05/07/2012 10h35

Share

Sehab, Cohab-SP e Caixa selam contratos para a construção de mais 704 unidades do Minha Casa, Minha Vida na cidade

Por Marcos Palhares

Mais 704 unidades habitacionais serão construídas a partir deste ano na capital paulista, viabilizadas pela parceria entre a Secretaria Municipal de Habitação (Sehab), a Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo (Cohab-SP) e a Caixa Econômica Federal (CEF). Os contratos para os sete novos empreendimentos do Programa Minha Casa, Minha Vida, que é voltado para famílias com renda entre 1 e 3 salários mínimos. Na cidade, o total de unidades em construção por essa parceria passará para 3.304, divididas em 21 áreas.

Entre os sete novos contratos do Minha Casa, Minha Vida, o maior empreendimento será o Pirassununga, em Cidade Tiradentes (Zona Leste), com 200 unidades habitacionais. Também serão construídas mais 160 unidades no Araraquara, no Campo Limpo (Zona Sul), 154 no São Sebastião, em Itaquera (Zona Leste), 60 no Itariri, no Campo Limpo, 50 no Caçapava, em Itaquera, e mais 40 no Lorena e 40 no Peruíbe, ambos no Campo Limpo. De acordo com a Cohab-SP, essas as obras devem ter início imediato.

Atualmente, estão em obras 14 empreendimentos do Minha Casa, Minha Vida na capital, sendo 12 deles na Zona Leste: o Caraguatatuba, em Itaquera (com 940 unidades habitacionais), o Atibaia, na Vila Prudente (300 UH), Iguape A, em Itaquera (300 UH), Mirassol, em Cidade Tiradentes (260 UH), Barra Bonita, na Penha (120 UH), Santa Adélia, em Itaquera (118 UH), Campos do Jordão, na Penha (100 UH), Brotas, na Penha (80 UH), Leme, em Cidade Tiradentes (60 UH), Jacareí, na Penha (40 UH), Mongaguá, em Cidade Tiradentes (40 UH), e Guarujá, em Itaquera (32 UH).

Os outros dois estão na Zona Sul: o Ribeirão Preto, no M'Boi Mirim, com 180 unidades habitacionais, e o Paranapiacaba, no Butantã, com 30. Em dezembro do ano passado, foram entregues os 300 primeiros apartamentos dessa parceria da Sehab, Cohab-SP e Minha Casa, Minha Vida, no Residencial São Roque, em Sapopemba (Zona Leste). Outros 180 apartamentos foram entregues no Residencial Piracicaba, na mesma região.