Técnicos da SMPED participam do mutirão de recuperação de calçadas no Itaim Paulista

Primeira edição do programa ‘Mutirão Mário Covas’ priorizou reforma do passeio público para garantia de acessibilidade da população da zona leste da capital

Com o objetivo de melhorar a mobilidade dos moradores da cidade, a Prefeitura de São Paulo realizou no último domingo, 8 de janeiro, o primeiro “Mutirão Mário Covas, ação que promove restauração das calçadas, além de serviços de zeladoria junto à população.

Esta primeira edição do programa aconteceu na região do Itaim Paulista, zona leste de São Paulo, nos arredores de diversos pontos de serviços municipais, como o Parque Santa Amélia, a Escola Municipal de Ensino Infantil (EMEI) Profª Maria da Conceição Vieira Pereira e o Centro de Convivência e Cooperativa (CECCO) Parque Santa Amélia.

Participaram da ação o prefeito João Dória, acompanhado do vice-prefeito Bruno Covas, além dos secretários municipais que ‘colocaram a mão na massa’ ajudando na reforma e ouvindo as demandas dos moradores: “Queremos dar um exemplo, atitude e representatividade para os secretários, servidores e principalmente a população”, falou Dória.

Engenheiros e Arquitetos da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED) realizaram uma vistoria do local para levantar os problemas relacionados à mobilidade: “O principal empecilho que observamos foi a arborização, pois as raízes das árvores foram crescendo e quebrando as calçadas. Agora nós da SMPED, juntamente com o colegiado da Comissão Permanente de Acessibilidade (CPA), vamos fazer um estudo para definirmos a melhor alternativa para conciliar acessibilidade e o meio ambiente”, explicou o secretário executivo da Comissão Permanente de Acessibilidade da SMPED, João Carlos da Silva, no evento.

O secretário municipal da Pessoa com Deficiência, Cid Torquato, enfatizou a importância da ação para toda a população com e sem deficiência: “As calçadas em boa qualidade beneficiam todas as pessoas, as que usam cadeira de rodas, as mães com carrinhos de bebê, além de mulheres de salto alto e idosos. Por isto, esta gestão tratará a mobilidade a pé como prioridade”, completou Cid.

Moradora da região há mais de dez anos, a idosa Lucilia Santos alertou a equipe municipal sobre os problemas que enfrenta no entorno do Parque Santa Amélia: “A segurança e as calçadas são muito precárias no bairro. Temos muito medo de assalto e até receio de sair de casa. Eu, por exemplo, já caí no meio da rua por causa de um buraco na calçada. Por isto esta reforma geral, com poda de árvores, construção de rampas na entrada da escola e limpeza do parque, é muito positiva a todos”, disse Lucilia.

O Mutirão Mário Covas será realizado semanalmente, priorizando regiões periféricas da capital.