Barra de Impressão

Secretaria Municipal da Saúde


  • Início
  • Secretarias
  • Saúde / Vigilância em Saúde


    Distribuição de Oseltamivir para a rede de serviços de saúde do município de São Paulo

    Comunicado da Coordenação de Vigilância em Saúde e Área Técnica de Assitência Farmacêutica do município de São Paulo sobre dispensação do medicamento Oseltamivir


    A Secretaria Municipal da Saúde (SMS-SP) conta com 493 postos para distribuição dos medicamentos Oseltamivir.

    O Oseltamivir está disponível em cápsulas nas seguintes concentrações: 30mg, 45 mg e 75 mg.  Este medicamento é distribuído para as unidades de saúde vinculadas às Coordenadorias Regionais de Saúde (CRS) da Coordenação de Atenção Básica da SMS-SP. 

     

    • Dispensação de Oseltamivir para pacientes não internados

    Os pacientes, familiares ou responsáveis devem se dirigir à uma das unidades que constam da relação de unidades de saúde abaixo para retirar o medicamento com prescrição médica, em receituário simples (comum), procedente de serviços públicos ou privados. 


    Unidades de Saúde para Dispensação de Oseltamivir - CLIQUE ABAIXO EM SUA REGIÃO.

    UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE - CRS CENTRO

    UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE - CRS LESTE

    UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE - CRS OESTE

    UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE - CRS NORTE

    UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE - CRS SUDESTE

    UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE - CRS SUL

     

    •  Fornecimento de Oseltamivir para hospitais com pacientes internados por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG)

    O fornecimento de Oseltamivir para pacientes internados nos hospitais do Município de São Paulo é realizado pela Unidade de Saúde para fornecimento de Oseltamivir para Hospitais (exceto municipais), com respectivos horários, de acordo com a área de abrangência de cada uma das cinco Coordenadorias Regionais de Saúde (Norte, Sul, Leste, Sudeste e Centro-Oeste).

    Alguns hospitais são abastecidos diretamente pelo Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde: Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Sírio Libanês, Hospital 9 de Julho, Hospital Beneficência Portuguesa São Paulo, Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Pronto Socorro Infantil e Hospital Infantil Sabará, Hospital Samaritano, Hospital Santa Catarina, Hospital Santa Paula, Hospital São Luiz Anália Franco, Hospital São Luiz Itaim, Hospital São Luiz Morumbi, Instituto de Infectologia Emílio Ribas, Complexo do Hospital das Clínicas de São Paulo, Hospital São Paulo /UNIFESP, Maternidade Leonor Mendes de Barros, Maternidade Interlagos e CRT-AIDS/SES-SP.

    Obs: Os hospitais, pronto-socorros e pronto atendimentos pertencentes à rede municipal recebem o Oseltamivir do almoxarifado da autarquia para os pacientes atendidos nessas unidades.

     

    Clique aqui para acessar a Nota Técnica da Área Técnica de Assistência Farmacêutica e COVISA de 10/03/2016, sobre a administração de Oseltamivir no tratamento da Influenza.

    Confira o Alerta Influenza 01, de 10 de março de 2016, clicando aqui.

    Confira o Informe Técnico 01 sobre Influenza: Tratamento e quimioprofilaxia, de 04 de abril de 2016.

    Confira o Informe Técnico 31 sobre Influenza A/H1N1 - PRÁTICAS DE BIOSSEGURANÇA EM SERVIÇOS DE SAÚDE, revisado e atualizado em março de 2016.

    Confira o Protocolo de Tratamento de Influenza - 2015 - do Ministério da Saúde

     


     


    • Copyright
    • SAC