11/04/2017 11h31

Share

Agilidade no atendimento reforça parceria entre Prodam e SMT

Imagem do post

Desde janeiro, quando iniciou a nova gestão, os serviços da Prodam voltados para a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes têm resultado em uma ótima avaliação. São projetos relacionados principalmente ao Apait (Sistema de Administração de Penalidades Aplicadas a Infração de Trânsito) e ao SGTP (Sistema de Gerenciamento de Transportes Públicos), sistemas importantes para a gestão da mobilidade da cidade. O secretário Sérgio Avelleda não poupou elogios à Prodam. Confira vídeo.

A Prodam tem realizado implementações no sistema de indicação de condutor web, aplicação que possibilita ao proprietário de um veículo multado indicar o nome do condutor pela internet, caso ele não tenha sido o responsável pela infração. São adequações para permitir o uso da senha web pelas empresas jurídicas, verificação da indicação do condutor no cadastro Sisobi (Sistema de Controle de Óbitos), retorno da situação do processamento no Detran-SP, uso de certificados de segurança e o aumento da resolução das imagens. Esse sistema possui uma interface desenvolvida pela Prodam para integração com o sistema de multas (Apait), para a consistência e recebimento da indicação de condutor e respectivas imagens dos documentos enviados (upload) pelos munícipes.

O programa de incentivo ao uso compartilhado de veículos na cidade teve o apoio da Prodam para emissão de 349 cartas de advertência pelo sistema Apait, durante o período em que vigorou a ação educativa da SMT. Em janeiro, a prefeitura liberou a circulação de carros com dois ou mais passageiros no viaduto Doutor Plínio de Queiros, sobre a Praça 14 Bis, na avenida Nove de Julho, que estava limitado apenas a ônibus e táxis. A carta dava ciência aos motoristas pelo descumprimento de orientação da secretaria.

Ainda do sistema Apait, houve um esforço concentrado da empresa para implantar as adequações de resoluções do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), para aplicação das multas por infrações, arrecadação e repasses dos valores e atualização dos valores com juros e correção pela Selic, após vencimento da multa.

Outros projetos


Para o Programa “Sanção Positiva”, a Prodam desenvolveu a primeira fase do projeto para cadastro de proprietários/condutores de veículos do município de São Paulo que estão aptos a participarem do programa de premiação de condutores sem infrações de trânsito no período de 12 meses, após o cadastramento do interessado no programa.

Já para o Sistema Unificado de Autorizações Especiais (SUAE), a empresa desenvolveu para consulta, o extrato por “placa” (do veículo), que traz as informações necessárias para ajudar no julgamento de recursos pertinentes a JARI, CDA (comissão de defesa de autuação) e DSV AE (autorizações especiais).

Há ainda outras demandas atendidas no período como alterações na aplicação web de cadastramento de percurso de fretados; pré-cadastramento de condutores pelos Centros de Formação de Condutores pela web; e adequação no sistema para alvarás de táxi na categoria táxi preto.