Share

Ratos: Ciclo de Vida, Agravos e Medidas Preventivas


Ciclo de vida

A vida média da ratazana é de 2 anos, do rato de telhado 1 ano e meio e o camundongo vive cerca de 1 ano. A partir do 3º mês de vida já podem procriar, sendo que o tempo de gestação é, em média, de 19 a 22 dias e o número de filhotes por cria é de 5 a 12, na dependência da oferta de alimento e abrigo.

 

Agravos à saúde

Os ratos urbanos têm papel importante na transmissão de várias doenças como a leptospirose, a peste bubônica, o tifo murino e salmoneloses, entre outras. São freqüentes ainda os acidentes causados pela mordedura desses animais. No Brasil, até o momento, as Hantaviroses estão associadas aos roedores silvestres.

 

Medidas preventivas

A infestação de ratos num local pode ser verificada através da observação dos seguintes sinais:

 

 

 

 

 

 

A prevenção é possível através da adoção de um conjunto de medidas que chamamos de antirratização:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

De importância fundamental é a parceria da comunidade do entorno, que deve ter informação e compreensão adequada do problema para eliminação de hábitos e costumes que possam contribuir para a proliferação dos ratos, tais como jogar lixo e entulho em córregos, praças, terrenos baldios, bueiros, etc.

 

Veja também: