Logo SMDHC

Rua da Cidadania Ú sucesso na 40¬ Feira da Vila Madalena

 

 

Uma rua inteira voltada aos Direitos Humanos: foi dessa forma que a Rua Mourato Coelho se transformou em Rua da Cidadania no domingo (28), na 40ª Feira da Vila Madalena. Cada coordenação da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania apresentou um pouco de suas atividades.

O estande do Programa Mães da Luz contou com uma unidade de acolhimento e orientação para pessoas que têm dúvidas quanto à dependência química e mostrou um vídeo explicativo sobre o projeto. Filmes que geram reflexão também foram destaques. O tema migrantes foi apresentado em “Vidas deslocadas” e “100% boliviano, mano”. Curtas da série “Aconteceu bem aqui” mostraram lugares de memória histórica da cidade de São Paulo e apontaram desvios ocorridos durante o regime militar no Brasil. O tema “Direito à Cidade” elencou seis filmes relacionados à educação em direitos humanos. E “Dor” tratou sobre o racismo em nossa sociedade.

Além desse vídeo, a Coordenação de Igualdade Racial realizou uma exposição de afroempreendedorismo, com bonecas negras, roupas, bijuterias, perucas, artigos com recortes étnicos e distribuição de livros. As mulheres tiveram um espaço, em parceria com o Instituto Quimioterapia e Beleza – Banco de Lenços Flávia Flores, de arrecadação de lenços. Cada paciente de câncer recebeu um lenço e uma mensagem de apoio de autoestima no tratamento contra o doença. Uma unidade móvel foi instalada na Rua da Cidadania, para oferecer informações sobre políticas e direitos LGBT em São Paulo. Houve distribuição de preservativos e uma drag queen interagiu com o público.

Ponto alto do evento, mais de duzentas pessoas realizaram exames oftalmológicos no espaço dedicado a idosos – uma parceria com o Instituto Suel Abujamra. Também por ali houve exposição de artesanato, tricô, crochê e pinturas em telas. A população de rua foi representada em trabalhos da Associação Cooperativa João de Barro (JOOCA) e três bonecos do projeto “Eu Existo” trouxeram reflexão e visibilidade aos moradores de rua.

Por fim, a Coordenação da Juventude expôs o Programa Bolsa Trabalho, em parceria com as Secretarias do Trabalho e de Inovação e Tecnologia. O projeto realiza a formação de jovens bolsistas e fabricação digital nos laboratórios públicos (Fab Lab). Foram apresentados trabalhos de oficinas, com marcenaria, robótica e eletrônica.

A 40ª edição da Feira da Vila Madalena recebeu milhares de pessoas e abriu as portas para a arte, a gastronomia e a diversão. “É a primeira vez que participamos. Fizemos questão de apresentar à população os temas dos quais cuidamos, todos voltados à proteção da dignidade humana”, disse a Secretária Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Eloisa Arruda.