Dicas de Leitura - Toni Morrison

A escritora norte-americana Toni Morrison faleceu dia 5 de agosto aos 88 anos. Toni foi a primeira mulher negra a ganhar o Nobel de Literatura em 1993. Suas obras influenciaram a literatura de seu país com a introdução da prosa lírica e da contação de histórias, e principalmente pelo realce de personagens negros e femininos.

Toni MorrisonToni Morrison, nascida Chloe Ardelia Wofford em 18 de fevereiro de 1931, faleceu dia 5 de agosto de 2019. Foi escritora, editora e professora estadunidense. Recebeu importantes prêmios literários, entre eles o National Critics Award de 1977, o Prêmio Pulitzer de Ficção de 1988 e o Nobel de Literatura de 1993, por seus romances fortes e pungentes que relatam as experiências de mulheres negras nos Estados Unidos durante os séculos XIX e XX. Sua fama veio de seus livros com histórias afro-americanas, que relatam situações difíceis de mulheres negras com personalidades fortes e histórias de vida marcantes, da segregação racial, pedofilia e prostituição. Frequentemente suas personagens lutam para viverem como  indivíduos e membros de suas comunidades, tendo que superar situações difíceis como a brutalidade da escravidão, da opressão racial, econômica e sexismo. "É verdade que minhas personagens passam por circunstâncias muito difíceis, mas no final elas sempre aprendem algo profundo e maravilhoso", diz a autora. Toni Morrison é a escritora homenageada nas Dicas de Leitura especial de agosto.

"Tu és a tua melhor coisa."
"Se existe um livro que gostarias de ler, mas que ainda não foi escrito, então tens que o escrever."
"Para descobrir a verdade sobre como os sonhos morrem, nunca devemos tomar a palavra do sonhador."
"Libertares-te é uma coisa, reinvindicar a posse desse ser livre é outra."

 Dicas de leitura - Toni Morrison

Amada - (Beloved) *
Sethe é uma ex-escrava que, após fugir da fazenda em que era mantida cativa com os filhos, foi refugiar-se na casa da sogra em Cincinatti. No caminho, ela dá à luz um bebê, a menina Denver, que vai acompanhá-la ao longo da história. A relação familiar, bem como os traumas do passado escravizado, transformarão a vida e o futuro de ambas de forma irreversível. Amada segue uma estrutura não linear, viaja do presente ao passado, alterna pontos de vista e sonda cada uma das facetas desta história sombria e complexa. Baseado numa história real, Amada é ambientado em 1873, época em que os Estados Unidos começavam a lidar com as feridas da escravidão recém-abolida. Amada ganhou o Pulitzer de 1988 e em 2006 foi eleita pelo New York Times a obra de ficção mais importante dos últimos 25 anos nos Estados Unidos. Em 1998 recebeu uma adaptação cinematográfica – Bem-amada – com Oprah Winfrey no papel principal.

Amor - (Love)
Bill Cosey era um homem de personalidade forte, dono de um hotel onde, nas décadas de 40 e 50, apresentavam-se os principais músicos de jazz, atraindo clientes ricos e poderosos da comunidade negra norte-americana. Viúvo, com ele moravam a nora, May, e a neta, Christine (o filho morrera de pneumonia), que ficam chocadas quando ele resolve se casar de novo, com Heed, uma das jovens amigas de Christine. Quantos tipos de amor existem? Toni Morrison não tenta responder essa pergunta impossível. Trinta anos depois do acontecido, o romance vai desenrolando as relações, sempre conturbadas, de seis mulheres com aquele mesmo homem, tendo como pano de fundo a dolorosa história da América negra.

A Canção de Solomon - (Song of Solomon)
Uma história de amores frustrados e amargos ódios, de segredos e vinganças, de lealdades e traições. Um universo onde os fantasmas existem, onde uma mulher jovem morre de amor e um homem adulto se acha capaz de voar. Ao enfocar o mundo real e mágico dos personagens, quatro gerações de uma família negra nos Estados Unidos, a autor constrói um dos mais belos romances já escritos sobre o tema.

Compaixão - (Mercy)
Compaixão é a história de Florens, que a própria mãe entrega como pagamento da dívida de seu senhor, na esperança de que possa ter uma vida melhor numa fazenda remota, ao lado de três outras mulheres — Rebekka, a senhora branca; Lina, uma escrava indígena; e Sorrow, outra escrava negra — e do tolerante senhor anglo-holandês Jacob Vaark. Em meio às asperezas da vida rural desse período, ameaçada pela varíola, numa terra sem lei, dividida entre o puritanismo religioso das seitas protestantes dos brancos e a tolerância e liberdade do indígena e do negro, Florens descobre o amor e o sexo. Luta com a natureza do nordeste da América do Norte e com sua própria natureza, ambas bravias, uma fria, a outra ardente. Sempre em busca de um amor perdido: o de sua mãe e o de sua pátria. 

Jazz - (Jazz)*
Em 1926, o Harlem, bairro negro de Nova York, é povoado sobretudo por gente que veio do campo em busca das promessas da cidade cintilante. O cinquentão Joe Trace, vendedor itinerante de produtos de beleza, mata com um tiro sua amante adolescente. No funeral, a cabeleireira Violet, mulher de Joe, ataca o corpo da rival com uma faca. Uma tragédia pessoal que é um prenúncio dos tempos duros que virão na década seguinte. Uma apaixonada história de amor e obsessão que avança e recua no tempo, reunindo emoções, esperanças, temores e as duras realidades da vida negra nas cidades dos Estados Unidos da primeira metade do século XX.

O olho mais azul - (The Bluest Eye)
Filha de pais pobres e negros, Pecola Breedlove encontra rejeição em todos os ambientes que frequenta. Em 1940, época na qual o padrão de beleza é o oposto daquele que a menina ostenta, ela sonha, em um desejo de redenção social, ter olhos azuis como os da atriz-mirim Shirley Temple. Narrado por Claudia MacTeer, da mesma idade da protagonista, o livro conta a vida dos personagens a partir da trajetória de Pecola, que acaba sucumbindo às consequências da opressão racial.

O que me diz, Louise? - (Please Louise)
Toni Morrison e Slade Morrison ; ilustrações Shadra Strickland ; tradução José Rubens Siqueira
Literatura infantojuvenil
O dia é cinzento, o tempo está fechado, mas mesmo assim Louise se enche de coragem. Veste a capa de chuva amarela, abre o guarda-chuva e sai arrastando seu carrinho de mão pelas ruas. Quando a chuva desaba de vez e a escuridão do céu faz o medo crescer, Louise chega ao seu destino, o refúgio onde nunca se sente só nem desamparada: a biblioteca. 

Paraíso - (Paradise) *
O romance se passa em Ruby, uma cidadezinha de 360 habitantes encravada no Oeste americano. Não pise ali se você não tiver o sangue cem por cento negro e se não for temente a Deus. Não ouse cometer adultério, nem deitar-se com mulheres impuras, de pele mais clara que a sua. Acima de tudo, não se aproxime do convento, antro de perdição que acolhe mulheres como Gigi, uma sem-destino meio bandida cansada de viver nas ruas, ou Pallas, dezesseis anos de pura insensatez, medo e vergonha. É preciso destruí-las: por causa delas há crianças nascendo defeituosas em Ruby. Paraíso é um corajoso apelo à liberdade em que a elegância do estilo colore os matizes do ódio e da intolerância.

Pérola Negra  - (Tar baby)
Romance que descreve um caso de amor entre Jadine e Son, dois negros americanos que vivem em mundos muito diferentes. Jadine é uma linda modelo graduada em Sorbonne, custeada pela família Streets, brancos que empregam a tia e o tio de Jadine como empregados domésticos. Son é um home determinado que vive na propriedade dos Streets numa ilha do Caribe. Quando os dois se conhecem na ilha, passam a perceber as diferenças da vida e os relacionamentos de cada um. Viajam de volta pra os Estados Unidos em busca de um lugar onde ambos possam se sentir em casa, porém percebem que não é possível; a luta de Jadine e Son revela a dor, a luta e a concessões necessárias que os negros norte-americanos sofriam na busca pelo amor e pela vida íntegra nos Estados Unidos.

Quem leva a melhor? : novas fábulas de Esopo - (Who's Got Game?: The Ant or the Grasshopper? The Lion or the Mouse? Poppy or the Snake?
Autoria: Toni Morrison, Slade Morrison e Pascal Lemaítre (il.). Histórias em quadrinhos para crianças.
O grande Alfafa e seu chapa Geleia estavam brincando no parque. Passavam o dia trocando ideias, e à noite iam para o ataque. Até que um dia o precavido Alfafa resolve retomar o trabalho afim de se aprontar para o inverno. Geleia, que preferiu continuar "fazendo um som", procura o amigo quando o frio aperta. E é sobre o valor do trabalho e da arte que os dois discutem. Se Geleia alimentou a alma de Alfafa com sua música, por que o amigo se recusava a retribuir? É também a amizade que reúne o rato e o leão da outra fábula que compõe este livro. Quando um dia o rei da floresta se machuca, praticamente ninguém tem coragem de socorrê-lo - apenas o pequeno e indefeso rato se candidata à tarefa, mas pede em troca sua lealdade eterna. O roedor passa a se sentir a maior das feras e resolve tomar o lugar do leão, que, expulso de casa, se pergunta: "Será que a pessoa que quer ser tirana não está só com medo de ser ela mesma?". Em "O Vovô ou a Cobra?", é a esperteza quem leva a melhor, conforme aprende Nate a partir da história que escuta de seu avô. Depois de atropelar uma cobra, o gentil senhor aceita levá-la para casa. A cobra jura que em troca de bom tratamento nunca irá picá-lo. Mas Vovô não se esquece de que ela é, afinal de contas, uma víbora.

Voltar para casa -  (Home)
Quando Frank Money volta da Guerra da Coreia com mais cicatrizes do que as visíveis no corpo encontra um mundo racista e desfigurado. Durante os anos de sua ausência, sua irmã Ycidra sobreviveu como pôde a uma sociedade machista e opressiva, em que as mulheres são sistematicamente abandonadas pelos maridos e muitas vezes mutiladas sem piedade. Ao se reencontrarem na pequena cidade de Geórgia onde nasceram, os irmãos revisitam memórias da infância, e Frank retoma sua experiência traumática no campo de batalha para redescobrir a força e a coragem que já não acreditava ter. Um romance estarrecedor sobre a forte ligação entre irmãos, a ressignificação de um passado violento e a volta para casa.

* Amada, Jazz e Paraiso são a obras que compõem a trilogia sobre amor e história afro-americana, também conhecida como a trilogia Amada (Beloved Trilogy)

Livros com informações biográficas de Toni Morrison

Toni Morrison: great American writer - Lisa R. Rhodes e Toni Morrison (A book report biography).

Extraordinary American writers - John Tessitore
 

Mais informações sobre Toni Morrison consulte a Wikipedia.

toni Morrison - colagem de objetos das capas dos livros

Consulte o Catálogo Online para saber em quais bibliotecas estão disponíveis estes e outros livros.
Atenção: o link do título é elaborado por um ISBN para facilitar o direcionamento para o catálogo online. Pesquise também pelo autor, título ou assunto para localizar outras edições e as bibliotecas onde estão disponíveis.
Consulte a lista das bibliotecas pelas regiões de São Paulo para localizar a mais perto de você.

Veja aqui outras Dicas de Leitura.