Programação de Dezembro: Bibliotecas

Bibliotecas

CIRCO


Desconforto
Classificação Indicativa: Livre
Duração: 50 Minutos


Abracabadra… Alakazam… Sinsalabim… Será que alguma palavra mágica pode salvar o grande Mágico Conforto de um fracasso no picadeiro? Talvez não, mas seu magnífico público sim! “Com nossas mentes e corações interligados” - diz ele, que conta com voluntários da plateia pois não pode pagar assistentes de palco. É hora do grande espetáculo!
O senhor diretor desta empreitada está logo ali do lado pra garantir que nada saia (muito) dos eixos, mas é uma tarefa complicada conter o talento e a… espontaneidade do nosso atrapalhado ilusionista! Conforto é um mago cheio de recursos inacreditáveis, que nos encanta com a sutileza do sublime, nos faz chorar com a pureza do humano e rir com a reinvenção do erro.
Atenção! Nenhum coelho transgênico foi machucado durante as apresentações desse espetáculo.


Dia 06 de dezembro às 17h - Biblioteca Jayme Cortez

 

 


Gibiló e seu Trombone
Classificação Indicativa: Livre
Duração: 45 Minutos

No espetáculo Gibiló e seu trombone, o palhaço Gibiló brinca com as crianças
utilizando seu instrumento para ensinar de maneira divertida as notas musicais e
contar a história de como entrou no circo fazendo acrobacias, pirâmides e
números de monociclo, malabares e interagindo com as crianças de maneira
divertida e dinâmica.

Dia 17 de dezembro às 17h30 - Biblioteca Jayme Cortez

 

Livro - Biscoitos
Classificação: Livre
Duração: 50 Minutos

Conforto acorda desanimado ao som estridente de seu despertador e ainda sentado na cama, dá bom dia para seu companheiro de quarto: um porta retrato. Faz todas as suas atividades corriqueiras, sempre atrapalhadas, até que se depara com um calendário e percebe que aquele é um dia muito especial, é dia de visitar quem está na foto. Ele resolve cozinhar a receita favorita de seu companheiro: “Biscoitos”. Faz uma grande bagunça cozinhando e arrumando suas roupas para a tão esperada visita.
Após grande sucesso nos palcos essa história agora poderá chegar ao público de outras formas. Em 2019 essa linda peça também emocionará os leitores. Será lançado BISCOITOS ,um livro que promete agradar e sensibilizar adultos e crianças.

Dia 03 de dezembro às 11h - Biblioteca Pedro Nava
Dia 04 de dezembro às 14h - Biblioteca Álvares de Azevedo
Dia 07 de dezembro às 15h - Biblioteca Monteiro Lobato
Dia 10 de dezembro às 10h - Biblioteca Padre José de Anchieta
Dia 11 de dezembro às 13h30 - Biblioteca Narbal Fontes
Dia 12 de dezembro às 14h - Biblioteca Raul Bopp
Dia 14 de dezembro às 14h - Biblioteca Chácara do Castelo
Dia 17 de dezembro às 13h - Biblioteca Vicente Paulo Guimarães
Dia 18 de dezembro às 10h - Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet
Dia 20 de dezembro às 10h - Biblioteca Castro Alves

 

 

OCUPAÇÃO

Movimento Cultural Ermelino Matarazzo
Classificação: Livre
Duração: de 60 minutos à 90 minutos

O Movimento Cultural Ermelino Matarazzo irá realizar as seguintes atividades artísticas culturais em dezembro na Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes:

Slam da Ponta

O Slam da Ponta é a batalha de poesia de Itaquera, Zona Leste de São Paulo. Nasceu em 2015, numa conexão de coletivos: O Reação Arte e Cultura fortaleceu com o espaço, o PelaArteaZuera chegou com som e Flávia Rabelo e Lucas Afonso ficaram na linha de frente do Slam da Ponta. O poetry slam é uma ideia que surgiu nos 80, em Chicago e chegou em 2008 no Brasil. O poeta ou a poeta que vence edições do Slam da Ponta é chamado de Ponta de Lança. No final do ano, reunimos todos e todas Pontas de Lança e daí sai o representante do Slam da Ponta no torneio estadual. Do estadual, o poeta vai para o nacional e pode representar o Brasil na Copa do Mundo de Poesia, na França. O mestre de cerimônias do Slam da Ponta é o MC Lucas Afonso, que foi Campeão do Slam Brasil e representante do Brasil na Copa do Mundo de Poesias, chegando a semifinal. O Slam da Ponta atualmente está acontecendo de forma itinerante e acolhe qualquer pessoa que queria participar da batalha de poesia ou do microfone aberto.

Dia 03 de dezembro às 14h30 - Biblioteca Rubens Borba


Dança Criativa

Na vivência de Dança Criativa trabalharemos a sensibilização da dança por meio de estímulos lúdicos. Brincadeiras que levam as crianças ao corpo cênico, em um contexto de compartilhamento e troca. O papel, a tinta, o corpo, a música, tudo se mistura no momento da criação. A atividade é proposta por Yasmin Ribeiro.

Dia 14 de dezembro às 14:00 - Biblioteca Rubens Borba

Contação de Histórias: O lobo, o chacal e o barril de manteiga

Lendas, contos e causos que são contados coletivamente por crianças e mediadores de história para promover possibilidades de experimentar vivências através dos contos. As crianças serão convidadas para atravessar rios e mares, noite escura, cantar e fazer escolhas no decorrer das histórias. A referência para o encontro é o livro : Meus Contos Africanos - Seleção Nelson Mandela. As contações contam com efeitos sonoros de um músico que acompanha a contadora para reproduzir musicalmente o tempo, a natureza e os animais.

Dia 17 de dezembro às 14:30 - Biblioteca Rubens Borba

 

 


SARAU

Sarau Ciranda das Artes
Classificação Indicativa: Livre
Duração: 50 Minutos

Sarau é uma expressão que vem do latim, e será um encontro de pessoas que querem expressar ou se manifestar artisticamente. Neste encontro podemos ter a dança, poesia, literatura, os livros, a música, a pintura o teatro e até as comidas e bebidas típicas.
Hoje em dia, o termo virou uma denominação geral de encontros literários artísticos, que pode acontecer em qualquer espaço, em qualquer horário e com grupos de pessoas.

Dia 14 de dezembro às 14h - Biblioteca Jayme Cortez

 


Sarau do Meio do Mundo
Classificação Indicativa: 14 anos
Duração: 60 Minutos

O Sarau no Meio do Mundo surgiu da necessidade de se ter espaços de reflexão e compartilhamento de ideias dos artistas e escritores do território. Além da poesia como carro chefe, a música também é muito presente no sarau, que conta com apresentações de diversas linguagens artísticas.

Dia 07 de dezembro às 10h30 - Biblioteca Raul Bopp
Dia 07 de dezembro às 14h - Biblioteca Menotti Del Picchia
Dia 14 de dezembro às 14h - Biblioteca Álvaro Guerra
Dia 14 de dezembro às 11h - Biblioteca Castro Alves
Dia 18 de dezembro às 16h - Biblioteca Paulo Duarte

 

Sarau das Bibliotecas Convida
Classificação Indicativa: Livre
Duração: 60 Minutos

Todos os sábados às 14h00 ocorrem simultaneamente em 17 bibliotecas municipais saraus multilinguagens, com o intuito de difundir a poesia escrita e falada, convidando duas duplas em cada biblioteca para realizá-lo.
Os Saraus contam com a participação de Mc's, Rappers, Arte-educadores e poetas marginais que dividem com a gente as suas escrevivências.


Sarau das Bibliotecas Convida: Rafael Antunes e Tayla Fernandes
Dia 07 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Malba Tahan
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Malba Tahan


Sarau das Bibliotecas Convida: Evelyn de Sá e Geovanna Maria
Dia 07 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Afonso Schmidt
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Afonso Schmidt


Sarau das Bibliotecas Convida: Edgard Antunes e Luís Cláudio
Dia 07 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Prestes Maia
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Prestes Maia


Sarau das Bibliotecas Convida: Lucas Lins e Rogério Gonçalves
Dia 07 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Belmonte
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Belmonte


Sarau das Bibliotecas Convida: Bruno Fernandes e Daniel Jhones
Dia 07 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Roberto Santos
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Roberto Santos



Sarau das Bibliotecas Convida: Joy Amaru e Denna Souza
Dia 07 de dezembro às 14h00 - Biblioteca José Mauro Vasconcelos
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Sylvia Orthof


Sarau das Bibliotecas Convida: Dada Yute e Dyouruba
Dia 07 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Thales Castanho de Andrade
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Belmonte


Sarau das Bibliotecas Convida: Pezê e Mads
Dia 07 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Álvaro Guerra
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Marcos Rey


Sarau das Bibliotecas Convida: Negretti e Tiago Delau
Dia 07 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Vicente Paulo Guimarães
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Vicente Paulo Guimarães

Sarau das Bibliotecas Convida: Raphael Brandão e The Lira
Dia 07 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Milton Santos
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Milton Santos


Sarau das Bibliotecas Convida: Malibre e Pjiusan
Dia 07 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Vicente de Carvalho
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Vicente de Carvalho

 

Sarau das Bibliotecas Convida: Bianca Hoffman e Eliefe
Dia 07 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Nuto Santana
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Nuto Santana


Sarau das Bibliotecas Convida: Magrolis e Yago
Dia 07 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Amadeu Amaral
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Amadeu Amaral


Sarau das Bibliotecas Convida: Malokeiro Anônimo e Torya
Dia 07 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Pedro Nava
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Pedro Nava


Sarau das Bibliotecas Convida: Nath MC e Muka MC
Dia 07 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Aureliano Leite
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Aureliano Leite


Sarau das Bibliotecas Convida: Caio Moura e Flip
Dia 07 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Paulo Duarte
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Paulo Duarte


Sarau das Bibliotecas Convida: Them Com e Se7h
Dia 07 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Prof. Arnaldo Giácomo
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Prof. Arnaldo Giácomo

 

TEATRO


Quem já foi velho, levanta a mão
Classificação: Livre
Duração: 40 Minutos

Duas atrizes e um músico brincam de criar histórias para teatro. E nesta brincadeira teatral, brincam de envelhecer e de voltar a ser criança! Brincam de criar histórias e de perder a memória. Entre uma imaginação e outra, criam a história de uma cidade em que mais ninguém envelhece. E se não envelhecem, não crescem, não namoram, não casam...

Dia 04 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet
Dia 06 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Professor Arnaldo Giácomo
Dia 12 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Afonso Schmidt
Dia 11 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Álvares de Azevedo
Dia 13 de dezembro às 14h30 - Biblioteca Affonso Taunay
Dia 14 de dezembro às 11h00 - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda
Dia 17 de dezembro às 14h30 - Biblioteca Cora Coralina
Dia 18 de dezembro às 14h30 - Biblioteca Adelpha Figueiredo
Dia 19 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Milton Santos
Dia 20 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Érico Veríssimo

 

Lixão
Classificação: Livre
Duração: 40 Minutos

Uma montanha de lixo surge em um terreno baldio, localizado entre dois prédios de apartamentos, provocada pelo desleixo dos moradores. A convivência com o lixão altera as relações pessoais, ninguém assume a responsabilidade pelo seu aparecimento e todos reclamam do incômodo vizinho. Até que resolvem fazer alguma coisa...

Dia 03 de dezembro às 14h - Biblioteca Malba Tahan
Dia 04 de dezembro às 14h30 - Biblioteca Raimundo de Menezes
Dia 10 de dezembro às 13h - Biblioteca Vicente Paulo Guimarães
Dia 11 de dezembro às 10h - Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet
Dia 11 de dezembro às 14h - Biblioteca Hans Christian Andersen
Dia 12 de dezembro às 10h - Biblioteca Aureliano Leite
Dia 13 de dezembro às 14h - Biblioteca Vicente de Carvalho
Dia 14 de dezembro às 15h - Biblioteca Monteiro Lobato
Dia 18 de dezembro às 14h30 - Biblioteca Helena Silveira
Dia 20 de dezembro às 09h30 - Biblioteca Affonso Taunay


O Corpo que o Rio levou
Classificação: 16 Anos
Duração: 130 Minutos


Na peça, Elza, uma atriz em início de carreira, alheia aos conflitos sociais e à radicalização do conservadorismo em sua época, se preocupa apenas com um teste para um espetáculo chamado OFÉLICA LATINA. No entanto, seu marido, Abelardo, tesoureiro da Caixa Econômica, é repentinamente chamado a prestar depoimento numa delegacia, onde, sem que Elza saiba, é torturado e assassinado. Elza passa a procurá lo, ao mesmo tempo em que inicia os ensaios para o espetáculo, para o qual foi selecionada, até que este sofre censura de um órgão do governo estadual. Vivendo, então, as consequências da violência política de seu tempo, sem saber como agir e nem como resistir, ela parte numa peregrinação por sua terra. Entremeadas à linha dramática principal da peça, vemos cenas da tortura institucionalizada, todas inspiradas nos manuais de tortura das Forças Armadas nas décadas de 60 e 70. Nelas, um locutor de rádio descreve, como num jogo de futebol, as técnicas de interrogatório aplicadas pelos oficiais do Exército durante o regime militar, e pelos policiais militares até os dias de hoje.

Dia 06 de dezembro às 14h - Biblioteca Affonso Taunay
Dia 07 de dezembro às 14h - Biblioteca Narbal Fontes
Dia 10 de dezembro às 14h - Biblioteca Amadeu Amaral
Dia 11 de dezembro às 14h - Biblioteca Belmonte
Dia 12 de dezembro às 15h - Biblioteca Viriato Corrêa
Dia 13 de dezembro às 14h - Biblioteca Anne Frank
Dia 17 de dezembro às 14h - Biblioteca Prestes Maia
Dia 18 de dezembro às 14h - Biblioteca Brito Broca
Dia 19 de dezembro às 14h - Biblioteca Mário Schenberg
Dia 20 de dezembro às 14h - Biblioteca Anne Frank

 

 

CONTAÇÃO DE HISTÓRIA


O Canto de Assaré
Classificação:14 anos
Duração: 40 Minutos


Zé é um andarilho que anda por aí com um livro de cordel de cidade em cidade desse nosso nordestes, recitando as poesias do poeta e cordelista Patativa do Assaré. Pois ele percebe que naquela folhas de papel está retratado todo sofrimento e alegria de um povo que carrega beleza no seu jeito de ser e traz a garra de viver . E Zé se nesses versos.

Dia 04 de dezembro às 10h - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda
Dia 11 de dezembro às 10h - Biblioteca Adelpha Figueiredo


Tecendo Histórias
Classificação: Livre
Duração: 40 Minutos

A montagem “Tecendo Histórias” da Cia Quatro Ventos apresenta o universo encantado da mitologia e dos contos africanos e afro-brasileiros com base na literatura infanto-juvenil.
As narrativas teatralizadas tecem mágicas histórias repletas de cantigas, dança, poesia, personagens envolventes e animais fantásticos. O entrelaçar das histórias brincam e vão de encontro com o público em busca de fortalecer e (re)afirmar nossas raízes ancestrais com representatividade e identidade negra.
O espetáculo é composto por muitas histórias, sendo estas algumas delas: “Os Sete Novelos – Um Conto de Kwanzaa”; “A Lenda de Oraniã”; “Nanana bo Sele Sele”; “Erilé, o caçador”; “O papagaio que não gostava de Mentiras” e Oiá e o búfalo interior.


Dia 03 de dezembro às 13h00 - Biblioteca Vicente Paulo Guimarães
Dia 04 de dezembro às 10h00 - Biblioteca Paulo Setúbal
Dia 05 de dezembro às 14h30 - Biblioteca Afonso Schmidt
Dia 07 de dezembro às 14h30 - Biblioteca Vinícius de Moraes
Dia 11 de dezembro às 10h00 - Biblioteca Milton Santos
Dia 12 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Cassiano Ricardo
Dia 13 de dezembro às 10h00 - Biblioteca Jovina Rocha Álvares de Azevedo
Dia 14 de dezembro às 11h00 - Biblioteca Brito Broca
Dia 18 de dezembro às 10h00 - Biblioteca Gilberto Freyre
Dia 20 de dezembro às 11h00 - Biblioteca Vicente de Carvalho

 


Arte, palavra feminina
Classificação: Livre
Duração: 40 Minutos

Você sabe qual é o feminino de "maestro"? E quem foi a poeta que tinha um sonho de criar uma biblioteca infantil? Veja se adivinha esta: qual é a pintora que coloriu até o espaço, emprestando seu nome a uma cratera? Um pirulito para quem acertar esta: quem escrevia poemas tão doces quanto os doces que fazia? Para saber essas respostas e também conhecer ou redescobrir algumas das mais brilhantes artistas brasileiras, o Coletivo Cafuzas convida para um encontro entre versos, notas musicais, cadernos de receitas e histórias de grandes mulheres. As narrativas foram baseadas no livro “50 brasileiras incríveis para conhecer antes de crescer”, da Débora Thomé.

Dia 04 de dezembro às 10h - Biblioteca Érico Veríssimo
Dia 04 de dezembro às 14h - Biblioteca Roberto Santos
Dia 07 de dezembro às 11h - Biblioteca Sylvia Orthof
Dia 11 de dezembro às 11h - Biblioteca Pedro Nava
Dia 11 de dezembro às 14h - Biblioteca Thales Castanho de Andrade
Dia 13 de dezembro às 10h - Biblioteca Clarice Lispector
Dia 14 de dezembro às 14h - Biblioteca Camila Cerqueira César
Dia 17 de dezembro às 14h - Biblioteca Padre José de Anchieta
Dia 18 de dezembro às 10h30 - Biblioteca Chácara do Castelo
Dia 18 de dezembro às 14h30 - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos

 

Pérolas da Sereia
Classificação: Livre
Duração: 40 min

Pelas águas doces e salgadas a Sereia vem nadando do continente Africano até o Brasil, resgatando todos os seus filhos que ficaram pelo caminho em uma viagem muito longa no navio negreiro à ela também cabe a função de preservar as suas tradições.
Com muita música, história e interação das crianças, vamos desvendando os mistérios do mar.

Dia 02 de dezembro às 10h00 - Biblioteca Aureliano Leite
Dia 03 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Adelpha Figueiredo
Dia 05 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Gilberto Freyre
Dia 12 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Padre José de Anchieta
Dia 06 de dezembro às 09h30 - Biblioteca Affonso Taunay
Dia 10 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Jamil Almansur Haddad
Dia 17 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Ricardo Ramos
Dia 11 de dezembro às 10h00 - Biblioteca Paulo Setúbal
Dia 13 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Profº Arnaldo Magalhães Giácomo
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Cora Coralina

 

 

INTERVENÇÃO ARTÍSTICA


Mulheragem a Tula Pilar
Classificação Indicativa: 14 anos
Duração: 90 Minutos


A Homenagem a Tula Pilar é uma intervenção artística que visa relembrar vida e obra da escritora e atriz.
Será realizada a leitura dramática de alguns poemas e trechos dos livros de Tula, onde a plateia será convidada a depor e cantar. Durante a intervenção será realizado um grafite em tela em homenagem a escritora que ficará na Biblioteca. Cada uma das biblioteca 10 bibliotecas receberá um livro da autora ao final do evento.


Dia 04 de dezembro às 14h - Biblioteca Prestes Maia

 

Vivência de Pandeiro Afetivo para Mulheres Idosas
Classificação Indicativa: 3ª Idade
Duração: 90 Minutos

Vivência de Pandeiro Afetivo para Mulheres Idosas tem como proposta um encontro com uma percussionista e uma cantora, realizar um resgate histórico das músicas que são repertórios do público (mulheres da terceira), que sempre frequentaram o samba para dançar, mas nunca puderam ter a oportunidade de se imaginar tocando. A ideia é que elas possam trazer suas memórias afetivas de sambas, cantados e tocados, para experimentação de uma vivência com o pandeiro afetivo das artistas.


Dia 18 de dezembro às 14h - Biblioteca Álvares de Azevedo


Vem Brincar!
Classificação: Livre
Duração: 120 Minutos

Tá na hora, VEM BRINCAR! Tem histórias mágicas para ler na praia literária, uma piscina de bolinha com diversos livros para serem desbravados. Tem brincadeira popular. Tem bolinha de sabão, para imaginar de montão. Brincadeira de roda, ciranda e bambolê, só quem não pode ficar de fora é você!!
Chama todo mundo e VEM BRINCAR!!
A intervenção Vem Brincar! ressignifica espaços por meio das brincadeiras populares brasileiras, propondo a criação de um ambiente de contação de histórias, uma área de oficinas infantis, intervenção com bolhas de sabão, espaços com diversas brincadeiras que estimulam a musicalização e o contato com elementos da natureza, onde crianças junto a seus pais e mães se divertem com brincadeiras atemporais. Ressignificar espaços públicos com brincadeiras simples e que estiveram presentes em todas as infâncias desempenha um papel importante em um momento em que a diversão está ligada de forma mais incisiva a tecnologia. A recreação possibilita respiro para a realidade no ambiente urbano e estes fatores ajudam no desenvolvimento das pessoas e em especial das crianças pois é brincando que elas se desenvolvem e compreendem o que é a conviver em sociedade, cuidar do meio ambiente de cada local e ajudar a transformar a rua em locais de acolhimento para brincar.
Dia 03 de dezembro às 09h30 - Biblioteca Milton Santos
Dia 04 de dezembro às 14h30 - Biblioteca Cora Coralina
Dia 05 de dezembro às 10h00 - Biblioteca Jamil Almansur Haddad
Dia 06 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Vicente de Carvalho
Dia 07 de dezembro às 11h00 - Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa
Dia 11 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Gilberto Freyre
Dia 12 de dezembro às 14h30 - Biblioteca Vinícius de Moraes
Dia 14 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Raimundo de Menezes
Dia 18 de dezembro às 10h00 - Biblioteca Paulo Setúbal
Dia 19 de dezembro às 10h00 - Biblioteca Aureliano Leite

 

Batakerê - Cânticos que Encantam
Classificação: Livre
Duração: 40 Minutos

Inspirado em algumas expressões culturais existentes em nosso país, “CÂNTICOS QUE ENCANTAM” é o diálogo das Cirandas, dos afoxés, dos maculelês, das capoeiras, dos cocos de roda, dos sambas de roda, dos jongos, dos sambas reggaes, das puxadas de redes, das percussões corporais, das danças de rua, dos cacuriás, das brincadeiras e dos bumbas meu boi, que se fundem em uma só voz, em só corpo, desabrochando em um brincar interativo, integrando público e os artistas em só energia.

Dia 02 de dezembro às 10h - Biblioteca Paulo Duarte
Dia 03 de dezembro às 10h - Biblioteca Amadeu Amaral
Dia 04 de dezembro às 15h - Biblioteca Chácara do Castelo
Dia 06 de dezembro às 15h - Biblioteca Castro Alves
Dia 07 de dezembro às 14h - Biblioteca Marcos Rey
Dia 11 de dezembro às 10h - Biblioteca Érico Veríssimo
Dia 14 de dezembro às 14h - Biblioteca Helena Silveira
Dia 17 de dezembro às 14h - Biblioteca Malba Tahan
Dia 18 de dezembro às 14h - Biblioteca Roberto Santos
Dia 20 de dezembro às 10h - Biblioteca Professor Arnaldo Giácomo Magalhães


Na palma da mão: cacuriando novas formas de brincar (gRUPO êBA!)
Classificação: Livre
Duração: 60 Minutos
Com Libras

Através de histórias e brincadeiras construídas coletivamente principalmente pelos cacuriás, dança típica do estado do Maranhão, nosso objetivo geral é proporcionar aprendizado e diversão entre os diferentes.
Apesar de ideal, pela nossa proposta, não se faz obrigatória a presença de Surdos E ouvintes em cada apresentação. A vivência é totalmente possível para públicos somente de Surdos ou somente de ouvintes. Ainda nesses casos, a interação com a outra cultura será feita através de nós, principalmente do uso de ambas as línguas, Portuguesa e Língua Brasileira de Sinais. Limite de público 30 pessoas para melhor interação das atividades.


Dia 03 de dezembro às 10h30 - Biblioteca Belmonte
Dia 04 de dezembro às 09h30 - Biblioteca Helena Silveira
Dia 05 de dezembro às 15h - Biblioteca Clarice Lispector
Dia 06 de dezembro às 14h - Biblioteca Anne Frank
Dia 07 de dezembro às 14h - Biblioteca Camila Cerqueira César
Dia 11 de dezembro às 14h - Biblioteca Roberto Santos
Dia 13 de dezembro às 14h - Biblioteca Mário Schenberg
Dia 18 de dezembro às 15h - Biblioteca Viriato Corrêa
Dia 19 de dezembro às 10h30 - Biblioteca Raul Bopp
Dia 19 de dezembro às 14h - Biblioteca Pedro Nava

 

 

PROJETO NOVOS MODERNISTAS VOZES PERIFÉRICAS

O projeto Vozes Periféricas é um circuito de debates literários que demonstram a variedade da produção literária nas periferias. Nestes encontros são realizados conversas com escritores da acadêmica, poetas, romancistas e cronistas que trazem em seus textos as perspectivas e abordagens de narrativas potentes e decoloniais. A produção a qual esses autores estão relacionados é os une e que possibilita a diversidade de saberes a que se dedica essa intervenção.


Poesia Falada e o Empoderamento dx Jovem Negrx
Classificação: 12 anos
Duração: 90 Minutos

Autor: Martina; Autora: Beka; Mediação: Gil Douglas. A idéia é discutir em torno de como a poesia falada promoveu o empoderamento do jovem negro, uma vez que todas as métricas, moldes e formas apresentados como poesia na escola, não abarcava sua cor de pele, seus traços e também angústias. A poesia falada transforma os espaços que permanecem marginalizados pelo poder público, mas uma vez apropriados e ressignificados pelos movimentos de slams e saraus tornam-se grandes espaços de poder. Um poder que pode parecer simples, afinal, esse poder é o do reconhecimento de si com seus pares. Através de suas experiências, os convidados trarão seus olhares e compartilharão desse universo que é a poesia falada e vivida do cotidiano nas periferias.

Dia 13 de dezembro às 14h - Biblioteca José Paulo Paes


Abstinência: Bate-papo com Mari Felix
Classificação: 14 anos
Duração: 90 Minutos

A escritora Mariana Felix fala sobre seu novo livro “Abstinência” e sobre seus processos de criação.
Publicado em 2019, de forma independente. Registrado na Biblioteca Nacional. Dividido em três capítulos: 'Copo meio cheio" com poesias usadas nas batalhas de slams, com o tema focado em violências contra a mulher e empoderamento feminino; "Copo meio vazio" como poesias, crônicas e dissertações sobre o cotidiano, sobre o capitalismo, transição capilar e relações; e "Copo transbordando" com poemas de amor e desamor. Com Apresentação Gil Douglas.
Dia 11 de dezembro às 10h - Biblioteca Brito Broca


Descolonizando a literatura
Classificação: 14 anos
Duração: 90 Minutos

Autor:Cleyton Mendes
Autor:Jô Freitas
Mediação: Andrio Cândido

Descolonizar verbo
1. 1.transitivo direto
tirar o caráter de colônia a.
2. 2.transitivo direto e pronominal
fazer perder ou perder os colonos; despovoar(-se).

A poesia de Alberto de Oliveira é estudada nas escolas, por vezes cobrada em vestibulares e sabemos que o autor escrevia sobre vasos, lembrando que toda literatura tem o seu valor, a questão que fica é porque a literatura que produz realidade e desconstrução em contraponto a um paradigma imposto desde o séc XIV quando se acredita ter iniciado a literatura, já que em África a literatura já estava presentes nos anos A.C., não tem espaço?
Quem produz literatura em massa, produz pra quê? por quê? e pra que?
Por que Conceição Evaristo não entrou na Academia Brasileira de letras e sim um homem branco que aborda a negritude a partir de seu olhar e lugar de colonizador?
A literatura da qual essa roda de debate tem como ideia instigar, nasceu com Cuti, Abdias do Nascimento, Raquel Trindade, Carolina Maria de Jesus e tantos outros que morreram e ainda vivem às sombras.

Dia 11 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda


LITERATURA

Cinedebate+Cidadania (Cine+Cidadania)
Classificação: 14 anos
Duração: 90 Minutos

O Cine+Cidadania propõe sessões temáticas de cinema seguidas de debates mediados e organizados a partir dos conteúdos dos livros do acervo selecionados para o evento. São objetivos do projeto (1) alimentar a programação cultural do Biblioteca Viva com atividades que relacionam cinema, leitura e debates; (2) divulgar o acervo das bibliotecas públicas; (3) contribuir com o estímulo à leitura; (4) incentivar às matrículas na CSMB; (5) aumentar a oferta de cinema ao público das bibliotecas e consequentemente (6) divulgar repertórios cinematográficos nacionais e internacionais a partir da exibição de filmes pública e gratuitamente.

Dia 05 de dezembro às 14h - Biblioteca Mário Schenberg
Dia 07 de dezembro às 11h - Biblioteca Ricardo Ramos
Dia 10 de dezembro às 14h - Biblioteca Paulo Duarte
Dia 11 de dezembro às 14h30 - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos
Dia 12 de dezembro às 19h - Biblioteca José Paulo Paes
Dia 14 de dezembro às 14h - Biblioteca Alceu Amoroso Lima
Dia 17 de dezembro às 09h - Biblioteca Jamil Almansur Haddad
Dia 17 de dezembro às 14h - Biblioteca Menotti Del Picchia
Dia 18 de dezembro às 10h - Biblioteca Raimundo de Menezes
Dia 18 de dezembro às 14h - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda


Vozes da Literatura: Bate-papo com Anderson Assis:
Classificação: a partir de 12 anos
Duração: 60 minutos

O objetivo da ação é dar voz a autores independentes ou de menor visibilidade, através de bate-papo com leitores, no qual eles falem para os leitores sobre as dificuldades do mercado para os autores de auto publicação, permeando de forma pontual vida e obra, de modo a mostrar que o autor é uma pessoa comum tanto quanto o leitor e que, inclusive, antes de tudo, o escritor é leitor, ressaltando assim a importância da leitura.
Anderson Assis é carioca, apaixonado por cultura pop e fã do Rick Riordan. Começou a escrever depois de passar por um curto período de depressão, descobrindo na literatura parte do motivo de sua vida. Com nove anos de carreira, possui 7 obras publicadas (todas publicações independentes) e hoje está Conselheiro Municipal de Cultura da cidade do Rio de Janeiro pela cadeira de Literatura. Todas as suas obras buscam valorizar regiões brasileiras, em especial a cidade do Rio de Janeiro e os bairros da zona oeste.
Dia 04 de dezembro às 14h - Biblioteca Cassiano Ricardo


MEDIAÇÃO DE LEITURA

Casco de Tartaruga
Classificação: de 0 à 4 anos
Duração: 60 Minutos

Mediação de leitura através de um tapete em formato de casco de tartaruga, no qual os cascos são bolsos mágicos de onde saem livros, bonecos e miudezas lúdicas. Essa atividade, ao pensar na aceleração dos tempos atuais, deseja ser um convite ao desacelerar, incentivando o gosto da leitura e da contemplação através do fazer criativo.

Dia 03 de dezembro às 10h00 - Biblioteca José Paulo Paes
Dia 03 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Padre José de Anchieta
Dia 05 de dezembro às 10h30 - Biblioteca Hans Christian Andersen
Dia 05 de dezembro às 15h00 - Biblioteca Viriato Corrêa
Dia 10 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Menotti Del Picchia
Dia 12 de dezembro às 10h00 - Biblioteca Prestes Maia
Dia 12 de dezembro às 14h00 - Biblioteca Marco Rey
Dia 17 de dezembro às 10h00 - Biblioteca Amadeu Amaral
Dia 19 de dezembro às 09h00 - Biblioteca Thales Castanho de Andrade
Dia 19 de dezembro às 14h30 - Biblioteca Afonso Schmidt


Luderê para bebês
Classificação Indicativa: 0 à 03 anos
Duração: 90 Minutos

A vivência Luderê para bebês será realizada a partir da Instalação de um espaço Afro Lúdico onde as crianças terão contato com diferentes materiais como: caxixis, cabaças, colher de pau, livros sem palavras, caixinhas surpresas, folhas secas, tecidos, entre outros. A possibilidade de livre exploração sensorial e sonora é o principal objetivo dessa atividade. Bebês e crianças.

Dia 04 de dezembro às 10h - Biblioteca Brito Broca
Dia 06 de dezembro às 15h - Biblioteca Alceu Amoroso Lima
Dia 10 de dezembro às 14h - Biblioteca Malba Tahan