Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de São Paulo

O papel da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer na Prefeitura de São Paulo

A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de São Paulo (SEME) iniciou nova gestão em Janeiro de 2017 com a função de formular políticas, fomentar e apoiar projetos e ações que incorporem atividades físicas, esporte e lazer aos hábitos de vida saudável da população. Baseada em estudos, que indicam a inatividade física entre adultos, como quarto maior fator de risco de mortalidade e a falta do hábito na prática da atividade física do paulistano, a principal missão da Secretaria era a de equacionar as dificuldades naturais de atender a grande demanda da capital e gerar atividades diversas que melhorem esses números. A importância nessa linha de pensamento pode gerar impacto, não apenas na qualidade de vida da população, mas também em custos e investimentos em saúde, que podem gerar economia de R$ 12 bilhões por ano.

 A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, SEME,  quer  ampliar  o acesso ao esporte e as atividades físicas em todas as regiões da cidade, através dos Centros Esportivos, Clubes da da Comunidade  e demais equipamentos esportivos como o Centro Olímpico e o Parque Ceret. 

A SEME também realiza eventos e projetos para fomentar o acesso da população ao esporte.
Sampacor -trata-se de um programa para as corridas de rua na cidade, que dá grife a provas que se mostram organizadas e oferecem qualidade aos consumidores de corrida. Assim, provas com a chancela da Secretaria, tem o selo de qualidade da marca SampaCor. Com qualidade vistas em poucos lugares no mundo, São Paulo possui um calendário de corridas de rua, completo e diverso.Cerca de 150 provas que acontecem pela cidade com apoio ou realização da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer. Aproximadamente um milhão de pessoas correm provas com a parceria, apoio ou realização da SEME.O grande serviço, em corridas, oferecidas pela Secretaria é o Circuito Caixa da Cidadania. As 10 etapas do circuito são realizadas com inscrições gratuitas, tem patrocínio da Caixa Econômica Federal e contam com toda estrutura das maiores corridas de rua que acontecem regularmente em todo o Brasil.
A SEME também realiza eventos e projetos de incentivo e estímulo a prática de atividade física, que inclusive para atingir a meta de governo que é de aumentar em 20% a taxa de atividade Física na Cidade de São Paulo como :
Escola Municipal de Vela - projeto, onde 240 crianças e jovens de 10 a 17 anos , aprendem em aulas práticas e teóricas, durante 11 meses, tudo sobre esporte de Vela no Clube Yatch Clube Paulista, na represa Guarapiranga, O projeto foi idealizado pela Secretaria Municipal de Esportes com o patrocínio do Banco Itaú e realização da Dick Sail escola de Vela.
Virada Esportiva - A Virada Esportiva acontece em um final de semana de setembro , onde todas as regiões da cidade, recebem vários eventos esportivos . São 24 horas de atrações para incentivar a população a praticar algum tipo de atividade física.
Projeto Melhor Idade -Bem-estar e saúde da terceira idade têm sido um dos principais objetivos da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer. Mais do que isso, a SEME procura oferecer atividades de inclusão e social, promoção da saúde e o bem estar através do simples dançar, resgatando o convívio social e a autoestima contando com diversos programas e atividades espalhados por toda cidade de São Paulo.
Projeto Touché -A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer inaugurou a 1ª Escola Pública de Esgrima da cidade de São Paulo, através do Projeto Touché. O Centro Esportivo Lapa, conhecido como Pelezão, foi o local escolhido para acolher o programa.O Projeto Touché é uma parceria entre a SEME e o Sindi-Clube SP, por meio dos clubes Pinheiros, Hebraica e Paulistano, que oferece gratuitamente aulas de esgrima para 60 crianças de 9 a 14 anos.
Jogos da Cidade - O principal objetivo do campeonato é envolver toda a cidade de São Paulo.Os jogos começam na fase regional e depois vão para a municipal. O torneio desse ano contará com oito modalidades, que serão disputadas entre os municípios. São elas: Basquete masculino, futebol masculino, futsal feminino, futsal masculino, handebol feminino, handebol masculino, vôlei feminino, vôlei masculino.A trajetória do campeonato começou em 2003 e desde então reúne milhares de competidores todos os anos. Segundo o último levantamento, já participaram em média 30 mil atletas e 1700 equipes.
Virando o Jogo -O Projeto é realizado no Largo Princesa Isabel,na região conhecida como antiga Cracôlandia, com atendimento a população vulnerável, através do esporte com práticas esportivas diárias. A primeira edição do Virando o Jogo aconteceu em Junho e é uma iniciativa da Secretaria e parceiros intersecretariais, como a Guarda Civil Metropolitana, as Prefeituras Regionais e as Secretarias Municipais de Assistência e Desenvolvimento Social, Saúde, Direitos Humanos e de Habitação. Com o intuito de garantir o acesso ao esporte e lazer como poderoso instrumento de inclusão e transformação social, crianças e adolescentes até 13 anos participaram de programações como basquete, futebol de rua, tênis de mesa, atividades recreativas e psicomotricidade (integração de funções motoras e psíquicas). O projeto também funciona aos finais de semana em parceria com o Colégio Liceu Coração de Jesus.
AME – Amigos do Esporte
O desenvolvimento e o sucesso do AME (Amigos do Esporte) está diretamente ligado à participação da sociedade civil na realização de atividades de interesse público, a fim de praticar o ato do voluntariado.Centro Olímpico- A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer mantém trabalho também no esporte de alto rendimento e competitivo. O Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COPT) é referencia nacional em trabalhos com atletas de base e tem missão de promover o desenvolvimento de atletas, equipes competitivas e profissionais ligados ao esporte. Com trabalhos em modalidades de performance como: Atletismo, Natação e Ginástica Artística; esportes coletivos: Futebol, Vôlei, Basquete e Handebol; além de esportes de combate como: Judô, Boxe e Luta Olímpica, o COPT mantém cerca de 1.200 jovens atletas, com idades entre 05 a 19 anos, alguns mais novos por necessidades específicas de modalidades, como a ginástica. As equipes e atletas são representados pela Associação Desportiva Centro Olímpico. Vários atletas olímpicos brasileiros começaram no Centro Olímpico. Os atletas que hoje treinam no COTP, só em 2017 conquistaram em campeonatos nacionais e internacionais ,totalizando 69 medalhas de ouro, 53 de prata: 53 e 79 de bronze.


AME - Projeto Amigos do Esporte-Tendo como base o Decreto e a Portaria vigente, a implantação do serviço voluntário agrega valores e fortalece as ações do AME.Segundo o Decreto nº 57.839: Art. 2º - Considera-se serviço voluntário, para os fins deste decreto, a atividade não remunerada e sem subordinação, prestada por pessoa física a órgãos públicos ou entidades integrantes da Administração Pública Municipal, que tenham objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, técnicos, consultivos, recreativos ou de assistência à pessoa.O Manual do Voluntário irá contribuir para uma prática qualificada, favorecendo o entendimento do que é o AME, por parte dos interessados. Visando regularizar as possíveis ações de interesse público.
Centros Esportivos
Os 46 Centros Esportivos (CEs) municipais são estruturas públicas que oferecem diversas atividades para a saúde, bem-estar, lazer e recreação da população de todas as regiões de São Paulo.
Os clubes possuem campos de futebol, ginásios esportivos, quadras poliesportivas abertas, piscinas de vários tamanhos, quadras de tênis, basquete e até canchas de bocha.
Os munícipes podem aproveitar playgrounds, brinquedotecas, salas de ginástica, salão de jogos e salas próprias para prática de diversos esportes. Também podem ser utilizados telecentros e academias.
As atividades dos Centros Esportivos (CE) fazem parte do calendário oficial da cidade. Os locais se tornaram pontos de encontro das comunidades e são frequentemente utilizados por outros órgãos públicos para eventos. Além disso, voluntários podem, através do AME, oferecer aulas e ações diversas para a população.
Todas as aulas e atividades dos Centros Esportivos são gratuitas. Para participar, basta levar ao local RG, duas fotos 3x4, comprovante de residência para fazer a carterinha que permite ter acesso ao Centro Esportivo.