Profilaxia Pré-Exposição (PrEP)

Banner superior com fundo branco, escrito em vermelho Prevenção e uma ilustração de uma camisinha à direita. O banner possui ainda uma barra vermelha inferior e um contorno dos principais monumentos da cidade de São Paulo.

Arte com fundo amarelo e ilustração de boca com lábios bem vermelhos. A boca tem uma língua para fora, com um comprimido azul na ponta. Nas laterais da boca há outros comprimidos azuis escritos PrEP dentro. Abaixo da boca, há uma faixa branca com o texto Tá PrEParada?

A Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) chegou em São Paulo! Saiba mais sobre essa importante tecnologia de prevenção ao HIV:

O que é?
A PrEP consiste no uso diário de medicamentos antirretrovirais (ARVs) para pessoas soronegativas antes de uma exposição de risco ao HIV.

Onde está disponível?
Nesta fase inicial, a profilaxia está disponível nos seguintes serviços da Rede Municipal Especializada em ISTs/Aids:

- CTA Santo Amaro (sul)
- CTA Pirituba (norte)
- SAE Butantã (oeste)
- SAE Fidélis Ribeiro (leste)
- SAE Ceci (sudeste)

Para quem é PrEP?
A prioridade para a PrEP são as pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade e têm maior risco de infecção ao vírus, como gays e outros homens que fazem sexo com homens (HSH), profissionais do sexo, homens e mulheres trans, travestis e casais sorodiferentes* (quando um tem HIV e o outro não).
*Pessoas soropositivas em tratamento há mais de seis meses, com carga viral indetectável, sem outras infecções sexualmente transmissíveis, têm chances desprezíveis ou inexistentes de transmitir o HIV.

Posso parar de usar camisinha?
Como a PrEP é uma profilaxia apenas para o HIV e sua eficácia não é de 100% - assim com os demais métodos preventivos -, o uso da camisinha ainda é recomendado para prevenção às outras infecções sexualmente transmissíveis, bem como evitar uma gravidez não planejada.

PREVENÇÃO COMBINADA
A PrEP faz parte de uma nova abordagem para a resposta do HIV. Trata-se de um cardápio de tecnologias de prevenção ao HIV/AIDS, que inclui o famoso preservativo, mas também a testagem, tratamento, imunização, diagnóstico, redução de danos, prevenção à transmissão vertical e a Profilaxia Pós-Exposição (PEP), que dão a pessoa e ao profissional de saúde a possibilidade escolher uma metodologia ou combinar várias que melhor se adequem às necessidades e ao momento de vida do usuário.