Boletim Estatístico das Bibliotecas Públicas de São Paulo

O primeiro número do boletim apresenta e analisa dados relativos ao movimento geral de leitura (frequência, consultas, matrículas e empréstimos) e aos acervos para toda a rede de serviços municipais de leitura, referentes aos anos de 2016, 2017 e 2018.

A Secretaria Municipal de Cultura, por meio da Coordenação do Sistema Municipal de Bibliotecas, acaba de lançar o Boletim Estatístico das Bibliotecas Públicas de São Paulo, de periodicidade semestral.

Este número de lançamento apresenta e analisa dados relativos ao movimento geral de leitura (frequência, consultas, matrículas e empréstimos) e aos acervos para toda a rede de serviços municipais de leitura, referentes aos anos de 2016, 2017 e 2018

Capa do Boletim Estatístico das Bibliotecas Públicas de São Paulo

O Boletim Estatístico das Bibliotecas Públicas de São Paulo tem por objetivo disponibilizar, para o público em geral, um conjunto de informações, especialmente na forma de dados quantitativos, relativas à rede de bibliotecas públicas e outros serviços de leitura sob a responsabilidade da Prefeitura de São Paulo. Já há alguns anos a Secretaria Municipal de Cultura disponibiliza dados estatísticos relativos a um conjunto de 54 bibliotecas e outros serviços de extensão em leitura vinculados à Coordenação do Sistema Municipal de Bibliotecas (CSMB), seja por meio da seção Biblioteca em Números e de Relatórios Bibliotecas de São Paulo disponível em seu site oficial, seja em relatórios de gestão ou em estudos sobre temas específicos associados ao seu campo de atuação. Com o lançamento deste Boletim, a Supervisão de Planejamento da CSMB pretende tornar mais abrangente e sistemática a divulgação de dados quantitativosa respeito.

Quanto à abrangência, o Boletim poderá incluir informações relativas aos serviços vinculados à CSMB e também, sempre que possível, sobre outros serviços de leitura existentes no município. Com o objetivo de tornar mais sistemática a divulgação de dados quantitativos, pretendemos que o Boletim tenha periodicidade semestral, e que as tabelas sejam acompanhadas de breves comentários e notas que permitam não apenas dar publicidade aos números, mas também apresentar questões de natureza metodológica tais como as relativas às fontes primárias e secundárias utilizadas, às formas de coleta de informações, às definições conceituais dos termos empregados, aos critérios e níveis de agregação dos dados etc. Para cumprir tais objetivos, o Boletim disponibilizará dados inéditos e, também, poderá republicar dados disponíveis em outras fontes, de forma que sejam reunidas informações que permitam comparações intertemporais e a progressiva formação de séries históricas.

Neste número de lançamento, disponibilizamos cinco tabelas. As quatro primeiras (tabelas 1 a 4, p. 7-23) apresentam dados relativos ao movimento geral de leitura da rede de serviços municipais de leitura como um todo, com os números, para os anos de 2016, 2017 e 2018, referentes à frequência, consultas, matrículas e empréstimos. Na tabela 5 (p. 24-28) são apresentados, para os mesmos anos e conjunto de serviços, os quantitativos sobre o acervo. De forma a facilitar, para os interessados, a consulta e o manuseio dos dados, as tabelas são disponibilizadas também em formato Excel. Após o conjunto de tabelas(p. 7-28), este primeiro número do Boletim traz cinco seções (uma dedicada a cada tabela) que contém comentários analíticos sobre os números apresentados (p. 29-49).

Para a versão on-line, as tabelas são disponibilizadas também em formato MS-Excel.  Os interessados na versão impressa poderão solicitar exemplares por e-mail.
 

Boletim Estatístico das Bibliotecas Públicas de São Paulo, v. 1, n. 1, jul./dez. 2019 - Arquivo PDF completo

Boletim Estatístico das Bibliotecas Públicas de São Paulo,  v. 1, n. 1, jul./dez. 2019 - Tabelas MS-Excel

Boletim Estatístico das Bibliotecas Públicas de São Paulo v. 1, n. 1, jul./dez. 2019 - errata versão impressa