14/03/2017 11h54

Share

Museu de Arte de Rua terá intervenções artísticas em todas as regiões da cidade

Com conceito de museu ao ar livre, Prefeitura abre edital para selecionar projetos e ações de pintura de rua no Centro e nas zonas Norte, Sul, Leste e Oeste



Na última sexta-feira (10), o prefeito João Doria e o secretário municipal de Cultura, André Sturm, lançaram o Museu de Arte de Rua (MAR),projeto dedicado a promover intervenções de arte em paredes e muros de áreas públicas, com o objetivo de colorir todas as regiões da cidade.

Em um primeiro momento, serão selecionados oito projetos e ações de pintura de rua que receberão investimento total de R$ 200 mil, vindos de recursos de patrocinadores. Os artistas terão que indicar, nos projetos, o local onde pretendem fazer as pinturas, desde que seja uma área pública.


A Secretaria Municipal de Cultura (SMC) elaborou um edital com a ajuda de especialistas e artistas atuantes em diversas vertentes da arte urbana. Eles também compõem a Comissão de Assessoria e Assuntos de Arte de Rua, que tem um caráter plural, atual e representativo do cenário deste segmento artístico na cidade.

As inscrições ficarão abertas de 13 de março a 13 de abril e podem ser feitas pessoalmente, na sede da secretaria, ou por meio de envio do projeto por correio, com aviso de recebimento ou SEDEX. A proposta enviada deverá indicar o local no qual se pretende desenvolver o trabalho.


A seleção será realizada por outra comissão, anunciada após a abertura das inscrições, que terá participação da sociedade civil. Ao todo, oito projetos e ações de pintura de rua serão selecionados. Os coletivos que enviarem suas propostas deverão obedecer aos critérios:


MÓDULO 1 – projetos de grupo de artistas ou coletivos artísticos com, no mínimo, seis integrantes. Serão selecionadas quatro propostas de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais) cada;
MÓDULO 2 – projetos de grupo de artistas ou coletivos artísticos com, no mínimo, três integrantes. Serão selecionadas quatro propostas de R$ 10.000,00 (dez mil reais) cada.

Os valores serão utilizados para financiar o pagamento dos artistas envolvidos, materiais, equipamentos, despesas de produção, registro e divulgação. Por meio de patrocínio de empresas interessadas neste projeto que promete mudar a cara da cidade, a Secretaria Municipal de Cultura disponibilizará também as tintas aos artistas.