Barra de Impressão

Prefeitura Regional Perus


Início - Secretarias - Regionais - Perus / Notícias


01/08/2017 18h13

Eleições do Conselho Municipal de Política Urbana

Em Perus, a eleição acontecerá na Prefeitura Regional, localizada na Rua Ylídio Figueiredo, 349

No dia 20 de agosto os cidadãos paulistanos poderão eleger 22 representantes titulares e seus respectivos suplentes de onze segmentos da Sociedade Civil no Conselho Municipal de Política Urbana – CMPU.

Para eleição dos representantes será garantido direito a voto a todo e qualquer cidadão com título eleitoral, em situação regular no TRE-SP, pertencente a um dos cartórios do município de São Paulo e emitidos até 31 de dezembro de 2016.

Os eleitores votarão mediante a apresentação de documento oficial de identificação original com foto, acompanhado do título de eleitor (ou do número do mesmo).

O Conselho Municipal de Política Urbana – CMPU, regulamentado pelo Plano Diretor Estratégico do Município de São Paulo como instância de participação popular, é composto por 60 representações, sendo 26 do Poder Público e 34 da Sociedade Civil. Destas, além das 22 eleitas bienalmente, doze são indicações de outros conselhos municipais. Seu objetivo é acompanhar a execução da Politica de Desenvolvimento Urbano do Município, debater e elaborar propostas de projetos de lei de interesse urbanístico, debater diretrizes para as áreas públicas municipais, entre outras atribuições legais.

Conheça as 22 vagas eleitas bienalmente:

- Movimentos de Moradia (4 vagas)
- Associações de Bairro (4 vagas)
- Entidades do Setor empresarial (4 vagas)
- Trabalhadores, por suas entidades sindicais (1 vaga)
- Organização Não Governamental – ONG (1 vaga)
- Entidades Profissionais (1 vaga)
- Entidades Acadêmicas e de Pesquisa (2 vagas)
- Movimentos Ambientalistas (2 vagas)
- Movimentos de Mobilidade Urbana (1 vaga)
- Movimentos Culturais (1 vaga)
- Entidade religiosa (1 vaga)

A população poderá votar nas chapas e/ou nas entidades que disputarão dois segmentos: Movimentos de Moradia e Associações de Bairro. Seguindo a ordem de análise das chapas, a Comissão Eleitoral Paritária determinou os seguintes números de identificação no processo eleitoral:

Associações de Bairro
11 – Chapa “Por São Paulo”
12 – Chapa “Cidade Viva”
13 – Associação São Benedito Legal

Movimentos de Moradia
21 – Chapa “Moradia é Luta”
22 – Avança Moradia

As seguintes entidades não disputarão no processo eleitoral em decorrência do número de inscrições no segmento serem menores ou iguais às cadeiras disponíveis:
- Entidades do Setor Empresarial: chapa “Diálogo Urbano”
- Organização Não Governamental – ONG: Instituto de Estudos, Formação e Assessoria em Políticas Sociais (Pólis)
- Entidades Profissionais: Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento São Paulo (IABsp)
- Entidades Acadêmicas e de Pesquisa: Faculdade de Arquitetura da Universidade de São Paulo (FAUUSP) e Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie do Instituto Presbiteriano Mackenzie
- Movimentos Ambientalistas: Conselho Brasileiro de Construção Sustentável (CBCS)
- Movimentos de Mobilidade Urbana: Instituto São Paulo Sustentável / Ciclocidade
- Movimentos Culturais: Preserva São Paulo (somente titular, sem suplente)

Os segmentos dos Trabalhadores, por suas Entidades Sindicais, e de Entidades Religiosas não apresentaram candidaturas, restando vagas suas representações, em acordo com a Legislação vigente.
 


  • Copyright
  • SAC