Campanha de Combate ao Desperdício de Alimentos

O Programa Municipal de Combate ao Desperdício e à Perda de Alimentos tem como objetivo arrecadar frutas, legumes e verduras que seriam descartadas, mas que estão em boas condições para o consumo, e doar para instituições que atendem pessoas que em situação de insegurança alimentar. A campanha acontece, atualmente, em sete equipamentos públicos de abastecimento, sendo três mercados e quatro feiras livres.

A iniciativa inovadora da Prefeitura de São Paulo promove o combate à fome com uma alimentação saudável, a economia na coleta de resíduos, a geração de trabalho e a sustentabilidade ambiental.

Em 2018, mais de 70 toneladas de alimentos frescos (frutas, verduras e legumes) foram doadas por meio do Banco de Alimentos Municipal. Neste programa também foram geradas 100 vagas de empregos para pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica, que são responsáveis pela coleta, seleção e triagem dos alimentos, além da capacitação por meio de cursos de qualificação em boas práticas de manipulação de alimentos, permacultura e acompanhamento socioemocional. 

Os comerciantes que fazem parte da Campanha recebem o selo de participação para colar em seu estabelecimento.

Como funciona
O programa começa com a sensibilização dos comerciantes que trabalham nos equipamentos públicos de abastecimento. São dadas orientações de ações que podem evitar o desperdício, como o não descarte de produtos que apesar de não terem valor comercial, mas que estão próprios para o consumo, fazendo assim a diferença na vida de milhares de pessoas que não têm acesso a alimentos frescos e saudáveis.

Os alimentos doados são destinados ao Banco de Alimentos Municipal, localizado no Cresan – Centro de Referência em Segurança Alimentar de Vila Maria. O Banco de Alimentos tem cadastradas 307 entidades assistenciais, que atendem aproximadamente 120 mil pessoas.

Os beneficiários que integram o POT – Programa Operação Trabalho participam da coleta de alimentos, envio para o Banco de alimentos, triagem, manipulação e envio de alimentos selecionados para as entidades assistenciais.

Impactos positivos do programa:

Segurança Alimentar
Por meio das entidades assistenciais, aproximadamente 120 mil pessoas são atendidas anualmente, passando a ter uma alimentação saudável e balanceada, gratuitamente.

Socioeconômico
O programa promove a capacitação e a reinserção no mercado de trabalho de pessoas desempregadas em situação de vulnerabilidade social e econômica. Os beneficiários participam diretamente de atividades ligadas à arrecadação de alimentos e também integram cursos de qualificação em boas práticas de manipulação de alimentos, permacultura e capacitações socioemocionais.

Links relacionados

Secretaria de Desenvolvimento Econômico lança Campanha de Combate ao Desperdício de Alimentos e promove a gestão de resíduos sólidos em equipamentos públicos

• Prefeitura de São Paulo comemora a Semana Municipal da Alimentação com atividades para adultos e crianças

• Prefeitura de São Paulo lança o Observatório da Gastronomia para fortalecer a cultura gastronômica e alimentar paulistana

• Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional realiza reunião durante a Semana da Alimentação

• Mais de mil pessoas participam das atividade da Semana Municipal da Alimentação em São Paulo

Vídeo - Campanha de Combate ao Desperdício de Alimentos

 Siga a SMDE nas redes sociais