É oficial: Itaquera possui 14 espaços adotados!

Publicação no Diário Oficial legitima a adoção de 14 áreas públicas no bairro por meio do programa “Adote uma Praça”

Nayara Ungarato e Fernanda Genovez

Lançado pela Prefeitura de São Paulo, o projeto “Adote uma Praça” anda fazendo sucesso em Itaquera. Nesta quarta-feira (23/05) foi oficializada no Diário Oficial, a parceria entre a Prefeitura Regional Itaquera e mais dois adotantes: as empresas Vegeter e Central Pet.

No mês passado também foram publicados outros oito termos de adotantes de praças e canteiros, que variam entre pessoas físicas e jurídicas. Agora, ao todo, a região possui 14 extensões municipais adotadas. 

Exemplo de placa permitida para implantar nos espaços adotados (Foto: arquivo pessoal)

Dentre os locais que foram adotados estão: 

1) Praça Affonso Mussolino (adotada pela Casa de Saúde Santa Marcelina);

2) Canteiro central da Avenida Farah Maluf, do número 1.460 ao 1.482 (adotado pela RENOVO – RNV Comércio de Peças Automotivas e Serviços Ltda.); 

3) Praça da Rua Oliveira Brandão, com a Rua Virgínia Ferni (adotada pelo IMSP - Instituto Mãos em São Paulo); 

4) Praça Jauarapa, localizada na Rua Damásio Pinto, com a Avenida José Pinheiro Borges (adotada pelo morador do bairro Raul do Prado Andrade); 

5) Canteiro localizado na Avenida Líder, com a Rua Serrada Divisões (adotado pela AUTOLEX Baterias Ltda.);

6) Praça Maiacá, localizada entre as Avenidas Itaquera, Prof. Edgar Santos e Osvaldo Valle Cordeiro (adotada pela AUTOLEX Baterias Ltda.);

7) Praça localizada na Rua Henrique Rodrigues Peres com a Avenida Oswaldo Valle Cordeiro (adotada pela AUTOLEX Baterias Ltda.);

8) Praça Lídio Francisco Alves, localizada entre as Ruas Aturiá e Urarema (adotada pela AUTOLEX Baterias Ltda.);

9) Praça Vila Bandeirantes, localizada no cruzamento da Avenida Itaquera com a Rua Serra das Divisões (adotada pela AUTOLEX Baterias Ltda.);

10) Área ajardinada, localizada na Rua João Radai Benegulo, com a Rua Dr. Aureliano Barreiros (adotada pelo Parque de Diversões Marida Ltda. - ME);

11) Área ajardinada (triângulo), entre as Ruas Toledo Castelanos e Arcádia Paulistana (adotado pela empresa Dog do Bocão);

12) Praça Dr. Sylvio Jorge Martins, com a Avenida Campanella, 1900 (adotada pelo morador do bairro Marcus Jorge da Silva).

13) Canteiro da Rua Lagoa Salgada com a Rua Aureliano Barreiros (adotado pela Central Pet).

14) Canteiro central da Rua Lagoa Salgada (adotado pela empresa Vegeter).

Adoção facilitada

Com o aprimoramento do programa “Adote uma Praça”, as adoções foram desburocratizadas. A nova regra permite que o interessado apresente na Prefeitura Regional responsável pela área pretendida apenas o nome, RG ou CNPJ e endereço da residência ou empresa. A solicitação deverá ser analisada em um prazo máximo de cinco dias úteis. O objetivo da Prefeitura de São Paulo é que cinco mil áreas verdes, de todas as regiões da cidade, sejam conservadas por parceiros. O programa requer que empresas, por meio de Termos de Cooperação, assumam o compromisso de cuidar do espaço adotado durante um ano. Em troca, terá direito, se desejar, a uma placa no local com nome da empresa, instituição, nome pessoal ou da família, de acordo com a Lei Cidade Limpa.

História

Durante a gestão de Mário Covas no município (1983-1985), o projeto para a recuperação de praças plantou, em dois anos, mais de 100 mil árvores por meio de parcerias com entidades privadas. Já na época, as empresas eram responsáveis pela conservação do verde em áreas públicas em troca de publicidade. Ao todo, 346 organizações aderiram às parcerias, beneficiando 1,3 milhão de metros quadrados. Por fim, a Prefeitura realizou serviço de conservação de 6,5 milhões de metros quadrados de áreas verdes.

 

Assista o vídeo da reportagem: https://youtu.be/oVThiP0Tkfs

Acesse o informativo ao adotante AQUI.

Acesse o requerimento para adoção AQUI.

Acesse a lista de documentos necessários para adoção AQUI

Acesse o Decreto Nº 57583-2017 AQUI.