08/08/2011 15h19

Share

Pessoas com deficiência visual ganham máquinas em braille

Parceria entre Ministério Publico do Trabalho, INSS, Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida e Associação Laramara, viabiliza a distribuição de máquinas de escrever em braille para 133 cegos

Em evento realizado no dia 5 de agosto, na sede do Ministério Público do Trabalho em São Paulo, foram distribuídas 133 máquinas de escrever em braille, com valor correspondente a R$ 250.000,00 como doação para pessoas com deficiência visual assistidos pela Laramara - Associação Brasileira de Assistência ao Deficiente Visual.

A iniciativa faz parte do Programa de Concessão de Acesso às Tecnologias Assistivas, idealizado pela Gerência Executiva INSS São Paulo Centro e que tem como parceiros o Ministério Público do Trabalho - 2ª Região/SP e a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida. Dentro dessa parceria os acordos judiciais realizados no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região/SP têm gerado doações para compra de equipamentos que beneficiam e facilitam o acesso das pessoas com deficiência ao mercado de trabalho.

Durante a cerimônia, que contou com a participação dos parceiros, apoiadores e beneficiários do Programa, Sanieli de Almeida (18 anos), que está se preparando para ingressar no mercado de trabalho, destacou o significado de possuir o equipamento: “Todos nós temos direito a ler e escrever, por isso a máquina braille é tão importante para nós, cegos”. Também Everaldo Aparecido de Oliveira (38 anos), que perdeu a visão depois de adulto, expressou o seu contentamento “Aprendi o [método] Braille há três meses e agora, com a máquina braille tenho como ler e escrever”.

Para Marcos Belizário, Secretário Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPED), o evento foi significativo para marcar o resultado dessa parceria com o Ministério Público do Trabalho e o INSS. Ressaltou também a satisfação de ter sido essa a segunda ação, na mesma semana, voltada para pessoas com deficiência visual. A outra, que ocorreu no dia 4 de agosto, foi a entrega para a Biblioteca da Câmara Municipal das edições completas em braille das leis Orgânica do Município, de Mudança do Clima (14.933/2009), Cidade Limpa (14.223/2006), Código Sanitário do Município (13.725/2004), além da que consolida a legislação municipal sobre honrarias, símbolos e matéria correlata (14.472/2007). Obras que também comporão os acervos das bibliotecas municipais que concentram acervos em braille.

Esta iniciativa faz parte do Termo de Cooperação Técnica (009/2010) assinado pela Prefeitura de São Paulo, Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPED) e Senado Federal, para impressão gratuita em braille pelo Senado das publicações solicitadas pela SMPED, visando à inclusão social das Pessoas com Deficiência Visual.

A próxima ação nesse sentido será a entrega de 50 cópias, de 15 títulos, para o acervo de obras disponíveis para o público com deficiência visual na Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo (OAB/SP) e Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.


Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPED)
Assessoria de Comunicação e Imprensa
Tel.: (011) 3913-4070 // 4071 // 4072 // 4073
Cel.: 8875-9732
smcardona@prefeitura.sp.gov.br
claudiajesus@prefeitura.sp.gov.br
lincolnsilva@prefeitura.sp.gov.br