26/02/2009 15h51

Share

CAT da Lapa vair mudar de endereço

O Centro de Apoio ao Trabalho da Lapa estará de casa nova no início de maio. A mudança não será apenas de imóvel, mas de visual e modernização das instalações, além de ampliação dos serviços a serem oferecidos à população. O endereço será a rua Monteiro de Melo, 342. A Secretaria Municipal do Trabalho investiu cerca de R$ 400 mil na reforma do novo prédio.

 Além de um modelo de atendimento mais ágil e eficiente, o CAT da Lapa terá unidades do São Paulo Confia, que concede microcréditos a empreendedores, e do PACET- Posto Avançado de Conciliação Extraprocessual do Trabalhador que ajuda trabalhadores endividados que têm restrições cadastrais junto ao Sistema Central de Proteção ao Crédito (SCPC) a excluir seus nomes da lista de inadimplentes. Para a capacitação, será instalado um laboratório de informática para cursos na área. Com o novo prédio, o CAT aumentará em 50% o número de atendimentos diários passando de 500 para 750. Já o quadro de pessoal terá reforços de mais 10 servidores passando para  atendentes.

Funcionamento

 A Secretaria Municipal do Trabalho irá estendeu o funcionamento das sete unidades do CAT- Centro de Apoio ao Trabalho, o novo horário de atendimento é das 7 às 18h.


CAT LAPA

Endereço atual: Rua Catão, 312 - Lapa

Futuro endereço: Monteiro de Melo, 342 - Lapa.

O que é o Centro de Apoio ao Trabalho?


 O Centro de Apoio ao Trabalho foi criado pela Prefeitura para fazer a intermediação de mão-de-obra, ou seja, aproximar e facilitar o contato entre os trabalhadores desempregados e as empresas que tenham vagas disponíveis. Também oferece serviço de encaminhamento do seguro-desemprego e de microfinanças e fomento a atividades empreendedoras.

 Em dezembro de 2005, o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), do Ministério do Trabalho, publicou a Resolução 466 estabelecendo a transferência dos convênios de prestação de serviços de intermediação de mão-de-obra e de habilitação de seguro-desemprego das centrais sindicais em todo o país para as administrações públicas municipais e estaduais. A Prefeitura do Município de São Paulo, por intermédio da Secretaria Municipal do Trabalho, assumiu a gestão dos dois postos de atendimento antes administrados pela Força Sindical No caso da cidade de São Paulo, a administração dos dois postos (Liberdade e Santo Amaro) passou a ser feita pela Secretaria Municipal do Trabalho a partir de 31 de março de 2006 com a assinatura de convênio com o Ministério do Trabalho. Desde então, a cidade conta com seis unidades de intermediação de mão-de-obra e de habilitação de seguro-desemprego.