Barra de Impressão

Secretaria Municipal de Prefeituras Regionais


Início - Secretarias - Regionais / Notícias


04/01/2017 13h58

Prefeituras Regionais substituem antigas subprefeituras

Com o início da nova gestão da Prefeitura de São Paulo, as antigas subprefeituras passam a se chamar Prefeituras Regionais.

 Com o início da nova gestão da Prefeitura de São Paulo, as antigas subprefeituras passam a se chamar Prefeituras Regionais. Mas não é só a nomenclatura que foi alterada. O Secretário e vice-Prefeito da cidade, Bruno Covas, explica o que mudou, quais serão as novas atribuições e como foi a escolha dos novos Prefeitos Regionais.

Por que alterar subprefeituras para Prefeituras Regionais?
Bruno Covas:
A mudança feita pelo Prefeito João Doria tem diversos motivos. Um deles, como bem observado pelo prefeito, é que quando você fala subprefeito e subprefeitura, você também traduz isso como subpovo, subbairro e suborçamento, o que definitivamente não queremos.

Algo a mais muda ou só a nomenclatura?
BC:
As Prefeituras Regionais passam, a partir de agora, a ser polos descentralizados de gestão. A ideia dar mais autonomia aos prefeitos regionais, com mais eficiência e consequentemente maior capilaridade nos bairros de São Paulo. Com isso e, obviamente, com bons gestores, pretendemos melhorar muito a urbanidade, a zeladoria e todos os serviços sociais na ponta.

E como foram escolhidos os novos prefeitos regionais?
BC:
A escolha pelos nomes dos novos Prefeitos Regionais passou por alguns critérios. São eles: não estar enquadrado na lei de ficha suja, ter formação acadêmica, comprometimento com as metas que serão estabelecidas para cada prefeitura regional, capacidade de se relacionar com a comunidade e relação com a região que será prefeito. Este último ponto, inclusive, é fundamental para agilizar a facilitar o nosso trabalho, uma vez que alguém que já tem contato com determinada região, pode, na maioria dos casos, atuar com mais propriedade.

Todos os nomes já foram definidos? Haverá alguma alteração na configuração das prefeituras regionais?
BC:
Sim, todos os prefeitos regionais foram definidos no ano passado e já estão trabalhando desde cedo do primeiro dia útil de janeiro. Todos fizeram uma transição tranquila e pacífica com seus antecessores. Inclusive, eles já estão no mesmo ritmo do prefeito João Doria, começando cedo e terminando tarde.

Haverá alguma nova configuração e/ou aumento nas novas Prefeituras Regionais?
BC:
Por enquanto, manteremos as 32 Prefeituras Regionais no mesmo formato que era na gestão anterior. Ao longo do tempo, vamos avaliar se há necessidade de mudanças ou de aumento no número de prefeituras regionais.


  • Copyright
  • SAC