Prefeitura de São Paulo anuncia parceria com Waze

Informações sobre semáforos quebrados reportados pelos motoristas serão compartilhadas com a CET para agilizar o conserto

Foto: Assessoria de Comunicação SMIT

A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes e a Companhia de Engenharia de Tráfego anunciam nesta quarta-feira (20) uma parceria com o aplicativo Waze para acesso às informações onlines. A partir de agora, a CET terá acessos às informações da plataforma Waze para ações de gerenciamento de tráfego na cidade de São Paulo. Para iniciar essa parceria, o Waze passará a informar semáforos quebrados reportados pelos usuários e essas informações serão repassadas automaticamente para a CET. Com base nessas informações, a companhia poderá acionar ainda com mais agilidade as equipes para providenciar os reparos necessários.

“Eu fico muito feliz cada vez que a gente dá um passo como o de hoje, colocando a nossa cidade em um mundo contemporâneo, global, competitivo, onde a tecnologia é determinante”, afirmou o prefeito João Doria.

O secretário municipal de Mobilidade e Transportes, Sérgio Avelleda, destaca que a ação é importante para usar a tecnologia a favor da cidade. Os avisos enviados pelos usuários vão permitir um monitoramento mais amplo de todas as regiões. “Essa parceria é inovadora e importante para usarmos a tecnologia a favor da melhoria do trânsito e da mobilidade em São Paulo. Com isso, a CET passa a ter automaticamente, em tempo real, todos os dados online da plataforma do Waze e, a partir disso, pode adotar ações pontuais de gerência de tráfego”, explica.

O usuário que quiser informar sobre um semáforo quebrado, poderá abrir o menu de alertas, entrar em “Perigo” e selecionar a opção “Semáforo Quebrado”. Também será feita uma campanha pelo aplicativo para que os usuários não deixem de reportar os problemas com os semáforos.

O presidente da CET, João Octaviano Machado Neto, destaca que a parceria aumentará o “campo de visão” e permitirá maior agilidade no acionamento das equipes de manutenção. “A cidade de São Paulo tem hoje 6.399 cruzamentos semafóricos. Desse total, a CET tem o monitoramento eletrônico de 1.500 aparelhos. Para os demais casos, a CET depende de chamadas operacionais de agentes de trânsito ou do aviso do cidadão pelo telefone 1188 ou pelo site da CET. Com a parceria, a CET amplia seu poder de monitoramento na cidade e, com isso, pode iniciar um planejamento para reduzir o tempo de resposta para as falhas detectadas na capital”.

De acordo com o Waze, São Paulo é a cidade com o maior número de usuários ativos no mundo. Ao todo, são mais de 3,5 milhões de pessoas que dirigem juntos mais de 500 milhões de quilômetros por mês. Além dos semáforos, eles informam em tempo real obras, acidentes, entre outras informações que permitem ao aplicativo montar a melhor rota para o motorista chegar com mais agilidade ao seu destino.

"O trânsito é uma questão global, e cada cidade tem seus problemas relacionados a infraestrutura. Nosso papel, como um aplicativo de navegação, é ajudar nossos usuários a gastar menos tempo no trânsito e compartilhar nossas ideias com cidades e parceiros para ajudá-los a melhorar a mobilidade urbana", disse Andre Loureiro, Country Manager do Waze no Brasil e Diretor Geral para América Latina. "São Paulo é a principal cidade para Waze no mundo, e tem um grupo de usuários ativos que produz muitos insights para nós. Começar essa parceria com uma campanha para alertar todos os semáforos que não estão funcionando é uma excelente maneira de mostrar como o Waze está mudando a maneira como a cidade funciona ".

Fonte: Secom