01/03/2011 09h48

Share

Região da Brasilândia conta com um novo CRAS

Em menos de dois meses de funcionamento o CRAS Brasilândia I já realizou mais de 1.500 atendimentos

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Brasilândia I já está em funcionamento na Estrada Lazaro Amâncio de Barros, 1.079, no Jardim Guarani, distrito da Brasilândia. O novo equipamento é uma das 21 unidades com sede própria e o quarto distrital na Zona Norte. O CRAS Brasilândia I funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Com o objetivo de atender famílias em situação de risco e vulnerabilidade social da região, estimada em 31 mil pessoas, o CRAS Brasilândia I oferece benefícios diversos, entre eles, concessão da Carteira do Idoso para o transporte interestadual, inclusão nos programas de transferência de renda, como o Bolsa Família, o Renda Mínima e Cidadã, além de acolhida, apoio, orientação e encaminhamentos para a rede assistencial.

No imóvel de 216m² de área construída, os usuários vão ter à disposição sala de espera com televisão, salas para atendimento individual e reunião com grupos de famílias, espaço lúdico para crianças, quatro banheiros, sendo um adaptado para deficientes, além de fraldário e estacionamento com uma vaga para deficientes e outra para idosos. Uma equipe multidisciplinar composta por assistentes sociais e psicólogos, entre outros profissionais, estará à disposição para atender as demandas da população do distrito.

Criado há sete anos, o serviço funcionava em cada uma das 31 subprefeituras da capital. Com a descentralização, os CRAS estão mais próximos da população, desde abril de 2009 foram inauguradas 20 unidades com sede própria. A iniciativa faz parte das metas previstas na Agenda 2012, programa elaborado pela Prefeitura.

Vale lembrar que o CRAS Freguesia do Ó foi o primeiro a contar com uma sede própria. A unidade presta os mesmos serviços do CRAS Brasilândia I. O equipamento que foi inaugurado em abril de 2009, fica na Rua Parapuã, 160.