contratados.