23/03/2012 14h07

Share

Mais três bairros da Zona Leste abrem salas de aula para capacitação de corte e costura

Por: Solange Borges

A Semdet - Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho abrirá mais três salas para capacitação do projeto São Paulo Costurando o Futuro nos dias 27, 28 e 30. A população da região Leste contará com novas unidades nos bairros Vila Prudente, São Miguel Paulista e Guaianases, beneficiando 140 munícipes.

O projeto irá qualificar 6.912 pessoas da Zona Leste, sendo que cerca de 400 alunos já concluíram o curso, desde o ano passado, quando a ação foi lançada. Realizado de segunda a sexta-feira, o São Paulo Costurando o Futuro possui 160 horas de aulas práticas e teóricas, divididas em quatro horas diárias.

Para o secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho, o projeto está proporcionando oportunidades de emprego com chances concretas de recolocação. "Mesmo não sendo focado em mulheres, é um curso que atrai esse público. O projeto possibilita geração de renda para a família, seja em um negócio próprio ou nas diversas confecções da região", ressalta.

Para Jaine Maria Silva, 24 anos, moradora do Parque Guarani, o curso veio ao encontro da realização de um sonho. "Sempre gostei de costurar e o aprendizado me ajudou muito. Agora, já faço muitas peças para casa como lençol, fronha e cortinas. Pretendo começar a comercializar o material que produzo, logo que conseguir comprar mais máquinas", afirma.

Quem começou a colher os resultados do curso é Midian Rodrigues Medeiros, 51 anos. "Fui convidada para customizar camisetas no aniversário de São Paulo e, por atuar como artista plástica, apresentei um projeto à Prefeitura, já aprovado, para oficinas de customização para jovens. O curso é excelente, pois nos proporciona o contato com maquinários de diferentes tipos e também o trabalho com tecidos distintos".

A idade também não é um limitador para quem sempre sonhou com o universo da costura. "Desde criança gosto de costurar, mas nunca tive condições de pagar por um aprendizado de corte e costura. Estou muito motivada e espero concluir o curso, que me traz muita satisfação. Até penso em montar minha oficina", disse Marlene Alice Vitor, 70 anos, moradora de São Mateus.

A Semdet conta com as parcerias do Senai, Sebrae-SP, Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH-USP), Singer do Brasil, além das secretarias municipais de Coordenação das Subprefeituras e de Educação. A região foi beneficiada pelo projeto por ter carência de mão de obra especializada nesse segmento para atender a concentração de confecções locais.

As inscrições estão abertas para próximas turmas em sete subprefeituras da zona leste (Itaim Paulista, Itaquera, São Miguel Paulista, Vila Prudente, Cidade Tiradentes, Guaianases e São Mateus). Para participar, basta ser morador de São Paulo e ter idade de, no mínimo, 16 anos. Os candidatos passam por análise de perfil socioeconômico. Informações sobre endereços pelo 156.