Share

Curso: Cirandas de saberes

 A ciranda é uma dança tipicamente brasileira, tendo recebido influências das danças da Europa vindas através dos portugueses e espanhóis. Com origem em Pernambuco, enraizou em nosso solo e se espalhou por todo o Brasil. É considerada por alguns autores a dança mais democrática que existe, qualquer um pode entrar na roda independente de sexo, cor, idade, condição socioeconômica e cultural. Também não há limite de participantes, se o espaço fica pequeno formam-se rodas concêntricas para incluir a todos.
Dançada em círculo onde existe um centro comum, os passos em ritmo cadenciado convidam ao vai e vem das ondas do mar, do movimento de ir e vir da vida, do fazer juntos a partir das mãos dadas nos passos realizados em comum.
Pela ciranda convidamos a refletir sobre o meio natural, a cultura, a produção da cidade e a vida. O curso é uma proposta transdisciplinar de mesclar os passos e movimentos das cirandas com os saberes diversos sobre a evolução da vida, arquitetura das plantas, equilíbrio, cultura de paz e educação.


Cronograma:

24/janeiro: ORIGEM DA VIDA NA TERRA com Débora Pontalti Marcondes – a vida surge em um mundo quente, quase letal para muitos dos que vivem na Terra hoje. Mas como numa Ciranda, a vida se desenvolve. Num ritmo lento e repetido, acolhendo o diverso, um mar de cores e formas surge, molda e é moldado pela Terra.

31/janeiro: INTEGRAÇÃO DA NATUREZA com Vitor Lucato - a arte de transformar espaços, buscando o equilíbrio nas relações, sempre esteve presente na história da Terra. Conhecer a arquitetura das plantas e como a natureza funciona instiga a reflexão e ampliação de consciência.

07/fevereiro: CIRANDA DE CULTURAS com Rose Marie Inojosa - A arte de conviver. Como a biodiversidade, a diversidade de culturas é um tesouro vivo do Planeta, engendrado no diálogo da espécie humana com cada espaço e momento histórico. Também é caixa de Pandora, de onde pulam conflitos e pestes como os preconceitos. Como viver juntos? Vamos conversar sobre essas dimensões, cirandando.

14/fevereiro: EXPERIMENTANDO PROCESSOS EDUCATIVOS NA CIDADE com Lia Salomão - Quais processos educativos experimentamos na Cidade? Que transformações urbanas podem ser sonhadas a partir de um olhar educativo sobre os territórios? Neste encontro olharemos a cidade, seus elementos e interações como centrais a processos educativos que pretendem construir novas relações entre o homem e o meio.

21/fevereiro: CIRCULANDO NAS CIRANDAS com Estela Gomes - após o percurso em quatro encontros propomos rever os passos e movimentos das danças, resgatar sentidos, circular saberes, refletir sobre o processo, trocar, compartilhar e avaliar.

Vagas: 50
Público: prioritariamente agentes socioambientais urbanos formados pelo Programa Carta da Terra em Ação, educadores ambientais e educadores/professores em geral.

Facilitação: Débora Pontalti Marcondes; Estela Gomes; Lia Salomão; Rose Marie Inojosa e Vitor Lucato.
Coordenação: Estela Gomes

Dias: 24 e 31 de janeiro de 2017; 7, 14 e 21 de fevereiro de 2017, terças-feiras
Horário: das 19h às 22h
Local: Sede da UMAPAZ – Parque Ibirapuera. Av. Quarto Centenário, 1268.
Pedestres: Portão 7A.
Estacionamento: Portão 7 da Av. República do Líbano (Zona Azul).

Inscrições encerradas!

 

» Clique aqui e veja todas as atividades da UMAPAZ

 

 

Como chegar na UMAPAZ: