Programa Banco de Alimentos

Administrado pela Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional, a iniciativa atende centenas de entidades assistenciais, responsáveis pela distribuição gratuita de refeições e sacos de alimento não perecíveis.

O Banco de Alimentos da cidade de São Paulo tem como objetivo adquirir alimentos da agricultura familiar, arrecadar alimentos provenientes das indústrias alimentícias, redes varejistas e atacadistas que estão fora dos padrões de comercialização, mas sem restrições de caráter sanitário para o consumo. Esses alimentos são doados às entidades assistenciais, previamente cadastradas no programa, contribuindo assim no combate à fome e ao desperdício de alimentos.

O Programa Banco de Alimentos tem abrangência em todo o território nacional e, no município de São Paulo, foi criado em 2002, pela Lei 13.327 de 13 de fevereiro de 2002 e regulamentado pelo Decreto 42.177, de 11 de julho de 2002.

A equipe do Banco de Alimentos recepciona, seleciona, separa e analisa a qualidade dos produtos e os entregam às entidades assistenciais. Estas entidades se encarregam de distribuir os alimentos arrecadados à população, seja por meio de refeições prontas ou repasse direto às famílias de baixa renda. Em contrapartida, as entidades atendidas participam de atividades de capacitação e educação alimentar e nutricional. 

Além das doações dos parceiros, o Banco de Alimentos recebe parte da doação arrecadada pelo Programa Municipal de Combate ao Desperdício e à Perda de Alimentos, responsável pela coleta de frutas, legumes e verduras nas feiras livres e mercados municipais da cidade que estão em boas condições de consumo, mas que seriam descartadas por não possuir valor comercial. A ação conta com a parceria de mercados e sacolões municipais, além das feiras livres espalhadas em toda a cidade.

Instituições doadoras

Qualquer pessoa, física ou jurídica, empresa ou órgão público pode se tornar um doador. As eentidades assistiais cadastradas pelo Banco recebem insumos para a distribuição gratuita de refeições e alimentos não pereciveis.

Entidades interessadas em cadastrar-se no Banco de Alimentos devem entrar em contato pelos telefones: 2967-0755 / 2967-5039. Para atendimento pessoal, compareça na unidade do Centro de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional (Cresan) Vila Maria - Rua Sobral Junior, 264. O horário de atendimento é de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h.

Siga a SMDET nas redes sociais