ONG Viver e Sorrir recebe doação do 9º salário do prefeito

A ONG Viver e Sorrir – Grupo de Apoio ao Prematuro recebeu nesta terça-feira (3) o cheque de R$ 17.948, correspondente ao valor do salário líquido do prefeito João Doria. O secretário municipal da Saúde, Wilson Pollara, e o chefe de gabinete do prefeito, Wilson Pedroso, também fizeram doações – Pollara, de R$ 400, e Pedroso, de R$ 200 – por terem atrasado mais de 15 minutos em reuniões.

Esta é a nona doação feita pelo prefeito, colocando em prática a sua promessa de campanha. As outras oito doações foram para as Obras Sociais Irmã Dulce, o Clube de Mães do Brasil, Hospital Santa Marcelina, Childhood Brasil, Fundação Gol de Letra, Casa Hope, Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) e o Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (GRAACC). No total, serão doados 52 salários correspondentes aos meses de Doria à frente da gestão municipal.

“Este é um grande gesto, que além do suporte financeiro também nos traz visibilidade e, esperamos, ajude a aumentar o número de pessoas que nos apoiam. O cuidado ao prematuro está muito desenvolvido em outros países, mas aqui no Brasil ainda é algo recente – e depois que você inicia esse trabalho não pode parar”, afirmou o presidente emérito e fundador da ONG, Benjamin Kopelman.

As organizações escolhidas pelo prefeito também recebem as multas por atrasos, cobradas de secretários e presidentes de empresas municipais. As organizações escolhidas para receber o salário precisam ter auditoria independente, apresentar a auditagem do último ano e devem ser reconhecidas pelo seu trabalho desenvolvido. Com a contribuição de hoje, a soma da doação feita pelo prefeito chega a R$ 161.532, com R$ 1.000 de multas por atraso, totalizando R$ 162.532.

Participaram ainda da cerimônia o secretário municipal da Justiça, Anderson Pomini, e o chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Eduardo Barbin, representando a secretária Eloisa Arruda – que está em Genebra, na Suíça, participando da 68ª Sessão do Alto Comissariado da ONU para Refugiados (ACNUR).

 

Viver e Sorrir – Grupo de Apoio ao Prematuro

Fundada em 2004, a Viver e Sorrir – Grupo de Apoio ao Prematuro é uma organização sem fins lucrativos que foi criada por profissionais de saúde, liderados pelos pediatras Benjamin Israel Kopelman e Ana Lucia Goulart, com o objetivo de dar assistência às famílias carentes atendidas pelo Ambulatório de Prematuros do hospital São Paulo, ligado à Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/Unifesp).

Hoje as atividades executadas vão além do projeto inicial, com a ampliação do trabalho já oferecido pelo Ambulatório de Prematuros, por meio de doações de medicamentos, alimentos, exames, transportes, próteses e outros materiais, bem como o apoio de atendimentos técnicos especializados multiprofissionais essenciais à prematuridade. Seus principais projetos estão relacionados aos apoios ao Ambulatório de Prematuros, Assistência Social às Famílias e o apoio às UTIs Neonatais.

Saiba como fazer sua doação no site da ONG Viver e Sorrir.