Adote Um Amigo

 

Os animais destinados à adoção são os cães e gatos que estão no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Coordenação de Vigilância em Saúde (COVISA), e que foram recolhidos das ruas por abandono e outras situações e estão à espera de um novo dono. Os animais são saudáveis e foram vacinados, castrados e vermifugados.

 

COMO ADOTAR UM CÃO OU GATO?

Os interessados em adotar um animal devem comparecer ao CCZ (Rua Santa Eulália, 86 - Santana), de segunda a sexta, das 9h às 17h e, aos sábados, das 9h às 15h. A pessoa deve apresentar RG, CPF, comprovante de residência e pagar uma taxa de R$ 15,25.

Quem quiser adotar um gato, já deve levar uma caixa apropriada para o transporte. Os que pretendem levar um cão devem estar munidos de coleira e guia.

No ato da adoção, a pessoa interessada em levar para casa um animal de estimação passa por uma breve entrevista que garante que o animal será adequado ao espaço físico e à composição familiar da nova casa. Da mesma forma, é avaliada a capacidade da família em suprir as necessidades do animal, garantindo seu bem estar.

Os novos donos desses animais deverão exercer uma guarda responsável, que não implique em um novo abandono. Toda a adoção deve ser feita com muito critério e responsabilidade.

O adotante deve ser esclarecido que, ao adotar um animal, a pessoa será responsável por ele durante todo o período de sua vida, alimentando-o, oferecendo abrigo compatível com o porte e temperamento, educando-o, dando assistência veterinária e carinho.

 

Não basta adotar, a população deve-se conscientizar sobre a guarda responsável de animais de estimação.

 

Veja alguns itens importantes:

 Registro Geral do Animal (RGA)

  • O RGA identifica o animal e seu proprietário. Procure o Centro de Controle de Zoonoses ou os estabelecimentos veterinários credenciados para fazer o registro do seu animal.

 

Usar coleira e guia

  • Durante o passeio, utilize sempre coleira e guia. É segurança para o animal e para as pessoas. Se o animal for bravo, utilize também a focinheira e evite agressões.

 

Recolhimento de fezes

  • Todo proprietário, deve recolher as fezes de seu animal nas ruas, calçadas e parques. É uma atitude de cidadania e obrigatório por lei.

 

Abrigo

  • O cão deve ter abrigo confortável, protegido do sol, da chuva e do vento. Já os gatos preferem dormir em locais altos e aconchegantes.

 

Vacinação e vermifugação

  • Os filhotes devem ser vacinados com 2, 3 e 4 meses de idade e, os adultos, anualmente, com vacina contra a raiva e doenças próprias da espécie.

 

Alimentação

  • Fornecer rações apropriadas de acordo com a espécie e a idade do animal. Os adultos devem ser alimentados duas vezes ao dia e os filhotes de 4 a 6 vezes ao dia. Mantenha sempre a água limpa e fresca à disposição.

 

IMPORTANTE:

  • Recolher os restos de ração do comedouro de seu animal, evitando assim a proliferação de ratos, baratas e formigas.

 

Esterilização

  • É uma cirurgia que impede o surgimento de crias indesejadas, diminuindo o abandono e os maus tratos dos animais pelas ruas. Deve ser feita tanto nas fêmeas como nos machos.

 

Além das campanhas de adoção, o Centro de Controle de Zoonoses realiza diversas ações ao longo do ano como mutirões de esterilizações, com apoio de ONGs conveniadas; campanhas gratuitas de vacinação contra a raiva em cães e gatos; projeto educativo “Para Viver de Bem com os Bichos” (PVBB), que prevê um trabalho de educação continuada em posse responsável em 1.639 unidades educacionais das redes municipal, estadual e privada, já tendo capacitado 2.958 educadores.

 

Mais informações:

CCZ - CENTRO DE CONTROLE DE ZOONOSES

Central de atendimento: (11) 3397-8900 e 3397-8901
Plantão 24 horas (todos os dias da semana): 3397-8955 e 3397-8956
Central 156 da Prefeitura