Share

Ibirapuera

 

Av. Pedro Álvares Cabral, s/n (Portão 10) – Vila Mariana
Subprefeitura Vila Mariana
Área: 1.584.000 m²
Funcionamento: diariamente das 5h às 0h - Fone: (11) 5574-5045 – Fax: (11) 5573-4180

 O Parque Ibirapuera possui portões com horários e atendimentos diferenciados. Confira:

Acesso a pedestres:
- Avenida IV Centenário, portões: 05, 06 e 07A (UMAPAZ);
- Avenida Pedro Álvares Cabral, portões: 02, 03, 04, 09 e 10.
- Avenida República do Líbano, portões: 07, 08 e 09A.

Acesso a veículos:
- Avenida Pedro Álvares Cabral – Portões: 01 - Serviços Auditório Ibirapuera, 03 - Livre mediante uso cartão Zona Azul, possibilitando acesso a vários bolsões de estacionamento) e 10 - apenas a credenciados, não podendo, portanto, ser utilizado por visitantes.
- Avenida República do Líbano – Portão 07 - Livre mediante uso cartão Zona Azul.

Horário dos Portões:
- Portões: 02, 03, 05 e 10, das 05h às 00h.
- Portões: 04, 06 e 09, das 05h às 22h.
- Portões: 07, 08 e 09A, das 06h às 20h.
- Portão: 07A, das 07h às 17h.

Horário dos Portões, somente aos sábados no “Ibira 24h”:
- Portões de acesso a veículos fecham às 22h00, todos os veículos no interior do Parque devem sair até meia-noite, exceto veículos credenciados.
- Portões de acesso a pedestres fecham às 22h, exceto os Portões 02 e 10 com livre acesso 24h.

Recomenda-se ao visitante o uso dos meios de transporte: ônibus, integração metro-ônibus, táxi, bicicleta ou a pé.

Mais informações para acessos e conduções ao parque, entre em contato com a SPTRANS pelo telefone 156 ou site: www.sptrans.com.br

Confira:
Mapa de localização
Passeio virtual - Conheça o Parque seguindo as trilhas

Sobre o Parque
Ano de inauguração: 1954

INFRAESTRUTURA
Pista de Cooper, parque infantil, lanchonetes, áreas de estar, ciclofaixa, bicicletário com aluguel de bicicleta, fonte multimídia, quadras poliesportivas, campos de futebol, aparelhos de ginástica e Praça Burle Marx.
Funcionam também na área do parque: Escola de Jardinagem, Divisão Fauna, Viveiro Manequinho Lopes, Planetário e Escola Municipal de Astrofísica, UMAPAZ, Herbário, Museu Afro-Brasil, CECCO (SMS), Pavilhão das Culturas Brasileiras, OCA e Bosque da Leitura (SMC), Fundação Bienal, Auditório Ibirapuera, MAC, MAM e Pavilhão Japonês.

PARTICULARIDADES
Inaugurado em 21 de agosto de 1954 durante as comemorações do IV Centenário de São Paulo, o projeto do Parque foi concebido pelos arquitetos Oscar Niemeyer, Ulhôa Cavalcanti, Zenon Lotufo, Eduardo Kneese de Mello, Ícaro de Castro Mello, além do paisagista Augusto Teixeira Mendes.
Vegetação implantada constituída de eucaliptal com sub-bosque, bosques heterogêneos, jardins, gramados e alamedas de alecrim-de-campinas, alfeneiro, bambu-chinês, chichá, falsa-figueira-benjamim, guariroba, ipê-roxo, jerivá e seafórtia. Há conjuntos de carvalho-brasileiro, jaqueira, pínus e sete-capotes e exemplares isolados de espécies como figueira-de-bengala, pau-brasil, pau-ferro e tamareira-das-canárias. Num trecho do Córrego do Sapateiro há vegetação ribeirinha espontânea protegida por uma cerca. Foram registradas 494 espécies, das quais 16 estão ameaçadas como a cabreúva, o chichá e o pau-marfim. O Viveiro Manequinho Lopes produz mudas de espécies ornamentais herbáceas, arbustivas, trepadeiras, de interior e plantas medicinais para uso no município, além de receber e distribuir mudas de árvores usadas nos programas de arborização urbana. O parque conta ainda com as coleções de plantas ornamentais, hortícolas e medicinais do campo experimental da Escola de Jardinagem que o utiliza nas aulas práticas de seus cursos.
São 218 espécies que dividem espaço com milhares de usuários, sendo 35 de borboletas, 10 de peixes, oito de répteis (cágados, tigres-d’água e serpentes), uma de anfíbio, mamíferos incluindo morcegos e gambá-de-orelha-preta e, 156 espécies de aves. No lago, colhereiro, cabeça-seca e marreca-parda já foram observadas. Nos gramados, joão-de-barro, canário-da-terra e cardeais. Nos bosques, ouve-se a balburdia de papagaios, maracanãs e periquitos, e melodias de sabiás, que parecem competir com o ruído “urbano”. É possível observar várias espécies de beija-flores, pica-paus, pombos silvestres e papa-moscas e representantes migratórios, que aqui chegam na primavera. Nesse período, araponga, sabiá-ferreiro e os anambés fazem “escala” rápida no parque e seguem viagem para áreas mais florestadas da cidade. A grande quantidade de aves atrai predadores como o gavião-de-cauda-curta, gavião-de-cabeça-cinza, gavião-miúdo, quiri-quiri, falcão-de-coleira e peregrino, além de corujas como mocho-diabo. O “martelar” das arapongas, sem dúvida, é o canto que mais chama atenção do público, formando uma legião de curiosos debaixo de seus poleiros. Também chama atenção a borboleta gema, pela mancha alaranjada sobre o fundo amarelo de suas asas.
O parque é um dos destinos mais procurados pela população paulistana e também uma das mais importantes áreas verdes, de cultura e lazer da cidade.

CICLOFAIXA DE LAZER:
Circuito Zona Oeste e Circuito Paulista Centro - funciona aos domingos e feriados, das 7h as 16h.

ÔNIBUS:
175T-10 – Metrô Santana – Metrô Jabaquara
477U-10 – Heliópolis – Shop. Iguatemi (Cir.)
509M-10 – Jd. Miriam – Term. Princ. Isabel
5154-10 – Term. Sto. Amaro – Est. da Luz
5164-21 – Cidade Leonor – Pq. Ibirapuera
5175-10 – Balneário São Fco. – Pça. da Sé
5178-10 – Jd. Miriam – Lgo. São Francisco
5185-10 – Term. Guarapiranga – Pq. D. Pedro II
5194-10 – Jd. São Jorge até Apurá – Lgo. São Francisco
5300-10 – Term. Sto Amaro – Term. Pq. D. Pedro II
+ informações: www.sptrans.com.br 


 

11º EDIÇÃO PROJETO TEATRO NOS PARQUES 2016
Sábado 02 de Julho de 2016, horário das apresentações às 11h e 16h
Apresentação teatral, gratuita, para os frequentadores do parque com grupos selecionados pela produção do Projeto.

02/07 - SÁBADO - 11h
Espetáculo: Meu Quintal é maior que o Mundo
Teatro Widia
Em um quintal maior do que o mundo, atores, crianças, jovens e adultos se encontram para brincar, fazer poesia e teatro. Onde o olho vê, a lembrança revê e a imaginação transvê a obra do poeta pantaneiro Manoel de Barros.
Gênero: Comédia Poética
Duração: 60 min.

02/07 - SÁBADO - 16h
Espetáculo: Boi Manjarra – Sambada de Cavalo Marinho
Grupo Manjarra
Ao som de instrumentos folgazões comemoram o grande baile oferecido pelo Capitão Marinho. No decorrer da festa, bonecos gigantes e figuras mascaradas aparecem para contar suas curiosas histórias.
A festa se completa com a participação do público que não fica indiferente à passagem do colorido cortejo e se une à brincadeira para festejar, formando uma roda para cantar e dançar os cocos de despedidas.
Gênero: Comédia
Duração: 80 min.

Responsável: Cooperativa Paulista de Teatro – Teatro nos parques

Olimpiadas da Leitura – Dia de ler todo dia
Domingo 31 de Julho de 2016, durante o dia
O objetivo da Olimpíada da Leitura é despertar a sociedade para a importância de ler como ferramenta essencial para o desenvolvimento individual e colocar a leitura na pauta das preocupações das famílias, professores e governos. Com criatividade e vontade, os livros tornam a vida muito mais agradável, mais interessante e cabem em todos os momentos do cotidiano. Serão propostas atividades físicas associadas à leitura.
Responsável : Prefeitura Municipal de Barueri – Secretaria de Cultura e Turismo

Espetáculo da Fonte Multimídia
Segunda a Sexta, 12h00 às 14h00 | 20h00 às 22h00. Show das águas.
Sábado e Domingo, 20h30 às 21h00 | 21h00 às 21h30. Show das águas com projeção de luzes e som.
Informações: www.divinacomedia.com.br
Responsável: PMSP e Pão de Açúcar – Divina Comédia Produções Artísticas

25º ANIVERSÁRIO DA LEI DE COTAS
Sexta 22 de julho de 2016 das 9h às 16h
O Evento Lei de Cotas tem o objetivo de comemorar o progresso e reforçar a importância da inserção da pessoa com deficiência no mercado de trabalho. A data será celebrada com uma série de apresentações musicais. Ato de homenagem ao lei de cotas e Apresentações artísticas: Sarah; Grupo da Nurap; Banda Música do Silêncio; Giovana Maira; Bonecos da APAE; Galera do Click.
Responsável: Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida

Dia Internacional de Yoga das Nações Unidas
Terça-feira 21 de Junho das 10h30 às 13h
Celebração do ‘Dia Internacional de Yoga das Nações Unidas’, data estabelecida com a finalidade de promover um melhor estilo de vida aos cidadãos de todo o mundo por meio da prática e da filosofia do Yoga.
Responsável: Consulado Geral da Índia

3 JUL 2016 | 18h
SAMSUNG E-FESTIVAL INSTRUMENTAL
com ORQUESTRA JUVENIL HELIÓPOLIS

participação especial VANESSA DA MATA e o vencedor do SAMSUNG E-FESTIVAL INSTRUMENTAL
A Orquestra Juvenil Heliópolis, formada por 60 jovens instrumentistas, sobe ao palco do Auditório Ibirapuera para apresentar um espetáculo que conta com a participação especial da cantora Vanessa da Mata e do vencedor do Samsung E-Festival Instrumental.

10 JUL 2016 | 17h30
SAMSUNG BEST OF BLUES
com Richie Sambora e Orianthi

O duo RSO, formado por Richie Sambora (guitarrista e ex-integrante da banda Bon Jovi) e Orianthi Panagaris (guitarrista, cantora e ex-integrante da banda de Alice Cooper), mostra um repertório que evidencia a evolução do blues ao rock. O evento conta ainda com a apresentação do guitarrista Igor Prado e das bandas Mustache e os Apaches e os Lontras.
duração: 90 minutos (aproximadamente)
ingressos: Gratuito. Plateia externa
[livre para todos os públicos]
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br
Responsável: Auditório Ibirapuera

Acesso: Av. Pedro Álvares Cabral - Portão 03
Contato: 3629-1075 | info@auditorioibirapuera.com.br
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br

1 JUL 2016 | 21h
OCAM

regência maestro William Coelho
participação especial Dan Tolomony (violino), Dayvison Costa (trompete) e Letícia Maia (flauta)
A Orquestra de Câmara (Ocam) da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP) sobe ao palco do Auditório Ibirapuera, sob regência do maestro William Coelho, para mostrar obras de Vivaldi, Dvorák, Mendelssohn e Haydn. O espetáculo conta com a participação especial dos músicos Dan Tolomony (violino), Dayvison Costa (trompete) e Letícia Maia (flauta).
duração: 90 minutos (aproximadamente)
ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)
[livre para todos os públicos]
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

2 JUL 2016 | 15, 18h e 21h
RISADARIA 2016

No dia 2 de julho (sábado), às 15h, às 18h e às 21h, o Auditório Ibirapuera recebe algumas atrações do Risadaria 2016. O espetáculo Música Divertida Brasileira, com Rafael Cortez e a banda Pedra Letícia, abre a programação, às 15h. O show musical de humor resgata o cancioneiro brasileiro das décadas de 1920 a 1980, apresentando canções com novos arranjos e uma levada dançante de pop e rock.
Às 18h e às 21h, acontecem as sessões do Risadaria SuperShows. Os humoristas, Fabiano Cambota, Marcos Casuo, Rafael Cortez, Rodrigo Capella e Victor Sarro se revezam no palco para mostrar o melhor do stand-up e do improviso.

Música Divertida Brasileira
com Rafael Cortez e Banda Pedra Letícia

Às 15h
duração: 75 minutos (aproximadamente)
ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)
[classificação indicativa: 16 anos]
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

Risadaria SuperShows
com Fabiano Cambota, Marcos Casuo, Rafel Cortez, Rodrigo Capella e Victor Sarro
Às 18h e às 21h

duração: 75 minutos (aproximadamente)
ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)
[classificação indicativa: 16 anos]
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

3 JUL 2016 | 18h
SAMSUNG E-FESTIVAL INSTRUMENTAL
com ORQUESTRA JUVENIL HELIÓPOLIS

participação especial VANESSA DA MATA e o vencedor do SAMSUNG E-FESTIVAL INSTRUMENTAL
A Orquestra Juvenil Heliópolis, formada por 60 jovens instrumentistas, sobe ao palco do Auditório Ibirapuera para apresentar um espetáculo que conta com a participação especial da cantora Vanessa da Mata e do vencedor do Samsung E-Festival Instrumental.
duração: 90 minutos (aproximadamente)
ingressos: Gratuito. Plateia externa.
[livre para todos os públicos]
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

8 JUL 2016 | 21h
SUPLA

O cantor sobe ao palco, ao lado dos músicos da Banda Supla, para apresentar o show em comemoração dos seus 30 anos de carreira. No repertório estão novas canções, como “Diga o que Você Pensa” e “Amor entre Dois Diferentes”, os sucessos “Garota de Berlim”, “Green Hair (Japa Girl)” e “Encoleirado”, além de alguns covers.
duração: 70 minutos (aproximadamente)
ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)
[livre para todos os públicos]
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

9 JUL 2016 | 21h
RITCHIE & BLACKTIE

em show de lançamento do disco Ritchie & Blacktie - Old Friends - The Songs of Paul Simon
participação especial Tuco Marcondes
O cantor e compositor inglês Ritchie sobe ao palco do Auditório Ibirapuera, acompanhado pelos músicos do grupo Blacktie – formado por Fabio Tagliaferri, Mario Manga e Swami Jr.–, para a estreia do espetáculo Ritchie & Blacktie – Old Friends – the Songs of Paul Simon e o lançamento do disco homônimo. No repertório da apresentação, que conta com a participação especial de Tuco Marcondes, estão músicas de Paul Simon numa versão acústico-camerística.
duração: 80 minutos (aproximadamente)
ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)
[livre para todos os públicos]
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

10 JUL 2016 | 17h30
SAMSUNG BEST OF BLUES

com Richie Sambora e Orianthi
O duo RSO, formado por Richie Sambora (guitarrista e ex-integrante da banda Bon Jovi) e Orianthi Panagaris (guitarrista, cantora e ex-integrante da banda de Alice Cooper), mostra um repertório que evidencia a evolução do blues ao rock. O evento conta ainda com a apresentação do guitarrista Igor Prado e das bandas Mustache e os Apaches e os Lontras.
duração: 90 minutos (aproximadamente)
ingressos: Gratuito. Plateia externa
[livre para todos os públicos]
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

15 JUL 2016 | 21h
MÚSICA NO FOYER
com SEIS CANTA

O grupo vocal, formado por Amanda Temponi, Ana Ferrini, Everton Dantas, Paulla Zeferino, Raquel Bernardes e Wilson Alves – e que conta ainda com George Ferreira na percussão –, mescla o seu primeiro espetáculo, Meio Fio, com o seu novo projeto, Identidades. A apresentação tem caráter experimental e parte do repertório é composto de peças inéditas.
duração: 60 minutos (aproximadamente)
ingressos: Gratuito. Entrada por ordem de chegada ao foyer do Auditório Ibirapuera.
[livre para todos os públicos]
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

16 JUL 2016 | 16h
BALLET PARAISÓPOLIS
em espetáculo Dançando com a Alma

O grupo formado por 110 crianças do Projeto Ballet Paraisópolis apresenta o espetáculo Dançando com a Alma, como mostra do trabalho realizado durante quatro anos de curso. Composta de um diversiman, com 24 coreografias nas modalidades clássica, neoclássica e contemporânea, a apresentação conta ainda com a participação das bailarinas convidadas Isabella Rodrigues (São Paulo Companhia de Dança) e Sofia Tarragó (Pavilhão D).
duração: 70 minutos (aproximadamente)
ingressos: Gratuito. Distribuição de ingressos na bilheteria do Auditório, uma hora e meia antes da apresentação. Limite de dois ingressos por pessoa. Sujeito à lotação da casa.
[livre para todos os públicos]
A apresentação no Auditório Ibirapuera conta com audiodescrição
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

17 JUL 2016 | 19h
A BARCA

O grupo paulistano – formado por Andre Magalhães, Ari Colares, Chico Saraiva, Laeticia Madsen, Lincoln Antonio, Marcelo Pretto e Renata Amaral –, que pesquisa a cultura popular brasileira, mostra um repertório composto de cantos dos terreiros brasileiros, em que reza é festa e festa é reza.
duração: 90 minutos (aproximadamente)
ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)
[livre para todos os públicos]
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br
A apresentação no Auditório Ibirapuera conta com interpretação na Língua Brasileira de Sinais (Libras)

22 JUL 2016 | 16h
MÚSICA NO FOYER
com CHORANDO EM RÉ MENOR

Formado por Beatriz Pacheco (sax soprano), Leandro Carvalhal (cavaquinho), Leonardo Oliveira (violão 6 cordas), Liw Ferreira (bandolim), Sisa Medeiros (percussão) e Wellington Silva (violão 7 cordas), o grupo presta uma homenagem a Nelson Cavaquinho, apresentando clássicos de sua obra – como “Folhas Secas” e “Juízo Final” –, além de choros tradicionais, que ganham novos arranjos.
duração: 60 minutos (aproximadamente)
ingressos: Gratuito. Entrada por ordem de chegada ao foyer do Auditório Ibirapuera.
[livre para todos os públicos]
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

23 JUL 2016 | 21h
3 MIL TONS

Neste espetáculo, produzido com a colaboração de membros dos principais coletivos de artes de São Paulo, sob coordenação de Aruanda Mundi, três grandes figuras são homenageadas: Milton Santos, Milton Nascimento e Milton Gonçalves. O músico Salloma Salomão utiliza sua própria produção artística para dialogar simultaneamente com o intelectual que se destacou internacionalmente no estudo da geografia, o cantor e compositor que levou a sua música para diversos países e o ator que inaugurou uma estética de contestação negra no teatro e no cinema, a qual denuncia o racismo em relação ao negro na sociedade brasileira e especialmente na mídia. A apresentação conta com quatro narrativas articuladas, interpretadas com música, dança e poética. O objetivo é sensibilizar o público sobre a relevância da produção desses três grandes nomes – através do resgate das culturas negras brasileiras –, que participaram ativamente da inserção do Brasil no mundo contemporâneo.
duração: 70 minutos (aproximadamente)
ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)
[livre para todos os públicos]
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

24 JUL 2016 | 19h
PROGRAMAÇÃO A SER ANUNCIADA DIA 08/JUL

29 JUL 2016 | 16h
MÚSICA NO FOYER
com SAXOFONANDO

em espetáculo Saxofone na Música Clássica
Formado por Beatriz Pacheco (sax soprano), Danilo Rocha (sax alto), Herbert Lucas (sax tenor) e Janderson Bernardo (sax barítono), o quarteto apresenta o espetáculo Saxofone na Música Clássica, que traz um repertório de clássicos da música erudita de compositores como Astor Piazzolla, Jean Françaix, Paquito D’Rivera, Pierre Max Dubois e Ronaldo Miranda.
duração: 60 minutos (aproximadamente)
ingressos: Gratuito. Entrada por ordem de chegada ao foyer do Auditório Ibirapuera.
[livre para todos os públicos]
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

30 JUL 2016 | 21h
EXIBIÇÃO DO FILME A PAIXÃO DE JL

Reconhecido como melhor longa-metragem pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine), A Paixão de JL retrata o cotidiano do artista visual José Leonilson (1957-1993). O documentário foi feito a partir de um diário deixado em fitas cassete. Nele estão as memórias, os comentários e as reflexões de Leonilson sobre acontecimentos da época, inclusive a fase em que ele é diagnosticado com o vírus HIV. Dirigido por Carlos Nader e produzido pelo Itaú Cultural, o filme não só situa momentos de criação do artista, mas também possui um fundo com diversos acontecimentos históricos, como o Plano Collor e a queda do Muro de Berlim.
duração: 82 min
ingressos: Gratuito.Distribuição de ingressos na bilheteria do Auditório, uma hora e meia antes da apresentação. Limite de dois ingressos por pessoa. Sujeito à lotação da casa.
[classificação indicativa:14 anos]
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

31 JUL 2016 | 19h
MARISA ORTH

em Romance Volume III – Agora Vai!
No espetáculo musical Romance Volume III – Agora Vai!, Marisa Orth apresenta um repertório eclético, com canções que vão do amor brega/cult às marchinhas carnavalescas – passando ainda por clássicos da MPB – e cenas do cotidiano romântico universal, com humor e improviso.
duração: 90 minutos (aproximadamente)
ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)
[classificação indicativa: 12 anos]
Informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

Acesso: Av. República do Líbano - Portão 07
Responsável:
CSMB – Serviços de Extensão
Contato:
2291-5763 | e-mail: bosquedaleitura@prefeitura.sp.gov.br
Informações:
www.bibliotecas.sp.gov.br

Bosque da Leitura
Sábados e Domingos, das 10h às 16h

CECCO
Acesso: Av. IV Centenário – Portão 05
Segunda à Sexta, 8h às 17h
Responsável: CECCO Ibirapuera - Contato: 5549-7840 | www.ceccoibirapuera.com.br

O Centro de Convivência e Cooperativa oferece as seguintes oficinas:
Arte em Tecido, Ateliê Livre, Bijouteria, Caminhada, Canto, Colóquio Cultural, Da África ao Samba/Percussão, Dança Circular, Fios e Bordados, Imagem, Jardinagem, Marchetaria, Mosaico, Tai Chi Pai Lin, Viagens ao Brasil – Museu Afro, Xian Gong / Lian Gong, Yoga.

Acesso: Av. Pedro Álvares Cabral - Portões 03 e 10
Responsável:
Escola Municipal de Astrofísica Prof. Aristóteles Orsini
Contato:
5575-5206 ou 5575-5425 | svmaescoladeastrofisica@prefeitura.sp.gov.br
Informações:
www.prefeitura.sp.gov.br/astronomia

Acesso: Av. IV Centenário – Portão 07A
Responsável:
Escola de Jardinagem
Contato: 5539-5291 | Inscrições:
oficinasjardim@prefeitura.sp.gov.br
Informações:
www.prefeitura.sp.gov.br/escoladejardinagem

O detalhamento da programação, com atualização ao longo do ano, é divulgado mensalmente pelo Boletim Informativo da Escola Municipal de Jardinagem e fica disponível no site.

Serviços à Comunidade

PAP - Programa de Atendimento às Plantas
A Escola Municipal de Jardinagem promove o Programa de Atendimento às Plantas, com o propósito de auxiliar os munícipes a respeito de como cuidar das plantas.
Contato: papjardim@prefeitura.sp.gov.br | 5539-5291

Respeite as árvores de São Paulo
A poda irregular é considerada crime ambiental! Conheça a Campanha “Respeite as árvores de São Paulo” da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente contra a poda radical e veja como é possível denunciar em www.prefeitura.sp.gov.br/meio_ambiente, no link CAMPANHAS.


Acesso: Av. Pedro Álvares Cabral – Portão 03
Contato:
5576-7639 ou 5576-7640 | e-mail: contato@bienal.org.br
Informações:
www.bienal.org.br

 

WINE WEEKEND SÃO PAULO FESTIVAL – Feira de Vinho
Período do Evento: 30 de junho a 03 de Julho 2016
Horário de Funcionamento: das 12h às 22h
Realização: Market Press serviços
Descrição: O WWSP é um evento direcionado ao consumidor e amante do vinho, ele é constituído por estandes de importadores e produtores de vinho, salas de palestras, galeria de arte, Exposição de arte, musica ao vivo, espaço infantil, restaurantes , sala de cinema.
Valor: R$75,00
Site: www.wineweekend.com.br

Museu Afro Brasil - Organização Social de Cultura
Av. Pedro Álvares Cabral, s/n - Parque Ibirapuera - Portão 10.
São Paulo / SP - 04094 050 - Fone: 55 11 3320-8900

O funcionamento do museu é de terça-feira a domingo, das 10 às 17hs, com permanência até às 18hs.
Entrada Inteira: R$ 6,00 - Meia Entrada: R$ 3,00 – Grátis aos sábados. Obs.: Conferir no site politica de gratuidade. Para agendar visita mediada pelos educadores do Núcleo de Educação entre em contato: agendamento@museuafrobrasil.ogr.br - Inscrições de eventos do Núcleo de Educação: eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br /Telefone: 3320-8900 ramal 8921.

 

JULHO

 

Exposições
(De terça a domingo das 10h às 17h)

Exposição de Longa Duração
A exposição de Longa Duração pretende contar uma outra história brasileira. (...) tem a intenção de desconstruir um imaginário da população negra, construído fundamentalmente pela ótica da inferioridade ao longo da nossa história e transformá-lo em um imaginário estabelecido no prestígio, na igualdade e no pertencimento, reafirmando assim o respeito por uma população matriz de nossa brasilidade.

“A Luz do Mundo onde há Fronteiras” – Até 31/06
A exposição “A Luz do Mundo onde há Fronteiras” é um trabalho especialmente desenvolvido para o espaço do Museu Afro Brasil. Mitsunashi busca estabelecer uma rede de intercâmbios com a cultura brasileira por meio de curadorias e projetos especiais. E, desta vez, o artista reuniu na cidade de Mogi das Cruzes, no famoso Casarão do Chá – um patrimônio cultural nacional – uma equipe de assistentes japoneses para auxiliá-lo na produção deste mais novo projeto que se destaca com as 15.000 rosas carbonizadas que eternizam o efêmero, ocupando um espaço de 20m x 30m. Para obter o enegrecimento das rosas que mantém sua forma original, elas são levadas ao forno a uma temperatura de 300ºC por 3 horas, descansando por mais 3 horas para resfriamento.

“Entreolhares – poéticas d’alma brasileira” - Até 07/08
A mostra reúne um grande número de artistas populares, reconhecidos e consagrados, como Vitalino, Mestre Guarany, Zé Caboclo, Manuel Eudócio, Artur Pereira, Geraldo Teles de Oliveira, Itamar Julião, Nino, José Antônio da Silva, Mestre Molina, Isabel Mendes da Cunha, Alexandre Filho, Louco, Poteiro, Ranchinho, entre outros, além de artistas populares mais jovens que se destacam nas mais diversas regiões do Brasil.
A mostra conta com artistas modernos e contemporâneos, sensíveis às expressões e temas populares e pretende estabelecer diálogos entre eles – que se dá no encontro amoroso entre o popular e o erudito. Obras de Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Guignard, Cícero Dias, Cláudio Tozzi, Siron Franco, Beatriz Milhazes, Nelson Leirner, entre outros, estarão ao lado daquelas de Adir Sodré, Heitor dos Prazeres, Paulo Pedro Leal, Cardosinho. Esse encontro de poéticas voltadas para um Brasil profundo diz respeito à nossa identidade e traz à luz as narrativas do que somos ou do que sonhamos que somos.

“Espaço Livre” - Até 31/07
O intenso fluxo de imagens que atravessa cidades como Londres, Nova Iorque, Tóquio, Paris e São Paulo, ocupando ruas e galerias de arte, criando personagens, estabelecendo-se em monumentais coloridos ou em irônicos tons de engajamento político-social é tema de "Espaço Livre". Com treze representantes deste circuito internacional, a exposição, assim como seus integrantes, escapa aos rótulos da chamada intervenção urbana, grafitti, pintura ou instalação, ao contrário, apresenta vivas questões elaboradas pela experiência destes artistas ao percorrer diferentes campos de expressão contemporânea.

Ações Educativas
Terças e quintas, às 11:30 e às 15:30; quartas e sextas, às 9:30 e às 13:30

Brincadeiras do Congo (Programação de Férias)
Atividade com brincadeiras tradicionais congolesas, tendo como ponto de partida as visitas mediadas à exposição de longa duração. A proposta é resgatar o encantamento de crianças e adultos com um universo lúdico cada vez mais esquecido nas grandes cidades.
As atividades serão realizadas com grupos agendados ou espontâneos de no mínimo 5 e, no máximo, 20 pessoas respeitando a ordem de requisição por e-mail ou direto no acolhimento. Crianças devem estar acompanhadas por seus respectivos responsáveis.
Agendamento: agendamento@museuafrobrasil.org.br

02 de julho (sábado):
10h30 – Kotambola ya bana (Programação de Férias)

A visita explora o acervo de maneira lúdica e apresenta obras de arte escolhidas para sensibilizar os pequenos visitantes. Durante o percurso, além de conhecer as exposições, as crianças participarão de brincadeiras que envolvem histórias e músicas que remetem às nossas matrizes africanas.
As visitas temáticas aos finais de semana têm duração de 1h15 e não há necessidade de agendamento prévio. Para sua realização, é necessário formar grupos com no mínimo 5 e no máximo 20 visitantes e chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado. Público-alvo: infanto-juvenil, acompanhados por responsável.

14h00 – Nsaka Za Bana (Programação de Férias)
A partir de uma breve visita ao museu e tomando como ponto de partida, a localização geográfica, aspectos históricos e linguísticos do Congo, os educadores conduzirão discussões sobre o poder da palavra. Em seguida, os participantes serão convidados a conhecer e brincar com palavras e textos curtos em lingala e quicongo e a experimentar movimentos corporais articulados a cantigas congolesas.
A oficina tem duração de 1h30 e será realizada com no mínimo 5 e no máximo 20 pessoas respeitando a ordem de inscrição e/ou chegada. Após o início da atividade, não será permitida a entrada. Atividade gratuita.
Inscrições: eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br
Público-alvo: infantil, as crianças devem estar acompanhadas por responsável.

03 de julho (domingo):
14h00 – Visitas para grupos espontâneos

Neste domingo, as visitas atenderão ao público espontâneo e terão como foco temas relativos aos núcleos que compõem a exposição de longa duração e que abordam a História, Memória e Arte dos brasileiros a partir da perspectiva africana.
As visitas aos finais de semana são realizadas com grupos de no mínimo 5 e, no máximo, 20 pessoas. Para participar, é necessário chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento.
Neste dia, o Museu Afro Brasil é pago, valores dos ingressos e política de gratuidade estão disponíveis no endereço www.museuafrobrasil.org.br

10 de julho (domingo):
14h00 – Visitas para grupos espontâneos

Neste domingo, as visitas atenderão ao público espontâneo e terão como foco temas relativos aos núcleos que compõem a exposição de longa duração e que abordam a História, Memória e Arte dos brasileiros a partir da perspectiva africana.
As visitas aos finais de semana são realizadas com grupos de no mínimo 5 e, no máximo, 20 pessoas. Para participar, é necessário chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento.
Neste dia, o Museu Afro Brasil é pago, valores dos ingressos e política de gratuidade estão disponíveis no endereço www.museuafrobrasil.org.br

16 de julho (sábado):
14h00 – Visitas para grupos espontâneos

Neste domingo, as visitas atenderão ao público espontâneo e terão como foco temas relativos aos núcleos que compõem a exposição de longa duração e que abordam a História, Memória e Arte dos brasileiros a partir da perspectiva africana.
As visitas aos finais de semana têm duração de 1h15 são realizadas com grupos de no mínimo 5 e, no máximo, 20 pessoas. Para participar, é necessário chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento.
Neste dia, o Museu Afro Brasil é pago, valores dos ingressos e política de gratuidade estão disponíveis no endereço www.museuafrobrasil.org.br

17 de julho (domingo):
14h00 – Visitas para grupos espontâneos

Neste domingo, as visitas atenderão ao público espontâneo e terão como foco temas relativos aos núcleos que compõem a exposição de longa duração e que abordam a História, Memória e Arte dos brasileiros a partir da perspectiva africana.
As visitas aos finais de semana têm duração de 1h15 são realizadas com grupos de no mínimo 5 e, no máximo, 20 pessoas. Para participar, é necessário chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento.
Neste dia, o Museu Afro Brasil é pago, valores dos ingressos e política de gratuidade estão disponíveis no endereço www.museuafrobrasil.org.br

23 de julho (sábado):
14h00 – Impressões da cor

A partir de observação de obras expostas no Museu, os visitantes participam de uma vivência artística. A proposta envolve desenho, gravação em matriz e impressão em cores que resultam na produção coletiva de um painel.
A oficina tem duração de 2h00 e será realizada com no mínimo 5 e no máximo 20 pessoas respeitando a ordem de inscrição e/ou chegada.
Para participar, é necessário se inscrever e/ ou chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento. Após o início da atividade, não será permitida a entrada.
Atividade gratuita.
Inscrições: eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br
Público-alvo: a partir de 7 anos, as crianças devem estar acompanhadas por responsável

24 de julho (domingo):
14h00 – Visitas para grupos espontâneos

Neste final de semana, as visitas atenderão ao público espontâneo e terão como foco temas relativos aos núcleos que compõem a exposição de longa duração e que abordam a História, Memória e Arte dos brasileiros a partir da perspectiva africana.
As visitas aos finais de semana têm duração de 1h15 são realizadas com grupos de no mínimo 5 e, no máximo, 20 pessoas. Para participar, é necessário chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento.
Neste dia, o Museu Afro Brasil é pago, valores dos ingressos e política de gratuidade estão disponíveis no endereço www.museuafrobrasil.org.br

30 de julho (sábado):
11h00 – Aos Pés do Baobá

Durante este evento de contação de histórias ou mediação de leitura, os visitantes terão oportunidade de conhecer narrativas africanas ou afro-brasileiras e, em seguida, participar de um bate-papo conduzido por integrantes do Núcleo de Educação do Museu Afro Brasil.
Duração: 1h00. Atividade gratuita. Público-alvo: infanto-juvenil. Inscrições: eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br

14h00 – Bingana
Essa oficina tem como matéria-prima a palavra. Os participantes são convidados a conhecer, aprender, brincar e refletir sobre provérbios apresentados em três línguas: português, quicongo e lingala (línguas faladas no Congo).
A oficina tem duração de 2 horas e será realizada com no mínimo 5 e, no máximo, 20 pessoas respeitando a ordem de inscrição e/ou chegada. Para participar, é necessário se inscrever e/ ou chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento. Após o início da atividade, não será permitida a entrada. Atividade gratuita.
Público-alvo: a partir de 7 anos. Inscrições: eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br

31 de julho (domingo):
14h00 – Visitas para grupos espontâneos

Neste final de semana, as visitas atenderão ao público espontâneo e terão como foco temas relativos aos núcleos que compõem a exposição de longa duração e que abordam a História, Memória e Arte dos brasileiros a partir da perspectiva africana.
As visitas aos finais de semana têm duração de 1h15 são realizadas com grupos de no mínimo 5 e, no máximo, 20 pessoas. Para participar, é necessário chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento.
Neste dia, o Museu Afro Brasil é pago, valores dos ingressos e política de gratuidade estão disponíveis no endereço www.museuafrobrasil.org.br

BIBLIOTECA
“Carolina Maria de Jesus”

A biblioteca possui cerca de 10.000 itens, incluindo livros, revistas e outros tipos de periódicos, teses, posters e material multimídia, com uma coleção especializada em escravidão, tráfico de escravos, abolição da escravatura, da América Latina, Caribe e Estados Unidos.
Horário de Funcionamento: 3ª feira a 6ª das 10h às 17h30 / Aos sábados, das 10h às 14h – ENTRADA GRATUITA.

 

Acesso e Local: Av. Pedro Álvares Cabral, 1301
Terça das 10h00 às 21h00, quarta a domingo das 10h00 às 18h00. Entrada gratuita
Responsável: Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo
Contato: 2648-0254 | Informações: www.mac.usp.br 

Visões da arte no acervo do MAC USP 1900-2000: Bastidores
Até 31/07/2016
Exposição apresenta ao público o processo de montagem de uma exposição. Além de 24 obras importantes do acervo, de artista como Tarsila do Amaral, Kandinsky, Modigliani, Anita Malfatti e Paul Klee, entre outros, o público vai conhecer a articulação entre diversas equipes de profissionais envolvidas na montagem de uma exposição.

Rafael França: Entre Mídias
Até 31/07/2016
Em pouco mais de dez anos de produção artística, Rafael França transitou entre o desenho, a gravura, o xerox, o vídeo, as intervenções urbanas, as montagens fotográficas e as videoinstalações. A exposição busca revelar que a imagem fotográfica não tinha existência autônoma para o artista, mas funcionava como elemento de ligação entre as diferentes mídias com as quais trabalhou.

Samson Flexor: Traçados e Abstrações
Até 31/07/2016
A exposição apresenta 35 desenhos e pinturas do artista que pertencem ao acervo do MAC USP. A seleção apresenta aspectos da trajetória do artista, tornando possível observar a investigação e a transformação plástica que essa produção sofreu entre os anos de 1948 (quando o artista fixou residência em São Paulo) e 1960.

Classicismo, Realismo, Vanguarda: Pintura Italiana no Entreguerras
Até 31/07/2016
A exposição apresenta um panorama da Arte Moderna Italiana entre 1920 e 1940, período no qual predominava uma arte figurativa, baseada na noção de realismo, em diálogo com a tradição clássica, e que acabou sendo promovida pelo regime fascista na ânsia de fazer sua propaganda no exterior, através da constituição de um sistema de arte envolvendo galeristas, exposições, instituições e coleções privadas. As 71 pinturas foram adquiridas entre 1946 e 1947 por Francisco Matarazzo Sobrinho, o Ciccillo, e sua esposa Yolanda Penteado, para a criação do antigo MAM de São Paulo.

Goeldi/Jardim: A Gravura e o Compasso
Até 31/07/2016
A curadoria de Claudio Mubarac, artista plástico e docente da Escola de Comunicações e Artes da USP, reúne doze obras de Oswaldo Goeldi e 28 de Evandro Carlos Jardim.

Vizinhos Distantes: Arte da América Latina no Acervo do MAC USP
Até 31/07/2016
Exposição apresenta os repertórios artísticos latino-americanos reunidos no acervo do MAC USP ao longo de sua história. A contingência heterogênea, híbrida, plural e mestiça desse Continente estimula um deslocamento do olhar do sul para o sul, nessa geografia crítica da arte.

A Casa
Até 31/07/2016
A exposição compartilha do espírito de estranheza comum na arte contemporânea, ao mesmo tempo lúdico e dramático, questionando os materiais e formas da construção artística, pensando os limites entre arte e design, permitindo leituras não convencionais e instigantes dos objetos e da representação dos papéis que cada obra cumpriria em sua função de domesticidade.

Julio Plaza Indústria Poética
Até 31/07/2016
A presença de Julio Plaza (1938-2003) na história do MAC USP vai muito além das obras presentes no acervo. Ao lado de Walter Zanini, primeiro diretor do Museu, o artista espanhol ocupou importante papel na condução de novos sentidos para a arte dos anos 1970 e para as funções de um museu de arte naquele contexto. A exposição enfatiza a contribuição do artista por suas ideais e ações junto ao cotidiano do Museu a partir de 1973, quando fixou residência em São Paulo e passou a atuar de maneira intensa no meio acadêmico.

Oswaldo Vigas - Antológica 1943-2013
Até 03/07/2016
Uma seleção das obras mais destacadas do artista venezuelano - 63 pinturas e cinco esculturas - que está sendo mostrada no continente americano passando por Lima, Santiago, Bogotá, São Paulo, Cidade do México e por algumas cidades dos Estados Unidos.

Acesso: Av. Pedro Álvares Cabral - Portão 03
Horário: Terça a Domingo e Feriados, 10h00 às 18h00 (encerramento bilheteria às 17h30)
Contato: 5085-1300
Informações: www.mam.org.br
Educativo MAM - Agendamento: 5085-1313 | e-mail: emaileducativo@mam.org.br


Acesso: Av. Pedro Álvares Cabral - Portões 03 e 10
Responsável: Prefeitura de São Paulo, Secretaria Municipal de Cultura
Terça a Domingo, 09h00 às 18h00.
Contato: 5083-0199.

Acesso: Av. Pedro Álvares Cabral - Portões 03 e 10
Funcionamento: quarta-feira, sábado, domingo e feriados, das 10h00 às 12h00 e das 13h00 às 17h00.
Ingresso: R$ 6,00 - adulto | R$ 3,00 - Crianças de 6 a 11 anos, estudantes e idosos de 60 a 65 anos.

Menores de 5 anos e idosos acima de 65 anos, entrada gratuita.
Responsável: Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e Assistência Social
Contato: 3208-1755 r 124 | 5081-7296 | Informações: www.bunkyo.org.br / pavilhao@bunkyo.org.br

Acesso: Av. Pedro Álvares Cabral - Portão 03
Responsável: Prefeitura de São Paulo, Secretaria Municipal de Cultura.
Contato: 5082-1777 | Informações: oca@prefeitura.sp.gov.br

Reabertura da Oca para visitações, com a mediação de nossos educadores a partir desta terça-feira 03 de maio de 2016.

De terça a sexta-feira das 9 às 17hs, podendo ser sem acompanhamento ou com acompanhamento de mediadores do educativo.

Aos sábados e domingos somente visitas em grupo com acompanhamento de mediadores.

Agendamento de grupos pelo e-mail educativomuseudacidade@gmail.com

Acesso: Av. Pedro Álvares Cabral - Portões 03 e 10
Responsável: Planetário Prof. Aristóteles Orsini
Contato: 5575-5425 | planetariodoibirapuera@prefeitura.sp.gov.br
Informações: www.prefeitura.sp.gov.br/planetarios

Atendimento a grupos escolares
As sessões escolares ocorrem em meses letivos (março, abril, maio, junho, agosto, setembro, outubro e novembro) nos seguintes horários 9h, 10h30, 14h e 15h30. Cada sessão possui duração de 40 minutos.
O número do telefone do planetário é 5575-5206 em dias úteis durante horário comercial, o e-mail é agendamentoescolarplanetarioibirapuera@prefeitura.sp.gov.br

 

Atendimento ao público em geral
As sessões ocorrem aos sábados, domingos e feriados nos meses de férias (dezembro, janeiro, fevereiro e julho) e de terça à domingo às 10h, 12h, 15h e 17h.
Durante o ano de 2016 o ingresso será gratuito.
Cada sessão possui duração de 40 minutos.
A faixa etária mínima para entrada no planetário é de 5 anos mediante documento.

Acesso: Av. IV Centenário, 1268 - Portões 07 e 07A
Responsável: Universidade Aberta do Meio Ambiente e da Cultura de Paz
Contato: 5572-1004
Informações: www.prefeitura.sp.gov.br/umapaz | www.blogumapaz.blogspot.com | www.twitter.com/umapaz

*Programação completa de cursos e palestras no local ou por telefone.
Inscrições: inscricoesumapaz@prefeitura.sp.gov.br

A Universidade Aberta do Meio Ambiente e da Cultura de Paz oferece as seguintes atividades:
A UMAPAZ é um departamento da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente da cidade de São Paulo, tem o propósito de sensibilizar e contribuir para a formação de pessoas capazes de viver de forma sustentável, de promover na sua comunidade, modos de convivência socioambiental sustentável. Oferece cursos e atividades de educação ambiental e para a convivência, tendo como princípios o respeito à comunidade da vida, a biodiversidade e a diversidade humana, a transdisciplinaridade e a cultura de paz, acolhendo a Carta da Terra como documento-base.

Biblioteca: Espaço Sapucaia
Acervo voltado ao meio ambiente e cultura de paz. Livros, teses, trabalhos técnicos, periódicos, CD’s, DVD’s, VHS e fotografias. Dedicada à pesquisa, consulta e empréstimo. O acervo pode ser conhecido no site www.umapaz.phlweb.com.br
Segunda a Sextas, 09h00 às 19h00 | Sábados, 09h00 às 13h00 |Informações: 5083-1928 | Contato: bibliotecaumapaz@prefeitura.sp.gov.br