03/04/2017 18h58

Share

Representantes da Sociedade Civil tomam posse no Conselho Municipal da Criança e do Adolescente

Os 16 novos conselheiros do CMDCA juntos com a Secretária de Direitos Humanos

Hoje, (31), os novos representantes da Sociedade Civil no Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, eleitos no último dia 19, tomaram posse em cerimônia no auditório da Biblioteca Mário de Andrade.

Foram empossados 16 conselheiros, sendo oito titulares e oito suplentes. Os titulares eleitos são: João Trevisan no eixo Atendimento Social; Neti, no segmento Defesa dos Direitos; Wil (Defesa da Melhoria das Condições de Vida da População); Solange Sampaio (Defesa dos Trabalhadores Vinculados à questão); e Armando ‘Manga’ (Estudos, Pesquisa e Formação).

Participaram do evento a Secretária Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Patrícia Bezerra, Vitor Benez Pegler, presidente do Conselho Estadual da Criança e do Adolescente (Condeca-SP), Sérgio Carneiro, presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA) e Maria de Fátima, representante da Comissão Eleitoral na eleição do Conselho.

“Nós trabalhamos muito para que essa eleição ocorresse. Foram mais de 500 funcionários da Secretaria e da Prefeitura diretamente envolvidos na eleição. Sabemos da importância desse conselho e o quão difícil é defender os direitos de nossas crianças. Por isso, meu desejo é que vocês não se acovardem diante das adversidades e possam ser protagonistas na transformação das histórias de vida das crianças paulistanas”, afirmou Patrícia Bezerra durante o evento.

O mandato dos eleitos teve início hoje, 31, após a posse, e encerra-se em 30 de março de 2019. O pleito para o conselho ocorreu nas 32 Prefeituras Regionais da cidade de São Paulo e contou com 19.333 eleitores votantes e 19.043 cédulas de votação válidas. O local com maior número de votos foi a Prefeitura Regional do Ipiranga, com 1830.

O Conselho da Criança e do Adolescente
O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, criado pela Lei nº 11.123/91, é um órgão deliberativo e paritário, responsável por garantir a efetivação dos direitos das crianças e adolescentes de São Paulo, por meio da elaboração, proposição e fiscalização das políticas públicas. É um importante instrumento de participação democrática.

O CMDCA possui 25 anos de serviços às crianças e adolescentes de São Paulo e é composto por 32 representantes, sendo oito de governo, oito da sociedade civil, além de seus suplentes.