Programação de novembro dos Teatros Municipais

Confira a programação completa dos teatros municipais com entrada gratuita ou com ingressos a preços populares

Programação de Novembro

Teatro Adulto

DAQUI NINGUÉM ME TIRA
‘Daqui Ninguém Me’ Tira é uma comédia dramática, com números musicais, inspirados em marchinhas e canções, que fazem parte de nossa memória teatral. A peça traz uma uma discussão profundamente atual, tendo como pano de fundo as vedetes do Teatro de Revista.
| Teatro Arthur Azevedo. Av. Paes de Barros, 955, Mooca, Zona Leste | tel. 2604-5558. De 31/10 a 15/11. Qua. e Qui., 21h, R$20. Livre

A DANÇA DAS VEDETES

O espetáculo ‘A Dança das Vedetes’ é resultado de uma pesquisa sobre vedetes e Teatro de Revista, encenado pelo grupo da terceira idade ‘Rádio Ilusão’. Vedetes povoaram o imaginário deste elenco nos seus anos de juventude. Sem ser saudosista, o texto expressa suas aspirações de alegria e liberdade nesta fase da vida. Enquanto outros lamentam, estes jovens senhores dançam.
| Teatro Arthur Azevedo. Av. Paes de Barros, 955, Mooca, Zona Leste | tel. 2604-5558. De 2 a 18. Sex. e Sáb., 18h e Dom., 16h. Gratuito. 12 anos.

MORTE ACIDENTAL DE UM ANARQUISTA

Um louco, cuja doença é interpretar pessoas reais, é detido por falsa identidade. Na delegacia, ele vai enganando uma a um, assume várias identidades e se passa por um falso juiz na investigação do misterioso caso do anarquista. Brincando com o que é ou não é real, o louco desmonta o poder e acaba descobrindo a verdade de todos nós.
| Teatro Arthur Azevedo. Av. Paes de Barros, 955, Mooca, Zona Leste | tel. 2604-5558. De 2 a 18. Sex. e Sáb., 21h e Dom., 19h. R$30. 14 anos.

REPERTÓRIO HOMENS À DERIVA

O tema do repertório é a discussão sobre os “Car”Seres”humanos” e busca fazer uma análise dos direitos humanos dentre tantos aprisionamentos, como o cárcere social, político, mental e geográfico.
Histórias dos Porões
Uma mulher de quarenta e poucos anos vive sozinha com o pai, um velho militar aposentado, agora com uns 80 anos e sofrendo de um câncer terminal. Esse homem foi pra ela pai e mãe. Foi carinhoso, amoroso, cuidadoso. Um pai perfeito. Ela viveu acreditando que sua mãe a tinha abandonado por motivos fúteis e por isso a odeia. Ao abrir um simbólico baú do pai após a sua morte, ela descobre a verdade. Agora é preciso refletir. Tentar conhecer essa mãe que já está morta. Saber quem foi, o que pensava, o que queria. Confrontar esses dois fantasmas tão fortes, tão poderosos, tão marcantes e tentar se entender e se reinventar a partir deles. Duas pessoas estranhas: um pai que ela agora desconhece e uma mãe que ela nunca conheceu. Três visões de uma mesma história.
| Teatro Arthur Azevedo. Av. Paes de Barros, 955, Mooca, Zona Leste | tel. 2604-5558. De 1 a 4. Qui., Sex. e Sáb., 21h e Dom., 19h. Gratuito. 16 anos.

CAROLINA MARIA DE JESUS, DIÁRIO DE BITITA

A peça é uma adaptação das obras “Quarto de Despejo” e “Diário de Bitita” da escritora mineira Carolina Maria de Jesus. A encenação segue o fluxo de memória de Carolina, refazendo sua trajetória da infância miserável em Sacramento no interior de Minas, quando a chamavam de Bitita, até o lançamento do seu primeiro livro - com enorme sucesso. Uma história surpreendente e inspiradora: A menina que estudou apenas dois anos do primário virou uma grande escritora. Em cena, Carolina cata papel nas ruas de São Paulo para sustentar a família. As coisas encontradas lembram os acontecimentos marcantes de sua vida. Ela vai “bititando”, desenhando o espaço, dando alma. Tudo ganha corpo, presença: a alfabetização, o primeiro contato com os livros, os sonhos da meninice, as festas populares, a enfermidade que a obrigou a mendigar, a prisão injusta, a religiosidade, o trabalho na roça, os laços afetivos, a mãe lavadeira, o pai ausente, o avô descendente de escravos, as madrinhas, os meninos que zombavam dela... Personagens de uma história fantástica de superação, inesperada e comovente.
| Teatro Arthur Azevedo. Av. Paes de Barros, 955, Mooca, Zona Leste | tel. 2604-5558. De 9/11 a 2/12. Sex. e Sáb., 21h e Dom., 19h. Gratuito. Livre

SUTURA
A notícia de um fato importante intensifica a dinâmica de um casal que tenta começar a reorganizar sua vida. Na tentativa de reconstruir essa história de amor, o terreno se revela movediço: encontros, desencontros, desejos, sonhos, ficção e realidade atravessam a relação desse casal, com ternura e brutalidade, abrindo um corte que expõe suas precariedades e os limites de sua natureza.
| Teatro Alfredo Mesquita. Av. Santos Dumont, 1.770, Santana. Zona Norte. | tel. 2221-3657. De 2 a 25. Sex. e Sáb., 21h e Dom., 19h. R$30. 14 anos

CIA TEATRO EPIGENIA - ESPECIAL 18 ANOS
Em comemoração aos seus 18 anos, a Cia. Epigenia realiza atividades para todas as idades. A reestreia de HOLLYWOOD de David Mamet; a temporada de CASA CARAMUJO em SP e um workshop gratuito com o diretor da Cia., Gustavo Paso, para alunos e profissionais de teatro.
| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste. | tel. 3864-4513.
Hollywood

Em um escritório de roteiro cinematográfico, dois sócios estão prestes a assinar um grande contrato que levará a produtora a um status nunca alcançado, mas o filme é só mais um roteiro de ação. A estagiária encontra um livro, que se tornaria um excelente roteiro e seria de grande valia para a humanidade, abordando conceitos de cidadania e sustentabilidade e tenta convencer os sócios a trocar mais um roteiro de ação por um filme que seria um marco para a humanidade.
| De 2 a 25. Sex. e Sáb., 21h e Dom., 19h. R$30. 16 Anos
Casa Caramujo
Ao perceber que poderá perder sua mãe doente, um menino enfrenta a “morte” e consegue aprisioná-la dentro de uma casa de caramujo, que havia sido deixada pelo seu dono para se banhar. Quando retorna para casa, encontra sua mãe com uma saúde de ferro, mas, aos poucos, eles e todos os moradores do lugar não conseguem mais colher frutos, verduras e pescar. Aprisionada, a morte deixa de agir e ninguém mais consegue se alimentar, quebrando, assim, o ciclo da vida. O menino então precisa mergulhar no fundo das águas para resgatar a dona morte.
| De 3 a 25. Sáb. e Dom., 16h. R$16. Livre
Workshop com Gustavo Paso
Workshop gratuito com o diretor da Cia. Epigenia Gustavo Paso para alunos e profissionais de teatro. Possui duração de três horas por dia.
| De 6 a 8. Ter., Qua., e Qui., 14h. Gratuito. Livre

A CANTORA CARECA

‘A Cantora Careca’ é considerada a primeira obra da corrente batizada Teatro do Absurdo. Escrito em 1949 pelo francês Eugène Ionesco (1909 – 1994), o texto é irônico, com diálogos absurdos que levam a total impossibilidade de comunicação entre os seis personagens. Em uma das cenas mais conhecidas, dois estranhos conversam sobre a vida, onde moram, filhos e, por fim, descobrem que são casados.
| Teatro João Caetano. Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino. Próximo da estação Santa Cruz do metrô. Zona Sul. | tel. 5573-3774 e 5549-1744. De 2 a 18. Sex., e Sáb., 21h. Dom., 19h. R$30. Livre.

Teatro Infantil

É COMO DIZ O DITADO
Isabel e Joaquim, artistas do Grande Circo Vital, sonhavam em ter o seu cantinho e viverem felizes para sempre. Mas, como nem tudo são flores, os dois, por um descuido, acabam sendo deixados para trás pela trupe que embarcou em viagem rumo a uma nova cidade. Agora, eles precisam ser criativos para lidar com toda essa mudança.
| Teatro Alfredo Mesquita. Av. Santos Dumont, 1.770, Santana. Zona Norte. | tel. 2221-3657. De 3 a 25. Sáb. e Dom., 16h R$16. Livre.

ITINERÁRIO DO PASÁRGADA – 47 anos de Estrada

Selecionado no Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo, o ‘Grupo Pasárgada’ apresenta variados espetáculos de seu Itinerário em 47 anos de história. Na primeira parte da temporada, serão realizadas dezesseis apresentações gratuitas em Teatros Municipais.
Labirinto de Filó
Essa é a história da Menina da Rua de Cima, do Menino da Rua de Baixo e a Minhoca Filó, uma minhoca curiosa e perguntadeira com um monte de dúvidas e idéias na cabeça, e que de tanto pensar se perde num labirinto de buracos e túneis. Espetáculo com músicos e atores, cantando e tocando ao vivo,violão, viola caipira, sanfona e percussão, tendo como temática a poesia e a filosofia para crianças.
| Teatro João Caetano. Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino. Próximo da estação Santa Cruz do metrô. Zona Sul. | tel. 5573-3774 e 5549-1744. De 3 a 18. Sáb. e Dom., 16h. Gratuito. Livre.

Dança

ASAS PARA VOAR
Asas Para Voar - IllumiNations é um espetáculo inédito, criado a partir da proposta do diretor do Instituto Tomie Ohtake, ao diretor do Balé da Cidade de São Paulo, Ismael Ivo, e faz parte da programação da Exposição Histórias Afro-Atlânticas, que acontece de 29/06 a 21/10/2018 no Instituto Tomie Ohtake e no MASP - Museu de Arte de São Paulo. Oito bailarinos da companhia apresentaram projetos de criação, tendo como temática as obras exibidas na exposição. IllumiNations é um desdobramento do projeto Asas para Voar, iniciado em 2017, que consiste em abrir espaço para os bailarinos do Balé da Cidade desenvolverem suas habilidades coreográficas.
| Teatro Arthur Azevedo. Av. Paes de Barros, 955, Mooca, Zona Leste | tel. 2604-5558. De 23/11 a 25/11. Sex. e Sáb., 21h e Dom., 19h. Gratuito. 14 anos.

Música


DUO GAIO DA ROSÊRA

Trazendo referências de Duos de piano já existentes, as duas pianistas encontraram uma maneira de tocar juntas… O repertório é composto por algumas obras e arranjos de Radamés Gnattali, composições de Paulo Braga, Léa Freire, Hermeto Pascoal, Nenê, entre outros, além de composições próprias. Agora o Duo agrega ao repertório novos ritmos como o choro e o baião, inserindo composições de Chiquinha Gonzaga, Orlando Silveira, Anacleto de Medeiros, Toninho Ferragutti e Adelmo Arcoverde. Os arranjos a dois pianos, feitos pelo duo, visam “sincar” os dois instrumentos de maneira espontânea e livre, realizando ao mesmo tempo uma pesquisa em como distribuir os ritmos, harmonias e contrapontos brasileiros nessa formação singular. Além de dois pianos, o duo combina um outro instrumento em algumas músicas de seu repertório: o acordeom, um instrumento bastante completo e rico em sua diversidade timbrística.
| Teatro Arthur Azevedo. Av. Paes de Barros, 955, Mooca, Zona Leste | tel. 2604-5558. De 3/11. Sáb., 17h30. Gratuito. Livre

SHOW YANGOS: BRASIL SIM SENHOR!
YANGOS é destaque da nova música instrumental brasileira. Localizada na Serra Gaúcha, une ritmos tradicionais do sul do Brasil com pitadas “jazzísticas”.
| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste. | tel. 3864-4513. Dia 7. Qua., 21h. Gratuito. Livre.

O MELHOR DA SOUL MUSIC NACIONAL E INTERNACIONAL
Lino Krizz é cantor, compositor e produtor. Aos 13 anos, foi premiado com disco de ouro pela Sony Music. Sob influência de Tim Maia, Cassiano, Luiz Melodia, Carlos Dafé, entre outros, Lino Krizz possui em suas obras fortes influências de Bossa Nova, Funk dos anos 70, Samba, Rock N’Roll Clássico, Samba-rock e Modern Soul.
| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste. | tel. 3864-4513. Dia 14. Qua., 21h R$20. Livre

SETE CORAÇÕES
O cavaquinhista e compositor Filipe Dourado faz o show de lançamento seu primeiro disco autoral, chamado Sete Corações e gravado após dezoito anos de carreira. Propondo uma visão pessoal sobre o cavaquinho, o álbum reflete as diversas influências do músico paulistano, que vão do folclore brasileiro ao jazz. Acompanhado por Rodrigo Digão Braz na bateria, Fí Maróstica no baixo e Ana Rodrigues ao piano, Filipe apresenta as oito composições inéditas do disco de música instrumental brasileira, com sonoridades e ritmos diversos, além de muito espaço para improvisação. O Show ainda conta com a participação especial de Filó Machado.
| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste. | tel. 3864-4513. Dia 21. Qua., 21h R$20. 14 anos.

BAILA GITANA
O show Baila Gitana é uma homenagem ao povo cigano, contendo dança e interatividade com o público. Tudo isso ao som das músicas do álbum ‘Olhos Castanhos’, do artista Bedian Beville, que toca, canta, dança e comanda todo o show.
| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste. | tel. 3864-4513. Dia 28. Qua., 21h R$20. Livre