Congresso Municipal da Rede de atenção à Saúde na Cidade de São Paulo

(04/06/2018) Dois dias de debates e trocas de experiências

Por: Carla Caroline da Silva

Ocorreu nos dia 24 e 25 de maio de 2018, no Centro de Convenções Anhembi, o Congresso Municipal da Rede de Atenção à Saúde na Cidade de São Paulo - Desafios da Organização do Trabalho e da Educação na Saúde. Promovido pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), pela Coordenação de Gestão de Pessoas (COGEP) e pelo Centro de Desenvolvimento, Ensino e Pesquisa em Saúde (CEDEPS). O evento reuniu gestores, profissionais, docentes, estudantes, residentes e representantes do controle social da área da saúde, para discutir questões relacionadas aos desafios teóricos e práticos da saúde no SUS.

A programação do primeiro dia ocorreu no grande auditório. Pela manhã, compondo a mesa de abertura, estavam a coordenadora de gestão de pessoas Jane Abrahão Marinho e a secretaria adjunta, Dra. Maria da Glória Zenha Wieliczka, que fez uma palestra com o tema “A Secretaria da Saúde no Município de São Paulo”. Ela mostrou gráficos de alterações nos registros de doenças na cidade de São Paulo, falou sobre a pirâmide etária para mostrar como a população está envelhecendo mais rápido e como adaptar o cuidado para essa nova realidade; também salientou a importância dos agentes comunitários de saúde nos territórios, além de informar que de acordo com o plano de metas da Secretaria Municipal da Saúde a proposta é de contratar 100 novas equipes de estratégia de saúde da família.

Na sequência foi formada a mesa redonda com o tema: Os desafios da saúde na Educação Permanente e Avaliação e Monitoramento. A primeira fala da mesa foi feita pela Dra. Ausonia Favorido Donato, do Instituto de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde, abordando questões sobre educação permanente. Em seguida foi a vez da professora na Faculdade de Saúde Pública – FSP/USP, Dra. Marilia Louvison, tratar do assunto avaliação e monitoramento.

Já no período da tarde a última mesa redonda teve como tema, “Organização da Gestão do Trabalho na realidade da cidade de São Paulo”. As discussões tiveram início com uma breve apresentação do coordenador regional de saúde da norte, Dr. José Mauro Del Roio Correia, logo após foi a vez do professor e doutor na Faculdade de Saúde Pública FSP/USP, Gonzalo Vecina e por fim a diretora técnica do Hospital Santa Marcelina e diretora da atenção primaria à saúde Santa Marcelina - APS, Irmã Monique M. M. Bourget. Os três participantes responderam perguntas da plateia, esclarecendo as dúvidas e enriquecendo a discussão sobre as Redes de Atenção à Saúde.

O segundo dia de evento foi dedicado às apresentações de relatos de experiências e trabalhos selecionados pelos CEDEPS Regionais. Os congressistas foram separados em salas, onde puderam acompanhar apresentações e debater sobre os temas Gestão do Sistema Municipal da Saúde, Educação e Gestão do Trabalho e Avaliação e Monitoramento, eixos nos quais se dividiam os trabalho orais e em formato de pôster inscritos no congresso.


O ponto alto do dia foi a palestra do secretário da saúde, Dr. Wilson Modesto Pollara, que falou sobre como melhorar o acolhimento no SUS, reforçou a importância dos agentes comunitários de saúde, pois são eles quem tem o conhecimento aprofundado do território, além de ter uma aproximação com as pessoas, facilitando assim o direcionamento mais adequado dos pacientes de acordo com suas necessidades.
Para o encerramento do congresso foi feita a premiação dos trabalhos que se destacaram em cada eixo, foram eleitos 1°, 2° e 3° lugar nas modalidades apresentação oral e pôster. Os vencedores foram ao palco para receber das mãos da coordenadora de gestão de pessoas, da secretária adjunta e de representantes das Coordenadorias Regionais o troféu do congresso.