Seu navegador não suporta javascript!
Barra de Impressão

Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo


  • Início
  • Secretarias
  • Trabalho / Abastecimento / Notícias


    10/03/2017 19h22

    Prefeitura vistoria modelo de banheiro público móvel em feira do Pacaembu

    Equipamentos serão disponibilizados em feiras livres e outros eventos, por meio de parceria com a iniciativa privada

    De Secretaria Especial de Comunicação

    O prefeito João Doria apresentou nesta sexta-feira (10) o novo modelo de banheiro público móvel que será instalado nas feiras livres e outros eventos que aconteçam na cidade. Os equipamentos serão construídos e mantidos por meio de concessão pública: empresas privadas ficarão responsáveis pelo serviço, em troca da permissão para explorar espaços publicitários, assim como os modelos fixos que estão em teste no Largo do Arouche e na Praça Dom José Gaspar, no Centro.

    A feira livre do Pacaembu, local visitado pelo prefeito, é admnistrada pela Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo (SMTE), por meio da Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nuttricional (Cosan). São 880 feiras na cidade que estão no foco do novo projeto.

    “Este ainda é um protótipo, que ainda será aprimorado em uma versão para as pessoas com deficiência, e na sequência vamos colocar em teste de 60 a 90 dias, depois a licitação pública e a partir do início do ano que vem a confecção e a distribuição de 50 banheiros móveis na cidade de São Paulo”, explicou o prefeito Doria.

    Os modelos não são banheiros químicos. A descarga é ativada por meio de um pedal que fica na base do vaso sanitário, com consumo de 1 litro de água por descarga. A água usada na lavagem das mãos é reutilizada como descarga.

    Eles possuem 4 metros de comprimento, estrutura feita de laminado industrial, com forração termo acústica para reduzir o calor e os ruídos, além de terem ar-condicionado, uma pia, secador de mão e trio de higiene composto por fio dental, sabonete e enxaguante bucal. Também serão instaladas câmeras de segurança, na parte externa dos banheiros, para garantir a segurança e impedir atos de vandalismo.

    As empresas que vencerem a concorrência serão responsáveis pela instalação, manutenção, limpeza e reposição de materiais de higiene. Para atrair parceiros privados, a Prefeitura permitirá a instalação de painéis de publicidade nas laterais dos equipamentos. “Para isso vamos fazer a flexibilização da lei Cidade Limpa em benefício da população, para oferecer um serviço de uso coletivo”, diz Doria.

    “Isso vai mudar a minha vida, porque às vezes é meio constrangedor você ter que pedir para algum vizinho da feira usar o banheiro, se afastar da barraca, como acontece aqui. Agora nós teremos mais qualidade de vida”, disse a feirante Maria dos Anjos.


    • Copyright
    • SAC