HISTÓRICO DA BIBLIOTECA ANNE FRANK

 A fotografia mostra novo aspecto da inauguração da Biblioteca Infantil do Itaim, quando discursava a Diretora, Da. Lenyra Fraccaroli

Biblioteca Infantil do Itaim
Fotógrafo: Desconhecido. Data: 1946
A fotografia mostra novo aspecto da inauguração da Biblioteca Infantil do Itaim, quando discursava a Diretora, Da. Lenyra Fraccaroli.
Acervos Artísticos e Culturais da Cidade de São Paulo

Inaugurada em 25 de janeiro de 1946, a Biblioteca Infantil do Itaim ocupou inicialmente uma casa adaptada, localizada ao lado de um Parque Infantil da Prefeitura na Rua Santelmo, nº 7 (atual Rua Cojuba). Nas proximidades, as ruas eram de terra e com pequeno movimento de veículos. Ameixeiras, laranjeiras e muitas camélias rodeavam o edifício. O córrego do Sapateiro, que servia para irrigar as chácaras vizinhas, passava bem próximo, e no local onde atualmente é a ponte Cidade Jardim existia uma mina de água potável que servia os moradores do bairro.

As atividades da Biblioteca tiveram início somente em 16 de junho de 1947, com o funcionamento das salas de leitura e de empréstimo. Em outubro do mesmo ano foi inaugurado o cinema para crianças.

Biblioteca Anne Frank

Passados seis anos a biblioteca contava com um número significativo de usuários; o espaço tornara-se pequeno demais para comportar a demanda, surgindo, portanto, a necessidade de ampliar as instalações. No dia 23 de fevereiro de 1953 foi lançada a pedra fundamental do novo prédio, em um terreno de 1200 m². As obras terminaram dois anos depois. No dia 17 de maio de 1955 foi inaugurada a Biblioteca Infantil do Itaim e o Teatro Infantil, na Rua Cojuba, nº 1, ainda sem calçamento e iluminação.

Em 28 de junho de 1962, através de um Ato do então Prefeito Prestes Maia, a Biblioteca do Itaim passou a ser denominada Biblioteca Infantil Anne Frank, em homenagem à jovem escritora, heroína da 2ª guerra mundial, que registrou em um diário todos os acontecimentos de sua vida enquanto permaneceu com a família em um esconderijo, em Amsterdã, na Holanda.

No primeiro semestre de 1995 a biblioteca cedeu parte de suas instalações para a EMEI Tide Setúbal, cujo prédio foi demolido para a construção de um novo edifício. A biblioteca ficou reduzida a apenas uma sala, onde fazia o atendimento de pesquisa e empréstimo. Um ônibus-biblioteca foi instalado no jardim para o empréstimo dos livros infantis. No dia 29 de janeiro de 1996 a Biblioteca Anne Frank reabriu suas instalações ao público com uma festa de comemoração.

Foto interna da Biblioteca Anne Frank

Em 2003 a biblioteca foi totalmente reformada e modernizada com o apoio da Visanet e da Grifa Cinematográfica, por meio da Lei Mendonça, de incentivo fiscal. O Decreto nº 44.740, de 13 de maio de 2004, oficializou a denominação: Biblioteca Infanto-Juvenil Anne Frank.

O prédio da Biblioteca Anne Frank foi tombado pelos órgãos estadual e municipal de preservação histórica, após movimento da sociedade civil que exigia a preservação do “Quarteirão da Cultura” do Itaim Bibi.

Tombamento da Biblioteca:

Condephaat - Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo. Resolução SC 106 de 11 de novembro de 2015.
Conpresp - Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo. Resolução nº 24 de 7 de agosto de 2017.

Em agosto 2018 a Biblioteca Anne Frank e o Teatro Décio de Almeida Prado após passarem por reforma, foram reinaugurados integrando o complexo “Espaço Cultural Itaim”. A área, que abriga os dois equipamentos e passou a funcionar como um espaço de convivência, oferecendo ao público, além de atrações culturais, uma área com jardim recebeu novo paisagismo e ambiente gastronômico.

Em janeiro de 2008, pelo Decreto no 49.172 passou a denominar-se Biblioteca Pública Anne Frank e em dezembro de 2016 , pelo Decreto no 57.528, Biblioteca Pública Municipal Anne Frank. 

Datas e Legislação referentes à biblioteca:
Inauguração: 25 de janeiro de 1946
Criação: Lei nº 3.853, de 18 de março de 1950 (pdf)
Denominação: Decreto nº 44.740, de 13 de maio de 2004 (pdf)

Alteração de denominação: Decreto nº 49.172, de janeiro de 2008 (pdf) e Decreto nº 57.528, de 12 de dezembro de 2016  (pdf)

Transferência para a SMC: Decreto de 14 de julho de 1968

Transferência para subprefeitura: Decreto nº 42.772, de 3 de janeiro de 2003 (pdf)
Criação de SMB: Decreto nº 46.434, de 6 de outubro de 2005 (pdf)
Transferência para SMC: Decreto nº 48.166, de 2 de março de 2007 (pdf)

 

logo SMB

Anne Frank