HISTÓRICO DA BIBLIOTECA

historico

Na década de 50 existiam dois departamentos de bibliotecas, um cuidava das bibliotecas infanto-juvenis e outro das bibliotecas para adultos, denominadas bibliotecas públicas. Quando possível eram instaladas no mesmo bairro as duas bibliotecas, uma voltada para o público infantil e outra para o adulto.

Especificamente, no bairro de Santana foi inaugurada em 7 de fevereiro de 1957, pelo então prefeito Wladimir de Toledo Pizza, a Biblioteca de Santana para atender o público adulto da região. A Biblioteca é uma das mais antigas do Departamento de Bibliotecas Públicas da cidade de São Paulo.

Em 6 de fevereiro de 1975 recebeu nova denominação, Biblioteca Nuto Sant’Anna, pelo decreto n.º 11.758, em homenagem ao historiador Benevenuto Silvério de Arruda Sant’Anna, nascido em 5 de setembro de 1889, e que na sua carreira literária adotou o nome de Nuto Sant’Anna.

Em 2005, com o instituição do Sistema Municipal de Bibliotecas e suas novas diretrizes,  a Biblioteca Nuto Sant'Anna deixa de ser somente uma biblioteca voltada para o público adulto e passa a atender também o público infantil e infanto-juvenil.

O prédio da biblioteca foi projetado pelo arquiteto Aluísio de Rocha Leão. A
Praça Tenório Aguiar desenvolveu-se entorno do prédio e é de fácil acesso ao Metrô Santana.

Em janeiro de 2008, pelo Decreto nº 49.172 passou a denominar-se Biblioteca Pública Nuto Sant'Anna e em dezembro de 2016, pelo Decreto nº 57.528, Biblioteca Pública Municipal Nuto Sant'Anna.

Datas e Legislação referente à biblioteca
Inauguração: 7 de fevereiro de 1957
Denominação: decreto n.º 11.758, de 6 de fevereiro de 1975
Alteração de denominação: Decreto nº 49.172, de janeiro de 2008 e Decreto nº 57.528, de 12 de dezembro de 2016.

Transferência para subprefeitura: Decreto nº 42.772 de 3 de janeiro de 2003
Criação de SMB: Decreto nº 46.434 de 6 de outubro de 2005
Transferência para SMC: Decreto nº 48.166 de 2 de março de 2007

logo SMB

Nuto Sant’anna