GOVERNO ABERTO

>AGENTES DE GOVERNO ABERTO

O Programa Agentes de Governo Aberto fomenta formações nos eixos de Governo Aberto no território das 32 Prefeituras Regionais do município. Seu objetivo é realizar formação e certificação gratuita à população nas áreas de abrangência das 32 Prefeituras Regionais, nos eixos de Governo Aberto: Transparência, Inovação, Participação Social e Integridade (Accountability), descentralizando a pauta ao mesmo tempo que instrumentaliza a sociedade para fazer o controle social.

O Programa Agentes de Governo Aberto já capacitou 23.384 cidadãos e cidadãs, sendo premiado no Fórum de Inovação Social no Setor Público e reconhecido como prática governamental replicável pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e pelo Observatório Internacional da Democracia Participativa (OIDP)

As formações tem caráter teórico e prático, e são ministradas pelos Agentes de Governo Aberto, ou seja, pessoas físicas cujos projetos credenciados foram selecionados, por meio do Edital de Credenciamento do programa, recebendo para tal, uma bolsa como apoio financeiro.

Primeira edição 2015 - 2016

Segunda edição - 2017

Terceira edição - 2018

Quarta edição - 2019 

>PLANO DE AÇÃO EM GOVERNO ABERTO

O Plano de Ação em Governo Aberto é um instrumento para promoção, fortalecimento e fomento às iniciativas de transparência, prestação de contas e responsabilização (accountability), participação cidadã e tecnologia e inovação na Prefeitura Municipal de São Paulo.

Desde 2016, o município de São Paulo faz parte da OGP Local, um programa da Open Government Partnership (OGP) envolvendo governos subnacionais que assumem a responsabilidade de desenvolver Planos de Ação em governo aberto.
Ao lado de outros 14 governos subnacionais, como Austin (EUA), Buenos Aires (Argentina), Madrid (Espanha), Seul (Coreia do Sul), Sekondi-Takoradi (Gana) e Bojonegoro (Indonesia), São Paulo foi convidada a participar da etapa piloto do programa em reconhecimento às ações que vinham sendo desenvolvidas na cidade desde 2013, com a criação da Controladoria Geral do Município (CGM) e, posteriormente, a iniciativa São Paulo Aberta. O primeiro Plano de Ação foi desenvolvido de forma conjunta com a sociedade civil em 2016 para ser implementado ao longo do ano seguinte. Ao final do processo, o Mecanismo Independente de Avaliação (IRM, em inglês), nomeado pela OGP, avaliou o todo ciclo do Plano de Ação da cidade.

Em 2018, São Paulo elaborou seu 2º Plano de Ação em Governo Aberto.

*2º Plano de Ação em Governo Aberto (2019-2020).

Acesse informações sobre a elaboração do Plano de Ação.

 

*1º Plano de Ação em Governo Aberto da Cidade de São Paulo (2016 - 2017).

Acesse o documento do 1º Plano de Ação.

Mecanismo de Avaliação Independente (IRM).

Relatório de Execução da Iniciativa São Paulo Aberta (2017).

Fórum de Gestão Compartilhada

O Fórum de Gestão Compartilhada é um dos responsáveis pelos processos de formulação (em conjunto com a Supervisão para Assuntos de Governo Aberto e o CIGA), implementação e avaliação na co-criação dos Planos de Ação Municipais em Governo Aberto.