25/05/2011 09h34

Share

Prefeito e secretário municipal de Habitação visitam obras em Paraisópolis

Por Miguel Antunes

O prefeito Gilberto Kassab visitou a comunidade de Paraisópolis no último dia 21. Acompanhado do secretário municipal de Habitação, Ricardo Pereira Leite, da Superintendente de Habitação Popular, Elisabete França, do secretário municipal de Educação, Alexandre Schneider, e da coordenadora do Programa Paraisópolis, Maria Teresa Diniz, o prefeito vistoriou as obras da segunda maior favela da cidade – com 60 mil habitantes. A comitiva esteve nos Condomínios Paraisópolis D, E e G, que totalizam 291 unidades habitacionais (UHs) e 49 lojas comerciais.

“No início da gestão, havia 800 mil famílias que moravam em condições inadequadas. Até o final desta administração, esse número será reduzido para aproximadamente 550 mil famílias. Portanto, nós atendemos a 250 mil famílias com nossos programas”, afirmou o prefeito. “Essas famílias foram atendidas com novas unidades habitacionais ou com obras de urbanização. Possivelmente, esse é o maior programa habitacional do mundo”, completou.

As obras do Programa Paraisópolis foram divididas em três fases. Na primeira, foram construídas 56 unidades habitacionais no Jardim Colombo e 278 apartamentos no empreendimento CDHU Campo Limpo I, no Jardim São Luís, próximo à área. Na segunda e terceira etapa de obras da Prefeitura, estão previstas 1.334 unidades habitacionais e um Telecentro. No total, a Secretaria Municipal de Habitação investiu mais de R$ 190 milhões na urbanização da comunidade. A entrega total das obras do programa está prevista para abril de 2013.

O secretário municipal de Habitação, Ricardo Pereira Leite, lembrou a dificuldade de concluir um projeto do porte de Paraisópolis. “Nosso desafio aqui não é pequeno: ao mesmo tempo em que temos de eliminar as situações de risco e gerar nova infraestrutura, trabalhamos para manter as famílias o mais próximo possível do lugar onde já residem. Porém, o projeto é bem sucedido e o que temos feito em Paraisópolis se tornou modelo no Brasil e em eventos internacionais”, disse.

Além de ter ido aos novos condomínios, o grupo vistoriou as obras de uma unidade de Assistência Médica Ambulatorial (AMA), de uma Unidade Básica de Saúde (UBS), de um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e de um Centro de Educação Infantil (CEI). Todos estão sendo construídos por meio de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Habitação e as pastas de Educação e de Saúde.

“Pela primeira vez, a Secretaria Municipal de Habitação aliou as novas unidades habitacionais que implanta à construção de outros equipamentos públicos. É um modelo inovador”, explicou a coordenadora do Programa Paraisópolis, Maria Teresa Diniz.