Seção Técnica de Arborização

Conheça mais sobre o trabalho desta seção.

A Seção Técnica de Arborização, pertencente ao Depave-2, tem como atribuição fomentar a arborização no município de São Paulo e realizar ações que contribuam para a ampliação da cobertura vegetal, melhorando a qualidade de vida da cidade.

Para que se efetivem tais ações é necessário o adequado planejamento da arborização, envolvendo todos os segmentos que a compõem. O processo se inicia no diagnóstico de áreas com potencial em arborizar, realizado geralmente pelas subprefeituras e Divisões de Gestão Descentralizada - DGDs, pertencentes a SVMA, ou muitas vezes em conjunto.

Após essa etapa, ocorre a definição das espécies arbóreas a serem utilizadas, que exige um diálogo com a Seção Técnica de Arborização, uma vez que esta juntamente com a Seção Técnica de Produção são as principais fontes fornecedoras de mudas.

As mudas fornecidas são provenientes de:
- Termo de Compromisso Ambiental (TCA) e seguem o “padrão Depave”, considerado o padrão ideal para a arborização urbana, que é: espécies nativas do Brasil, altura mínima de 2, 50 m, diâmetro a altura do peito (DAP) mínimo de 3 cm, primeira bifurcação a 1,80 m, sistema radicular consolidado no substrato e embalagens (potes flexíveis) com volume mínimo de 12 litros.

A definição das espécies é a etapa que influencia diretamente as atividades dessa Seção Técnica, pois através dela é possível direcionar o recebimento das mudas provenientes de TCA, para contribuir para a ampliação do verde urbano, com a qualidade e o padrão necessários.

Procedimentos para entrega de TCA - clique aqui

  O processo então é finalizado com a execução e o monitoramento da arborização. A execução é o plantio propriamente dito, que se dá pelas subprefeituras ou pelas equipes de plantio terceirizadas por meio de contratação pela SVMA, sob responsabilidade dos DGDs, sempre em conformidade com as Normas Técnicas para Projeto e Implantação de Arborização em Vias e Áreas Livres Públicas do Município de São Paulo. A compilação dos dados quantitativos dos plantios é realizado também por esta Seção Técnica, que após publicação da Portaria 8/09 – SVMA tornou-se responsável pela coleta e sistematização periódica das informações referentes aos plantios de exemplares arbóreos realizados pela Prefeitura da Cidade de São Paulo, direta ou indiretamente.
 

Confira aqui o estoque de árvores disponíveis do setor

 

Para o munícipe residente na cidade de São Paulo que deseja realizar um plantio de árvore na calçada de seu imóvel residencial ou dentro dele conheça a Campanha Permanente de Incentivo à Arborização - clique aqui e saiba mais

 

 Principais projetos com participação da Seção Técnica de Arborização

• Programa de Arborização Urbana - Ampliação e Re-qualificação da Cobertura Vegetal do Município de São Paulo: elaboração e desenvolvimento do programa de arborização urbana do município, em vigor atualmente, aprovado em Audiência Pública na Câmara Municipal de São Paulo - Março de 2005

• Programa Ação-Centro (Pró-Centro): Plano Diretor de Arborização de Vias Públicas nos Distritos Sé e República

• SISGAU: Desenvolvimento do Sistema de Gerenciamento de Árvores Urbanas

• Parceria com Instituto Biológico: Determinação de Procedimentos de Controle de Cupins de Hábito Subterrâneo na Arborização Urbana da Cidade de São Paulo

• Desenvolvimento de especificação técnica para contratação de serviços de manutenção de árvores consolidadas

• Treinamento realizado para procedimentos de poda e manutenção e dos equipamentos utilizados no contrato de manutenção de árvores consolidadas

• Portaria nº 08/SVMA/2009: atribui a DEPAVE-2 a responsabilidade pela coleta e sistematização periódica das informações referentes aos plantios de árvores realizados pela Prefeitura do Município de São Paulo

• Campanha Permanente de Incentivo a Arborização Urbana: serviço ambiental de doação de mudas de árvores a munícipes da cidade de São Paulo, a partir dos parques municipais. Regulamentada pela Lei nº 12.196/1996; Decreto nº 37.587/1998 e Portaria nº 91/SVMA-G/98

• Portaria nº 1391/2009: constitui Grupo de Trabalho Intersecretarial para análise, estudo e implantação do Programa de Arborização dos corredores de veículos da cidade de São Paulo, visando a diminuição dos índices de poluição sonora

• Portaria nº 85/SVMA-G/2010: revisão das normas e especificações para recebimento de mudas de árvores provenientes de TCA, bem como de outras obrigações contratadas com a SVMA

• Reuniões periódicas com viveiristas / SINDUSCON para definição de critérios para implantação da Portaria nº 85/SVMA-G/2010 e fomento da produção de mudas de árvores

• Criação de Grupo de Trabalho para dar continuidade aos estudos de procedimentos para controle de cupins de hábito subterrâneo na arborização urbana da cidade de São Paulo

• Portaria nº 122/SVMA/2010: constitui Comissão de Trabalho para discutir e propor ações e atividades de SVMA relativos a arborização do município de São Paulo

• Portaria nº 45/SVMA-G/2011: constitui Grupo de Trabalho para análise e revisão do Manual Técnico de Arborização Urbana (alterada pela Portaria Intersecretarial 01/SVMA-SMSP/2011)

• Portaria nº 46/SVMA-G/2011: constitui Grupo de Trabalho para análise e revisão do Manual Técnico de Poda (alterada pela Portaria Intersecretarial 02/SVMA-SMSP/2011)

• Portaria nº 47/SVMA-G/2011: constitui Grupo de Trabalho para análise e multiplicação do Sistema de Gerenciamento de Árvores Urbanas - SISGAU

• Elaboração de lista de espécies indicadas para arborização do viário (parte integrante do Manual de Arborização Urbana - nova versão)

• Criação de projeto piloto para implantação de ações de arborização dos corredores de veículos da cidade de São Paulo, referente a Portaria nº 1391/2009

• Participação no Grupo de Trabalho para proposta de atualização do mapeamento da “Vegetação Significativa do Município de São Paulo

• Colaboração no programa Zeladores de Praça

• Colaboração no programa de agricultura urbana (PROAURP)

• Aprimoramento do sistema de irrigação do Viveiro Manequinho Lopes