Conselho Participativo: apuração em curso.

Mais de 800 pessoas votaram só aqui, em Capela do Socorro.

Cerca de 18.500 cidadãos compareceram às urnas no último domingo, 3 de dezembro, em toda a Cidade, para eleger o Conselho Participativo Municipal (CPM). Só aqui em Capela do Socorro, foram quase 800 votantes: 102 no distrito de Socorro, 175 em Cidade Dutra e mais de 500 no distrito do Grajaú. A apuração está em curso e deve ser anunciada no fim da semana.

O Conselho Participativo Municipal é um organismo autônomo da sociedade civil, reconhecido pelo Poder Público Municipal como espaço consultivo e de representação da sociedade nas 32 prefeituras regionais da cidade. Foram criados por meio da Lei Municipal nº 15.764, de 27 de maio de 2013, e foi regulamentado pelo Decreto nº 54.156, de 1º de agosto de 2013.

Sua função é exercer o controle social, assegurando a participação da sociedade, no planejamento e fiscalização das ações e gastos públicos nas regiões, como também sugerindo ações e políticas públicas nos territórios.

O Conselho Participativo Municipal é formado exclusivamente por representantes da sociedade civil eleitos pelos moradores de cada distrito da cidade de São Paulo. O número de conselheiros varia de acordo com a distribuição da população das prefeituras regionais e seus distritos. Cada Conselho terá, no mínimo, 19 representantes e, no máximo, 51 representantes.

Os conselheiros são eleitos por voto direto, secreto, facultativo e universal de todas as pessoas com mais de 16 anos e residentes em São Paulo.

 

Quase 800 estiveram nas seções de Capela do Socorro para votar nos candidatos ao Conselho Participativo Municipal