Programação de Maio - Bibliotecas

Confira a programação completa

PROGRAMAÇÃO PRESENCIAL

 

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS

 

Quando coisas reais acontecem a seres imaginários

Nome do grupo: Markito Alonso e grupo

7 a 14 anos

50 min

Alonsito precisa ir à escola sozinho pela primeira vez. Ao sair de casa, sente taturanas lhe queimando a barriga, mas com os exercícios de respiração da vovó tudo se resolve; mas quando seu velho conhecido Dragão some, nem os exercícios facilitarão o seu dia. Embarque neste submarino voador e permita-se descobrir um novo mundo que surge.

Dia 3 de maio às 14h | Biblioteca Menotti Del Picchia

Dia 5 de maio às 11h | Biblioteca Clarice Lispector

Dia 10 de maio às 14h | Biblioteca Lenyra Fraccaroli

Dia 19 de maio às 14h30 | Biblioteca Vinicius de Moraes

Dia 28 de maio às 11h | Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet

 

Relicário

Nome do grupo: Cia Duo Encantado

60 anos ou mais

50 min

Os contos, as rodas de versos e as cantigas deste repertório serão o relicário onde se guarda tudo o que é raro e precioso. Neste caso, se trata de uma metáfora para o simbolismo das memórias afetivas que vão preenchendo de significados a experiência vivenciada. Através dos contos narrados, dos cantos ancestrais, dos personagens arquetípicos, o tempo vivido pode ser lembrado e ressignificado.

Dia 11 de maio às 14h | Biblioteca Castro Alves

Dia 18 de maio às 17h | Biblioteca Paulo Duarte

Dia 19 de maio às 14h | Biblioteca Malba Tahan

Dia 25 de maio às 14h | Biblioteca Érico Veríssimo

Dia 26 de maio às 14h | Biblioteca Vicente Paulo Guimarães

Dia 27 de maio às 15h | Biblioteca José Paulo Paes

 

Histórias Mágicas

Nome do grupo: Cia. Circo de Trapo

7 a 14 anos

50 min

Através de histórias como “os três desejos”, “presentes mágicos” e “o espelho mágico”. O público é convidado a sentir como a existência humana é mágica e a construir varinhas mágicas para transformar o mundo. A apresentação traz canções criadas especialmente para o trabalho, além de uma divertida brincadeira de rimar inspirada no livro “varinha de imaginar” de Marco Antonio Ponce.

Dia 3 de maio às 14h30 | Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes

Dia 4 de maio às 14h | Biblioteca Raimundo de Menezes

Dia 6 de maio às 10h | Biblioteca Affonso Taunay

Dia 6 de maio às 15h | Biblioteca Castro Alves

Dia 7 de maio às 11h | Biblioteca José Paulo Paes

Dia 18 de maio às 10h | Biblioteca Prefeito Prestes Maia

Dia 21 de maio às 14h | Biblioteca Viriato Corrêa

Dia 24 de maio às 14h | Biblioteca Aureliano Leite

Dia 25 de maio às 10h | Biblioteca Nuto Sant’Anna

Dia 26 de maio às 14h | Biblioteca Amadeu Amaral

 

Histórias da Gaveta

Nome do grupo:Cia Teatro Incomum

15 a 17 anos

50 min.

“Histórias da Gaveta” nos traz um convite para respirar e abrir gavetas. Mas não são simples gavetas de um móvel antigo... são gavetas mágicas, cheias de histórias que vão nos transportar para um mundo de possibilidades e brincadeiras através de grandes autores da literatura brasileira e mundial.

Dia 18 de maio às 14h | Biblioteca Marcos Rey

Dia 19 de maio às 10h | Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes

 

CIRCO

 

O livro do mundo inteiro

Nome do grupo: Trupe DuNavô

7 a 14 anos

45 min

Munidos da vontade de conhecer e de se relacionar com as pessoas, o grupo parte com a missão de colher contribuições para a escrita da história do dia. Um grande livro é o fio condutor para uma intervenção de palhaços em meio ao público que é convidado para participar desta escrita divertida e coletiva. Este livro conta a história de todos e do mundo, e é de todos e para todas as pessoas do mundo.

Partindo da premissa da escuta, o grupo se aproxima dos indivíduos que se mostram abertos ao jogo, e os instiga a embarcar em uma grande experiência de aproximação, redescobrimento e acima de tudo, claro, muitas gargalhadas!

De forma divertida, os palhaços encorajam cada indivíduo a participar da escrita deste livro, contando com os estímulos exteriores dos palhaços, podem se expressar e contribuir para expor nas páginas desse livro, histórias que aconteceram durante esse encontro, sentimentos ou reconstruir de alguma forma, a sua própria trajetória.

Aqueles que aceitam o convite dos palhaços, passam por um momento de registros de memórias, afetos e brincadeiras, através de um encontro simples, porém verdadeiro, sem preconceitos, sem julgamentos, estimulando a relação do palhaço com o indivíduo comum.

A utilização da máscara do palhaço, para subverter o ambiente, permite transitar do cômico ao sensível, promovendo encontros, resgatando histórias e as experiências de cada indivíduo naquele determinado momento, atravessando vários tipos de resistência, criadas em nossa sociedade.

Dia 4 de maio às 15h | Biblioteca Ricardo Ramos

Dia 5 de maio às 14h | Biblioteca Paulo Duarte

Dia 7 de maio às 11h | Biblioteca Sylvia Orthof

Dia 12 de maio às 15h | Biblioteca Thales Castanho de Andrade

Dia 14 de maio às 15h | Biblioteca Hans Christian Andersen

Dia 17 de maio às 14h | Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo

Dia 19 de maio às 14h | Biblioteca Pedro Nava

Dia 21 de maio às 11h | Biblioteca Camila Cerqueira César

Dia 26 de maio às 10h | Biblioteca Marcos Rey

Dia 28 de maio às 11h | Biblioteca Álvaro Guerra

 

Retirantes

Nome do grupo: Trupe Baião de 2

0 a 6 anos

45 min

É um espetáculo teatral-circense, musical, poético e delicado. Um casal recém chegado monta seu lar enquanto apresenta ritmos, danças, poesias, texturas e objetos que compõem suas lembranças. O canto é trabalhado para além das palavras, a maioria das músicas não leva letra (assim como as próprias cenas que pouco leva diálogo oral), mas assim como a linguagem do amor, é universal. Retirantes se passa num universo sertanejo, mas através da brincadeira, da emoção e principalmente da memória, convida a todos a pensar em que momento da vida também somos retirantes. Em que momento abandonamos um lugar (um sentimento, um modo de viver) em busca de um sonho ou de uma vida melhor? Retirantes nos ensina que a mudança faz parte da vida e que o aqui e agora é o único lar que podemos ter.

Dia 20 de maio às 15h | Biblioteca Raul Bopp

Dia 21 de maio às 11h | Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes

Dia 28 de maio às 11h | Biblioteca Narbal Fontes

 

 

INTERVENÇÃO ARTÍSTICA

 

São Paulo de tantas histórias

Nome do grupo: Cia. LUARNOAR

7 a 14 anos

Duração: 50 min

Uma viagem pelas tantas histórias da cidade de São Paulo, através dos nomes de seus bairros e rios. Histórias que resgatam a magia e sensibilidade da cultura indígena, contos de tradição oral da cultura paulistana com suas lendas urbanas, produções literárias que falam sobre a cidade e seus rios. Propomos um trabalho interativo, onde o público escolhe os bairros e suas histórias. A cada dia uma nova experiência!

Dia 12 de maio às 14h | Biblioteca Prefeito Prestes Maia

Dia 13 de maio às 14h | Biblioteca Vicente Paulo Guimarães

Dia 19 de maio às 14h | Biblioteca Lenyra Fraccaroli

Dia 20 de maio às 14h | Biblioteca José Mauro de Vasconcelos

Dia 27 de maio às 15h | Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda

 

 

PRIMEIRA INFÂNCIA

 

Fogo, foguinho, fogão no São João

Nome do grupo: Drika Nunes

0 a 6 anos

45 min

Drika Nunes apresenta seu repertório inédito "Fogo, foguinho, fogão no São João" contando, cantando e brincando, ela vai passeando por uma das festas mais queridas do nosso Brasil; a festa junina. Cheia de símbolos, significados, cantigas populares, lendas e muitas histórias de tradição oral, e assim vai convidando os sinhôs e as sinhózinhas da primeira infância para conhecerem esse cenário imenso cultural chamado Brasil.

Dia 18 de maio às 10h | Biblioteca Helena Silveira

 

 

MODERNISMO 22+100

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS

 

Desenquadrando Tarsila

Nome do grupo: Cia. As Clês

7 a 14 anos

40 min

Nessa nova aventura, Farol e Abaporu, mais conhecidas como Clês, matam a saudade da criadora de uma delas: Tarsila do Amaral. Desenquadrando seus feitos na pintura e na política brasileira, trazem sua história para o público de maneira divertida e ritmada contando (quase) tudo (mas bastante) o que aconteceu com essa modernista.

Dia 5 de maio às 15h | Biblioteca Viriato Corrêa

Dia 6 de maio às 10h | Biblioteca Pedro Nava

Dia 17 de maio às 14h | Biblioteca Menotti Del Picchia

Dia 20 de maio às 16h | Biblioteca Álvaro Guerra

Dia 26 de maio às 15h | Biblioteca Afonso Schmidt

Dia 27 de maio às 14h | Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa

Dia 28 de maio às 11h | Biblioteca Roberto Santos

 

Aconteceu às 19:22

Nome do grupo: Cia. Ruído Rosa

7 a 14 anos

45 min

A apresentação conta a história do livro Aconteceu às 19:22. Anita Malfatti, a pintora, está ansiosa para a Semana de Arte Moderna de 1922. Annita, uma criança que vive em 2022, está chateada pelo que aconteceu na sua escola. Cem anos separam as personagens, até que o relógio marca 19:22...

Essa é uma história que mistura fatos reais e inventados, para conversar com o público infantil sobre intolerância, reconhecimento e o espaço da mulher - e da menina - na arte, percebendo como, em cem anos, muita coisa mudou... mas ainda podemos mudar muito mais.

Dia 3 de maio às 10h | Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo

Dia 11 de maio às 14h | Biblioteca Érico Veríssimo

Dia 14 de maio às 11h | Biblioteca Ricardo Ramos

Dia 25 de maio às 14h | Biblioteca Padre José de Anchieta

Dia 28 de maio às 15h | Biblioteca Hans Christian Andersen

 

Semana de 22 - Contando o Modernismo

Nome do grupo: Cia Mapinguary

7 a 14 anos

60 min

Para comemorar o centenário da Semana de Arte Moderna, a Cia. Mapinguary traz o espetáculo Semana de 22: contando o Modernismo. Os narradores contam a infância de modernistas como Anita Malfatti, Tarsila Amaral e Mário de Andrade, além de trazer poesias, músicas e curiosidades da Semana que transformou a arte brasileira. Para isso, utilizam, oralidade, Fantoches e o kamishibai.

Dia 3 de maio às 10h | Biblioteca Brito Broca

Dia 4 de maio às 10h | Biblioteca Padre José de Anchieta

Dia 7 de maio às 11h | Biblioteca Nuto Sant’Anna

Dia 11 de maio às 10h | Biblioteca Álvares de Azevedo

 

 

PRIMEIRA INFÂNCIA

 

Trilhinha Modernista

Nome do grupo: Movimento Vem Brincar

0 a 6 anos

90 min

“Tudo vale a pena, se a alma não é pequena” e se a gente tem tempo para aprender brincando, fala aí criançada? Por isso, esperamos todos para nossa Trilhinha Modernista, onde poderemos conhecer Tarsila do Amaral, Fernando Pessoa e mais um monte de gente legal e importante. Quem Vem Brincar???

Na arquitetura: O movimento foi conhecido por inovar, então que tal por meio de histórias que contam sobre cada uma dessas personalidades, cada um puder criar sua própria construção usando elementos da natureza?

Na literatura: Quem vem nos divertir é Fernando Pessoa e suas múltiplas personas. Com a intenção de apresentar às crianças cada heterônimo de Fernando Pessoa, 4 contadores de histórias, com figurinos que representam cada uma das personalidades, vão trazer por meio das performances cada característica que este possui, introduzindo as crianças a riqueza do universo literário.

Dia 10 de maio às 14h | Biblioteca Brito Broca

Dia 12 de maio às 10h | Biblioteca Adelpha Figueiredo

Dia 14 de maio às 11h | Biblioteca Sylvia Orthof

Dia 18 de maio às 10h | Biblioteca Thales Castanho de Andrade

Dia 20 de maio às 10h | Biblioteca Affonso Taunay

 

Na vila do Heitor

Nome do grupo: Tricotando Palavras

0 a 6 anos

45 min

A apresentação narra a história de Heitor, um menino muito inteligente e curioso, seu apelido era Tuhu, pois adorava imitar o som do trem e de tudo que escutava. E de tanto escutar ainda criança se encantou pela música. Seu pai o incentivou a tocar algum instrumento musical, e ele que amava os sons, aprendeu vários, entre eles violão, violoncelo, piano, violino...Heitor Villa-Lobos foi um maestro e compositor muito importante na Semana de Arte Moderna de 1922.

Na Vila do Heitor tem história e tem música, tem Rosa Amarela, Capelinha de Melão, Formiguinhas, Carneirinho e Carneirão, uma Senhora Viúva e lá Cai até balão. A apresentação é permeada pelas cantigas de Heitor Villa-Lobos para crianças. Uma apresentação livre para todos os públicos

Dia 3 de maio às 14h | Biblioteca Malba Tahan

Dia 4 de maio às 10h30 | Biblioteca Roberto Santos

Dia 10 de maio às 10h | Biblioteca Jamil Almansur Haddad

Dia 11 de maio às 10h | Biblioteca Raimundo de Menezes

Dia 13 de maio às 14h | Biblioteca Mário Schenberg

Dia 17 de maio às 10h | Biblioteca Amadeu Amaral

Dia 19 de maio às 10h | Biblioteca Adelpha Figueiredo

 

 

MÚSICA

 

Histórias Modernas, Semana de 22 O centenário

Nome do grupo: Cia Passarinho Contou

7 a 14 anos

45 min

Acessibilidade: Libras

A Cia Passarinho Contou, construiu uma coleção de histórias para celebrar o centenário da semana de 22, com bastante música autoral, poesia dos modernistas brasileiros, junto de uma sessão de contação de histórias para celebrar esse marco da cultura brasileira, e paulista como protagonista.

Dia 3 de maio às 10h | Biblioteca Gilberto Freyre

Dia 5 de maio às 10h | Biblioteca Aureliano Leite

Dia 7 de maio às 14h | Biblioteca Camila Cerqueira César

Dia 10 de maio às 14h | Biblioteca Cassiano Ricardo

Dia 13 de maio às 14h | Biblioteca Anne Frank

 

 

INTERVENÇÃO ARTÍSTICA

 

Caricaturando o Modernismo

Nome do grupo: Teatro Cartum

15 a 17 anos

120 min

Este projeto, executado pelos artistas Toni D’Agostinho e Willian Germano, leva às bibliotecas da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo uma intervenção personalizada que integra as comemorações do centenário da semana de arte moderna; ao promover a integração entre as artes visuais, música, literatura e encenação, a atividade leva ao público vida e obra dos artistas da primeira geração de modernistas.

Composta de 4 ações complementares e simultâneas, a intervenção também faz homenagem aos patronos de cada biblioteca que serve de palco para o projeto:

1 - Feitura ao vivo de caricatura de artista modernista em papel especial de grande dimensão (60cm X 42cm);

2 - Dramatização de texto, com música especialmente criada para a ação, do autor escolhido - caso o campo artístico seja o da literatura, sendo música ou artes plásticas, criaremos uma encenação cujo conteúdo converse com estilo e obras da personalidade homenageada;

3 - Intervenção de caricaturas ao vivo, com duração de 1 hora, envolvendo os frequentadores do equipamento público.

4 - Feitura ao vivo de caricatura da patrona ou patrono, na biblioteca que recebe a apresentação, em tamanho grande (60cm X42cm).

Dia 12 de maio às 14h | Biblioteca Alceu Amoroso Lima (Patrono)

Dia 18 de maio às 14h30 | Biblioteca Afonso Schmidt (Patrono)

Dia 19 de maio às 15h | Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato (Patrono)

Dia 21 de maio às 11h | Biblioteca Clarice Lispector (Patrono)

Dia 23 de maio às 14h | Biblioteca Jamil Almansur Haddad (Patrono)

Dia 26 de maio às 10h | Biblioteca Raul Bopp (Patrono)

 

Modernismo em jogo

Crialudis

7 a 14 anos

Duração: 50 min

Modernismo em jogo é um jogo cooperativo que proporciona, de forma lúdica e interativa, uma imersão pela Semana de arte moderna de 1922, facilitando uma descoberta sobre a história desse movimento, bem como suas características, seus principais artistas e suas obras.

Dia 4 de maio às 14h | Biblioteca Mário Schenberg

Dia 6 de maio às 14h | Biblioteca José Mauro de Vasconcelos

Dia 13 de maio às 10h | Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

Dia 19 de maio às 10h | Biblioteca Jayme Cortez

Dia 20 de maio às 14h | Biblioteca Narbal Fontes

 

 

ABRIL PARA DANÇA

POVOS ORIGINÁRIOS


Vivência de danças indígenas

Nome do grupo: Grupo de Artes Dyroá Bayá

18 a 59 anos

60 min

É um momento de partilha das danças tradicionais mais usadas nas principais festas dentro das aldeias ou em comunidades do Amazonas, onde os participantes aprendem os passos e o corpo dançante do indígena, assim entendendo a importância da união e viver em harmonia junto aos seus entes queridos.

Dia 5 de maio às 13h30 | Biblioteca Vinícius de Moraes

Dia 13 de maio às 15h | Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda

Dia 20 de maio às 14h | Biblioteca Gilberto Freyre

Dia 25 de maio às 10h | Biblioteca Cora Coralina

Dia 28 de maio às 16h | Biblioteca Anne Frank

 

LGBTQIA+

SARAU


Sarau Bixaria Literária

Nome do grupo: Coletivo Bixa Pare

15 a 17 anos

60 min

O Coletivo Bixa Pare propõem um espaço de troca, compartilhamentos e diálogos entre artistas e LGBTQIA+s que estão produzindo reflexões sobre suas diversidades de corpos que coexistem nas suas pluralidades artísticas.

Como processo de pesquisa, pretendemos compartilhar nossas inquietudes cênicas e processos de criação e pesquisa da busca de um Corpo Bixa. Com essa vontade de compartilhar nossas inquietações, propomos este sarau performático que potencializa diversas linguagens com apresentação de Melissa Babalu Drag Queen, as Bixas do coletivo, Diego Castro, Oflopes e Kaya Fernanda Vallim.

Dia 11 de maio às 15h | Biblioteca Sérgio Duarte Milliet

Dia 19 de maio às 15h | Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa

Dia 24 de maio às 15h | Biblioteca Jayme Cortez

Dia 25 de maio às 15h | Biblioteca Helena Silveira

 

 

PROGRAMAÇÃO ONLINE

 

CULTURA POPULAR

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS

 

Coletivo Cafuzas em Territórios Virtuais

Nome do grupo: Coletivo Cafuzas

Livre

30 min

Conversa com a autora (live): 1 hora

Ao Vivo

Página/perfil onde será feita: https://www.facebook.com/coletivocafuzas

Quem já quis muito que o dia chegasse? E quem nunca se assustou com um barulhinho na noite escura? CRI CRI CRI...Auuuuuu...o medo da pequena Iori nos mostra que muitas vezes um som estranho pode ser um grilo ou lobo uivando e nada como o sol cheio de alegria pra trazer o dia e engolir os sons que a lua traz! Livremente inspirada em livro homônimo de Oswaldo Faustino.

 

Oficina de Colagem Poética

Nome do grupo: Cia. As Clês

4 anos

60 min.

Desenvolvimento de poesias com elementos visuais, tendo em vista sua trajetória e envolvimento no mundo. Quais são seus sonhos, ideais, objetivos?

Dia 06 de maio às 11h | Biblioteca Pedro Nava

 

Oficina de Tapetinhos

Nome do grupo: Cia. As Clês

4 anos

60 min.

Serão feitos tapetinhos coloridos seguindo o folclore chileno. Violeta, entre muitos talentos, era também artesã. Nessa oficina resgataremos nossas memórias e contaremos nossa história através da arte realizada no tapete

Dia 20 de maio às 15h | Biblioteca Álvaro Guerra

 

Marodopin e assim se fez Brasil

Nome do grupo: Cia. Sereiando Contos

Livre

40 min.

Quem descobriu o Brasil? Será que foram os portugueses? Trazendo o conto “Maradopin e assim se fez Brasil!”, o grupo convida a todos e todas para descobrir, através do olhar de três crianças tupinambás, como foram os primeiros passos da construção identitária desse país gigante que chamamos de Brasil. Através das aventuras de Aira, Jaci e Toriba, vamos conhecer um pouco da cultura dos povos originários e se divertir muito através das histórias das matas dessa terra que já se chamou Pindorama! Durante a apresentação, haverá distribuição dos livretos do conto.

Dia 21 de maio às 14h | Biblioteca Raimundo de Menezes

 

Contação de história “Iori descobre o sol, o sol descobre Iori

Dia 14 de Maio às 15h | Biblioteca Raimundo de Menezes

 

Bate papo com Oswaldo Faustino

Dia 20 de Maio às 18h | Biblioteca Raimundo de Menezes