REDE DE PROTEÇÃO

 Ainda sobre a Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher.

Nos Centros de Cidadania da Mulher (CCM), Centros de Referência à Mulher (CRM) e nos Centros de Defesa e Cidadania da Mulher (CDCM), a mulher será acolhida por profissionais capacitados, informada sobre seus direitos e encaminhada para os serviços necessários, como apoio psicológico e assistência jurídica. Em casos com risco de morte a vítima será encaminhada para uma Casa Abrigo, com endereço sigiloso.
A mulher poderá estar acompanhada dos filhos (as), menores de 18 anos. Também poderá solicitar medida protetiva, para afastamento do agressor – a medida pode ser requerida nos centros, delegacias ou diretamente no GEVID (Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica).
Muitas mulheres se perguntam como garantir que o agressor não irá se aproximar delas mesmo com as medidas protetivas. Para isso, a Prefeitura de São Paulo conta ainda com o Guardiã Maria da Penha, um instrumento para garantir a proteção de mulheres vítimas de violência doméstica. O Programa Guardiã Maria da Penha é uma iniciativa pioneira da Prefeitura do Município de São Paulo, voltada para a proteção dessas mulheres por meio de uma parceria entre a Prefeitura Municipal de São Paulo – com a participação das secretarias de Segurança Urbana/Guarda Civil Metropolitana (SMSU/CGM) e a Coordenação de Políticas para Mulheres, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania – com o Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (GEVID) do Ministério Público do Estado de São Paulo.
Os agentes da Guarda Civil Metropolitana visitam periodicamente os domicílios das mulheres que tiveram medidas protetivas concedidas pela Justiça. As mulheres atendidas pelo projeto recebem cerca de quatro visitas semanais ou mais, dependendo da gravidade do caso.

Além dos Centros ligados à Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, também fazem parte da rede os seguintes equipamentos da Prefeitura Municipal de São Paulo:

- Centros de Defesa e de Convivência da Mulher (CDCMs)/SMADS

Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS)

Centro de Referência de Assistência Social (CRAS)

OUTROS PARCEIROS