Campanha de Combate ao Desperdício de Alimentos

O Programa Municipal de Combate ao Desperdício e à Perda de Alimentos tem como objetivo arrecadar frutas, legumes e verduras que seriam descartadas, mas que estão em boas condições para o consumo, e doar para instituições que atendem pessoas que em situação de insegurança alimentar. A campanha acontece, atualmente, em sete equipamentos públicos de abastecimento, sendo três mercados e quatro feiras livres.

A iniciativa inovadora da Prefeitura de São Paulo promove o combate à fome com uma alimentação saudável, a economia na coleta de resíduos, a geração de trabalho e a sustentabilidade ambiental. Em julho de 2019, o Prefeito de São Paulo, Bruno Covas, assinou o decreto que instituiu o Programa de Cobmate ao Desperdício e à Perda de Alimentos

Neste programa também foram geradas 200 vagas de empregos para pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica e vítimas de violência doméstica ou familiar, que são responsáveis pela coleta, seleção e triagem dos alimentos, além da capacitação por meio de cursos de qualificação em boas práticas de manipulação de alimentos, permacultura e acompanhamento socioemocional. 

Os comerciantes que fazem parte da Campanha recebem o selo de participação para colar em seu estabelecimento, destacando que o comércio é socialmente responsável.

Como funciona
O programa começa com a sensibilização dos comerciantes que trabalham nos equipamentos públicos de abastecimento. São dadas orientações de ações que podem evitar o desperdício, como o não descarte de produtos que apesar de não terem valor comercial, mas que estão próprios para o consumo, fazendo assim a diferença na vida de milhares de pessoas que não têm acesso a alimentos frescos e saudáveis.

Os alimentos doados são destinados ao Banco de Alimentos Municipal, localizado no Cresan – Centro de Referência em Segurança Alimentar de Vila Maria. O Banco é responsável pelo cadastramento de entidades assitenciais, resposáveis pela distribuição gratuita de refeições e alimentos não perecíveis. 

Os beneficiários que integram o POT – Programa Operação Trabalho participam da coleta de alimentos, envio para o Banco de alimentos, triagem, manipulação e envio de alimentos selecionados para as entidades assistenciais.

Impactos positivos do programa:

Segurança Alimentar
Por meio das entidades assistenciais, aproximadamente 120 mil pessoas são atendidas anualmente, passando a ter uma alimentação saudável e balanceada, gratuitamente.

Socioeconômico
O programa promove a capacitação e a reinserção no mercado de trabalho de pessoas desempregadas em situação de vulnerabilidade social e econômica. Os beneficiários participam diretamente de atividades ligadas à arrecadação de alimentos e também integram cursos de qualificação em boas práticas de manipulação de alimentos, permacultura e capacitações socioemocionais.

Assista o vídeo do Programa de Combate ao Desperdício e à Perda de Alimentos - clique aqui

Siga a SMDE nas redes sociais