Barra de Impressão

Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo


Início - Secretarias - Trabalho / Abastecimento / Notícias


20/10/2014 16h53

Prefeitura promove atividades em comemoração à Semana Mundial da Alimentação

O tema “Segurança Alimentar e Nutricional” será desenvolvido em atividades que acontecem até sábado

Imagem do post

 
A Secretaria do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo, por meio da Supervisão Geral de Abastecimento, promove uma série de atividades educativas em comemoração ao Dia Mundial da Alimentação, nesta semana.
As atividades, direcionadas a todo tipo de público, desde crianças a idosos, englobam orientação nutricional, indicações para hábitos alimentares saudáveis e discussões sobre a situação nutricional da população.

Na terça-feira, 21, das 14h às 17h, no Mercado Municipal da Lapa terá a palestra “Consumo Consciente de Sal”. O evento, promovido em parceria com Secretaria Municipal de Saúde, discutirá a importância de evitar o uso excessivo de sal nos alimentos, para evitar problemas de saúde. Para participar, é necessário que o interessado se inscreva através do telefone (11) 3228 – 6363, das 9h.

O destaque desta semana será o seminário “Sistema de Segurança Alimentar e Nutricional e Questões Estratégicas Para o Tema em São Paulo”, que acontecerá nesta quinta-feira, 23, na União de Núcleos, Associações e Sociedades dos Moradores de Heliópolis e São João Clímaco (UNAS), na Estrada das Lágrimas, 1.604. O evento discutirá políticas públicas para melhorar a Segurança Alimentar e Nutricional no município de São Paulo.

Confira a programação completa das atividades em comemoração ao Dia Mundial da Alimentação clicando aqui.

Políticas Públicas em Segurança Alimentar e Nutricional

O último relatório da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), divulgado em setembro, aponta que o Brasil saiu do Mapa da Fome em 2014. Enquanto a taxa limite prevista pela Organização é de 5%, o país alcançou a marca de 1,7%, índice que aponta a superação do problema da fome no país.Na cidade, a adoção de políticas públicas tem contribuído para que o país continue em escala decrescente no monitoramento da FAO.

Em dezembro de 2013, o prefeito sancionou a lei nº 15.920, criando o Sistema Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN), que tem por objetivo a organização das ações públicas em Segurança Alimentar e Nutricional e articulação entre poder público e a sociedade civil para a gestão de políticas públicas voltadas à alimentação.

A adesão da prefeitura ao Programa Nacional de Aquisição de Alimentos (PAA), a partir de 2014, propicia a comercialização da produção do agricultor familiar, além de garantir sua permanência no campo. Por outro lado, os alimentos adquiridos são doados a famílias em situação de vulnerabilidade social, através de entidades cadastradas no Banco de Alimentos da Prefeitura.

As ações de incentivo à produção familiar englobam ainda a assistência técnica ao produtor rural estabelecido nas zonas Sul e Leste da cidade, para a transição agroecológica - cultivo de produtos sem aditivos químicos. O acompanhamento ao produtor possibilita, ainda, a implantação de mais feiras orgânicas na cidade.
Atualmente existem cinco feiras específicas no segmento.

Outro fato relevante é a implantação do 1º Centro de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional, um espaço de atividades voltadas para a Educação Alimentar e Nutricional, Direito Humano à Alimentação Adequada, produção de alimentos e geração de renda. O local é mais uma ação efetivada em cumprimento ao Plano de Metas da prefeitura.



Siga a SDTE nas redes:

    


  • Copyright
  • SAC