Barra de Impressão

Secretaria Municipal de Cultura


Secretarias / Cultura / Notícias


31/07/2017 10h29

Programação de Agosto

Bibliotecas, centros culturais e teatros

DANÇA

DOS OLHARES NASCE O GRITO
Dir.: Rafael Oliveira. Intérpretes-criadores: Alex Araújo, Fernando Ramos, Juliana Farias, Rafael Oliveira, Rafi Souza e Lion de Oliveira. 60 min. Livre.
O espetáculo relata por meio do corpo um estado de subversão do jovem periférico, que traz consigo uma estética marginalizada pela sociedade, levantando a questão: “O que é ser suspeito dentro de um corpo social?”. A inspiração vem de situações vividas pelos integrantes do elenco e por pessoas que passam por esses instantes.
| Casa de Cultura Vila Guilherme - Casarão. Dia 5, 18h
| Casa de Cultura Salvador Ligabue. Dia 16, 20h
| Casa de Cultura da Brasilândia. Dia 19, 19h
| Casa de Cultura Hip-Hop Leste. Dia 20, 15h
| Centro Cultural Jabaquara. Dia 26, 18h
| Grátis

QUE...SAUDADE DE VOCÊ 
Cia. de Dança Yes Brasil. Dir. e coreografia: Camila Andrade. Com 
Rafael Sunny, Camila Andrade, Andreluci Figueiredo e outros. Livre. 45 min. 
O espetáculo foi pensando e inspirado nas milhares de cartas já declamadas ou interpretadas pelo grande radialista brasileiro, Eli Correa. Célebre como “O homem sorriso do rádio" e principalmente pelo seu bordão "Oiiiii, gente!", Eli apresenta programas de rádio há mais de 46 anos e passou a infância com um microfone nas mãos. 
| Teatro Paulo Eiró. De 25 a 27. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h. R$ 20 

TEATRO

Teatro Alfredo Mesquita
 
CABARÉ SHOW DRAG
Grupo DQC. Dir.: ZéCarlos Gomes. Criação: grupo. Com 
Beto Souza, Gabriel Leto, Jacqueline Follet, Leo Braz, Mina de Lyon, Pedro Machitte, Renato Lima e Rick Souza. 60 min. +14 anos. 
Apresentação de esquetes e shows com drag queens.
| Teatro Alfredo Mesquita. De 18/8 a 10/9. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h. R$ 20

MALEFÍCIOS DO AMOR – TRILOGIA TCHEKHOV
Dir.: José Paulo Rosa. Com Francisco Carvalho, Lia Tucci, Liza Vieira e Warney Paulo. 90 min. +10 anos
Trilogia que leva ao público a obra cômica do autor russo, mais conhecido por seus dramas profundos e psicológicos, mas que sempre incutiu o humor e cinismo em seus diálogos.
| Teatro Alfredo Mesquita. Até dia 13. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h. R$ 20 

Teatro infantojuvenil 

O CORCUNDA DE NOTRE DAME
Dir.: Cássio Valero. Com Alexandre Freitas, Ana Costa, Eva Maia, Kell Magna, Rodrigo Giacomin, Amanda Gonçalves, Andre Ribeiro, Bruna Ribeiro, Danilo Borges, Renan Callegari, Rodrigo Silva e Yuri Felipe. Estreia. 60 min. Livre.
Ciganos são perseguidos sob as ordens de um juiz. A bela Esmeralda se esconde na catedral de Notre Dame e fica amiga do sineiro, um corcunda bondoso. Em versão para crianças, o clássico de Vitor Hugo mostra o valor do bem, da amizade e do romance.
| Teatro Alfredo Mesquita. De 19/8 a 10/9. Sáb. e dom., 16h. R$ 14 

Teatro Arthur Azevedo 

AGNALDO RAYOL - A ALMA DO BRASIL
Texto: Fátima Valença. Dir.: Roberto Bomtempo. Dir. musical: Marcelo Alonso Neves. Com Marcelo Nogueira, Stela Maria Rodrygues, Mona Vilardo e Fabrício Negri. 105 min. +12 anos.
Sucesso no Rio de Janeiro, onde foi indicado a vários prêmios, o musical conta passagens da trajetória artística do cantor Agnaldo Rayol, entremeadas de registros sonoros e visuais de sua carreira e da época.
| Teatro Arthur Azevedo. De 4/8 a 3/9. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h. R$ 20

ALICE ¼
Cena 5. Dir.: Gira de Oliveira. Com André do Amaral, Lídia Oliveira, Márcio Borges, Paolo Suhadolnik e Thiago Gomes. 75 min. +12 anos. 
Alice é assassinada em um quarto do prostíbulo onde trabalha e o público é convidado a acompanhar as investigações a partir da apresentação de cada suspeito que esteve com ela naquela noite, avaliando, a partir de um sorteio de cenas, os acontecimentos das horas que antecederam o crime. Com texto inédito criado pelo grupo, o espetáculo traz elementos inspirados na obra de Lewis Carrol, “Alice no País das Maravilhas”, e nos filmes de Quentin Tarantino.
| Teatro Arthur Azevedo – Sala Multiuso. Até dia 27. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h. R$ 20

Teatro infantojuvenil 

INIMIGOS 
Cia. de Feitos. Dir. e dramaturgia: Carlos Canhameiro. Com Artur Kon, Carla Massa, Giscard Luccas, Paula Mirhan, Paula Serra e Rui Barossi. 55 min. Livre.
Em um lugar qualquer há dois buracos. Neles, estão dois soldados inimigos. A guerra os colocou em lados opostos. E, assim, eles brincam de inimigos conforme aprenderam no manual, que diz tudo sobre inimizades. Ambos, porém, são exatamente iguais. Quase sempre assustados, sempre estão com saudades das famílias, nervosos, com frio, calor e fome. Se, por acaso, um dia eles trocassem de lado, não mudaria nada, ninguém notaria porque são iguais, independente do lado em que estejam. Resta a pergunta: “então, por que lutam?”. 
| Teatro Arthur Azevedo. De 5/8 a 3/9. Sáb. e dom., 16h. Grátis

Teatro Cacilda Becker

FARINHA COM AÇÚCAR OU SOBRE A SUSTANÇA DE MENINOS E HOMENS
Coletivo Negro. Dir. e interpretação: Jê Oliveira. Músicos: Cássio Martins, Dj Tano (Z’África Brasil), Fernando Alabê, Mauá Martins e Melvin Santhana. 90 min. +16 anos.
A obra busca uma relação íntima com o público por meio da palavra falada e cantada e, para isso, utiliza-se da construção poética da presença cênica. A peça faz um tributo ao legado dos Racionais MC’s.
| Teatro Cacilda Becker. De 11 a 13. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h. Grátis

OCUPAÇÃO EMPÓRIO DE TEATRO SORTIDO 
TEATRO CACILDA BECKER

NÃO NEM NADA
Companhia Empório de Teatro Sortido. Texto e dir.: Vinicius Calderoni. Com Geraldo Rodrigues, Mayara Constantino, Renata Gaspar e Victor Mendes. 60 min. +12 anos.
Em plano sequência, a peça mostra 12 cenas independentes interligadas e dezenas de personagens interpretados por quatro atores. 
| De 18 a 20. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h. R$ 20 

OS ARQUEÓLOGOS
Companhia Empório de Teatro Sortido. Texto: Vinicius Calderoni. Dir.: Rafael Gomes. Com Guilherme Magon e Vinicius Calderoni. 60 min. +12 anos.
Dois locutores esportivos transmitem cenas corriqueiras vistas em uma praça. Pessoas caminham nas ruas sem se dar conta de que os papeis rabiscados que trazem nos bolsos serão documentos históricos em centenas de anos. Arqueólogos do futuro dialogam sobre os vestígios dessa estranha civilização, avaliando relíquias recolhidas no início do século 21. 
| De 25 a 27. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h. R$ 20

Teatro infantojuvenil 

O DRAGÃO DE FOGO
Texto: Cássio Pires. Dir.: Marcelo Lazzaratto. Com Eduardo Okamoto, Esio Magalhães e Luciana Mizutani. Figurinos: Fause Haten. 50 min. Livre.
Sorteado entre todos os homens da aldeia, menino desenhista enfrenta um dragão que, desperto de seu sono de séculos, ameaça destruir sua aldeia. 
| Teatro Cacilda Becker. De 19/8 a 24/9. Sáb. e dom., 16h. R$ 16

Teatro Décio de Almeida Prado

ARRASADA - QUASE UMA FÁBULA DE AMOR ENTRE MULHERES
Cena Urbana. Texto e dir.: Ricardo Leitte. Com Dani Guedes. 60 min. +12 anos. 
Bia conta sua aventura de amor e ódio sobre duas pessoas que preencheram sua vida, bem ou mal.
| Teatro Décio de Almeida Prado. De 4 a 27. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h. R$ 20

Teatro infantojuvenil 

PÉS PEQUENOS CONTRA BULLYING
Grupo Salto Fino. Texto: Melina Menghini. Dir.: Daniela Stirbulov e Melina Menghini. Com Ligia Breternitz, Vanessa Rosseto e Melina Menghini. 50 min. Livre. 
Gui, uma menina divertida, e seu pássaro Marlon Lu passam por uma fase de adaptação na nova escola, deparando-se com a comilona Babalu, o tagarela Celeno e o hiperativo Olegário, que possui necessidades especiais, juntos enfrentarão as próprias diferenças de maneira divertida, combatendo o bullying provocado pelo temido Henrique Junior.
| Teatro Décio de Almeida Prado. De 5 a 27. Sáb. e dom., 16h. R$ 16 

Teatro Flávio Império

Teatro infantojuvenil 

A MENINA LIA
Cia. do Fubá. Texto e dir.: Fernanda Gama. Com Bruno Gavranic, Fernanda Gama, Leonardo Devitto e Paula Bega. 60 min. Livre.
Menina solitária adora ler, para desgosto dos pais que preferem vê-la assistindo à televisão. Ao encontrar na biblioteca o livro “Matilda”, obra de Roald Dahl que conta a história de uma garota igual a ela, aprende com a narrativa e procura vencer os problemas em casa e na escola. 
| Teatro Flávio Império. De 5 a 13. Sáb. e dom., 16h. Grátis
 
Teatro João Caetano

MOSTRA PAZ EM CENA
TEATRO JOÃO CAETANO  

Idealização e coor. geral: Rogério Nagai. Apoio Institucional: Consulado Geral do Japão, Consulado de Israel, Associação Hibakusha Brasil pela Paz e Centro Universitário FEI.
| Ingressos na bilheteria do teatro ou pelo do site www.sympla.com.br; para reserva dos ingressos gratuitos e pagos, digitar “paz em cena”.

GANDHI - A ÉTICA INSPIRADORA 
Dir.: Miguel Filliage. Texto: Miguel Filliage e Bene Catanante. Dir.: Miguel Filliage. Com João Signorelli. 50 min. Livre.
Gandhi anuncia o início de mais um jejum para despertar a consciência dos líderes do Ocidente e do Oriente para que eles inspirem uma conduta ética e contínua. O jejum que ele propõe é que os povos deixem de se alimentar com pensamentos desequilibrados, preconceitos e sentimentos sombrios. Em linguagem simples e direta, ele conta histórias de sua vida, de sua relação com a mulher e, ao fim, fala sobre sua trajetória como líder, sobre a importância da conduta única e invoca a fé. 
| De 6 a 27. Dom., 19h. R$ 20

OS TRÊS SOBREVIVENTES DE HIROSHIMA
Roteiro e dir.: Rogério Nagai. Com Takashi Morita, Kunihiko Bonkohara, Junko Watanabe e Rogério Nagai. 50 min. +12 anos.
Três sobreviventes da bomba atômica de Hiroshima relatam suas experiências de vida, da Segunda-Guerra Mundial, da imigração para o Brasil e dos dias atuais. O roteiro se desenvolveu a partir da coleta e organização dos relatos dos sobreviventes, trabalhando com o conceito de biodrama (vertente do teatro-documentário).
| De 12 a 26. Sáb., 21h. R$ 20

OS PÁSSAROS DE SADAKO
Texto e dir.: Geraldo Fernandes. Com Aderaldo Maya, Annete Moreira, Érito Mayer e Luciana Venâncio. 60 min. Livre.
História de uma menina japonesa vigorosa e atlética nascida em Hiroshima. Vítima de um efeito tardio da bomba atômica lançada pelos americanos durante a Segunda Guerra Mundial, quando ela era apenas um bebê, ela se relaciona com os tsurus (pássaros de papel). Uma antiga lenda japonesa diz que se a pessoa dobrar mil pássaros de papel os deuses lhe concedem seus desejos, principalmente os relacionados à saúde, proteção e bens materiais. A garota tornou-se uma heroína no Japão.
| Dia 5, 21h. De 4 a 25. 6ª, 21h. R$ 20

LEITURA DRAMÁTICA: O VERDADEIRO PAI DA BOMBA ATÔMICA
Texto: Murilo Dias César Sinopse. 90 min. Livre.
Texto inédito do premiado dramaturgo que narra a descoberta da reação em cadeia pelo físico Húngaro Leo Szilard “o verdadeiro pai da bomba atômica” e não Albert Einstein, como alguns atribuem. A partir daí, desenrola-se a fabricação e o embate do físico em prol da paz contra o teste da bomba em seres humanos no projeto norte-americano Manhattan.
| Dia 24, 21h. Grátis

Infantojuvenil

DOIS IDIOTAS SENTADOS CADA QUAL NO SEU BARRIL
Autora: Ruth Rocha. Dramaturgia: Dario Uzan. Idealização: Jô Santana. Dir. e concepção: Stella Tobar. Com Giuliano Caratori e Paulo de Pontes. 50 min. +5 anos.
Os palhaços Teimosinho e Mandão são combatentes de guerra de exércitos distintos e carregam, cada qual, um barril cheio de pólvora. Egoístas e autoritários, não conseguem dialogar pacificamente. Mas, ao acenderem uma vela, o que pensavam ser um trunfo pode se voltar contra eles. Será que conseguirão chegar a um acordo para o bem comum?
| Dias 5, 16h. De 12 a 27. Sáb. e dom., 16h. R$ 15

Encontros

APRESENTAÇÃO DO ANIMÊ GEN - PÉS DESCALÇOS 
Autor: Keiji Nakazawa. 83 min. Livre.
Hadashi no Gen, conhecido também como Barefoot Gen ou, em português, Gen Pés Descalços, é um animê baseado em um mangá, que conta a história de um menino e sua família que presenciaram os efeitos dramáticos da guerra e os desdobramentos funestos da bomba nuclear lançada pelos americanos em 1945. A trama foi criada de forma autobiográfica por Keiji Nakazawa, um hibakusha (sobrevivente da bomba atômica). Originalmente surgiu como mangá em dez volumes e rodou em várias publicações, incluindo a Weekly Shonen Jump, revista semanal de mangá, entre 1973 e 1985.
| Dia 6, 16h. Grátis


PALESTRA: EU SOBREVIVI AO HOLOCAUSTO
Com Nanette Blitz Konig. 90 min. Livre. 
De origem judia, Nanette Blitz Konig nasceu em 6 de abril de 1929, em Amsterdã (Holanda). A partir de maio de 1940, a Holanda foi ocupada pelo exército alemão. No início de outubro de 1941, os alunos judeus tinham de frequentar escolas separadas, e é nessa ocasião que Nanette torna-se colega de classe de Anne Frank, no Liceu Judaico. Em setembro de 1943, a família Blitz é presa e levada para o campo de transição de Westerbork. Em 15 de fevereiro de 1944, eles são deportados para o campo de concentração de Bergen-Belsen. No fim de novembro de 1944, o pai morre e, no início de dezembro, o irmão dela e sua mãe são transferidos. Nanette permanece lá sozinha. Seu irmão morre no campo de concentração de Oranienburg e sua mãe é deportada para uma mina de sal em Beendorf para trabalho escravo. Morreu em abril de 1945, durante uma viagem de trem à Suécia. Em janeiro de 1945, Nanette é enviada para outra parte do campo de Bergen-Belsen. De lá, ela vê Anne, através da cerca de arame farpado, no chamado "campo grande de mulheres". Estes dois campos tornam-se um só, depois que a cerca é retirada em fevereiro de 1945. Nanette procura por Anne e se encontra com ela e sua irmã, Margot. Nanette sobrevive e é salva pelo major britânico Leonard Berney. Depois da guerra, passou três anos hospitalizada por ter contraído tifo, doença que matou Anne Frank. Nesta época, ela recebe do pai de Anne um exemplar do livro escrito pela filha, “Het Achterhuis” (O Anexo Secreto). Quando se recuperou, foi morar na Inglaterra, onde conheceu o atual marido, John Konig. Em 1953, os dois se casaram e se mudaram para o Brasil. Em 2015, ela escreveu o livro que virou best-seller “Eu Sobrevivi ao Holocausto”.
| Dia 10, 20h. Grátis

DOCUMENTÁRIO E PALESTRA: AUSCHWITZ, HOLOCAUSTO - PERÍODOS DA VIDA DE WERNER BAB
(Zeitabschnitte des Werner Bab, Alemanha, 2006). 70 min. Livre. 
Após 60 anos de silêncio, Werner Bab fala pela primeira vez da dimensão criminal do campo de concentração e extermínio de Auschwitz. Ele ficou prisioneiro por lá desde meados de 1942 e, posteriormente, após a evacuação do local, também nos campos de concentração de Mauthausen, Melk e Ebensee. Deste último, ele foi liberto em 6 de maio. Em 1948, retorna a Berlim, onde recomeça a vida como vendedor de automóveis. Após a exibição do documentário, ocorre um bate-papo com Flávio de Leão Bastos Pereira, professor de direito internacional e direitos humanos. 
| Dia 17, 21h. Grátis

Teatro Paulo Eiró

FARINHA COM AÇÚCAR OU SOBRE A SUSTANÇA DE MENINOS E HOMENS
Coletivo Negro. Dir. e interpretação: Jê Oliveira. Músicos: Cássio Martins, Dj Tano (Z’África Brasil), Fernando Alabê, Mauá Martins e Melvin Santhana. 90 min. +16 anos.
A obra busca uma relação íntima com o público por meio da palavra falada e cantada e, para isso, utiliza-se da construção poética da presença cênica. A peça faz um tributo ao legado dos Racionais MC’s.
| Teatro Paulo Eiró. De 18 a 20. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h. Grátis

A VIDA
Antikatártika Teatral (AKK). Dir.: Nelson Baskerville. Dramaturgia: Nelson Baskerville e elenco. Com Camila Raffanti, Felipe Schermann, Hercules Morais, Nuno Carvalho, Tamirys O’hanna e Thaís Medeiros. 90 min. +16 anos
Seis atores e seu diretor se propõem a investigar suas tragédias pessoais e fazer delas teatro, traçando uma rede de encontros preciosos em que cada cena emerge em mútua relação com as outras. A cada sessão, uma nova versão de si mesmos. 
| Teatro Paulo Eiró. Até dia 13. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h. R$ 20 

Teatro Zanoni Ferrite

PATRICK MAIA
Espetáculo: “Abrindo Gavetas”. 90 min. +16 anos.
Patrick Maia é um dos mais inovadores comediantes do Brasil com dois shows na Netflix e um currículo extenso, passando por programas humorísticos como “Agora é Tarde”, com Danilo Gentili, e “Pânico”, na Band. Em seu novo show, Patrick leva sua escrivaninha até o palco e divide com a plateia piadas novas, anotações, ideias de filme e o que mais ele encontrar nas gavetas.
| Teatro Zanoni Ferrite. Dia 17, 21h. R$ 20

Teatro infantojuvenil 

UM MUNDO INACABADO
Cia. Auá de Teatro. Texto: Alexandre Maronna e Gustavo Colombini. Dir. artística e musical: Dagoberto Feliz. Com Alexandre Maronna, Elis Fersan, Luisa Vilhena, Mauriene Maná, Renato Macedo e Thiago Morrinho. 75 min. Livre.
Inspirada na animação “Le Tableau”, do cineasta Jean-François Laguionie, a peça propõe às crianças uma reflexão sobre ética e preconceito, de maneira lúdica e poética. Com música ao vivo, executada pelos próprios atores, a história é contada por diferentes tipos de seres que vivem em um quadro, mas não têm consciência disso. Junto com o público, descobrirão sua origem e a origem de suas diferenças.
| Teatro Zanoni Ferrite. Dias 5 e 6, 16h. Grátis

Casas de Cultura

O CANTO DAS MULHERES DO ASFALTO
Texto: Georgette Fadel e Carlos Canhameiro. Com Cris Rocha, Michele Navarro, Paula Carrara, Paula Serra, André Capuano e Weber Fonseca. 55 min. +14 anos.
O espetáculo é composto por diversos cantos que desdobram a premissa de um mundo onde as mulheres se recusam a parir novos filhos. São vozes que se multiplicam entre essas mulheres, mães e filhas, santas, prostitutas, velhas e moças, cuja desesperança futura celebra um presente que precisa ser ouvido.
| Centro Cultural de Santo Amaro. Dia 12, 19h30
| Casa de Cultura Raul Seixas. Dia 13, 16h
| Casa de Cultura Santo Amaro. Dia 18, 20h
| Casa de Cultura Vila Guilherme - Casarão. Dia 26, 18h
| Casa de Cultura do Campo Limpo. Dia 31, 20h
| Grátis

NA GRANJA
Amarelo Cia. de Teatro. Com Cadu Garcia e Edson Thiago Rossi. 60 min. Livre. 
Dois atores criam um jogo circense teatral livremente inspirado no conto “Suicídio na Granja”, de Lygia Fagundes Teles, e que conta a história de uma estranha amizade entre um galo e um ganso que se deparam com a morte. 
| Casa de Cultura da Brasilândia. Dia 5, 19h
| Casa de Cultura do Tremembé. Dia 6, 17h
| Casa de Cultura do Campo Limpo. Dia 11, 14h
| Centro Cultural Tendal da Lapa. Dia 12, 18h
| Casa de Cultura Guaianases. Dia 26, 16h
| Grátis

Bibliotecas Municipais

Teatro infantojuvenil

HISTORIETAS E ASSOMBRETAS 
Cia. Arte Negus. Com Augusto Figliaggi, Elaine Guarani, Rafael de Barros e Cristiano de Carvalho. Livre.
O susto e a atração pelo desconhecido é o que move esta apresentação que tenta descobrir de onde vem a coragem.
| Biblioteca  Affonso Taunay. Dia 5, 11h
| Biblioteca  Aureliano Leite. Dia 5, 14h
| Biblioteca  Gilberto Freyre. Dia 6, 11h
| Biblioteca  José Paulo Paes. Dia 12, 11h
| Biblioteca  Lenyra Fraccaroli. Dia 12, 14h
| Biblioteca  Cora Coralina. Dia 20, 11h
| Grátis

Teatro infantojuvenil* 

MOSTRA DE TEATRO INFANTIL VIA CERTA TEATRAL
TEATRO PAULO EIRÓ 

MIM, A MENINA MUNDO
Com Bárbara Salomé, Camila Biondan e Murilo Inforsato. 45 min. Livre.
Livremente inspirado no livro “O Pequeno Príncipe”, de Antoine de Saint-Exupéry, o espetáculo conta a história da pequena Mim, que vivia em um planeta onde todas as pessoas eram muito parecidas. Só ela era diferente e, zombada por isso. Seu único amigo era uma flor chamada Cravo e, em todas as noites, ela sonhava que existia um planeta onde pudesse ser quem era. 
| Dias 5 e 6. Sáb. e dom., 16h. R$ 16

NA TERRA DO NUNCA 
Com André Sakajiri, Bárbara Salomé, Cassia Teobaldo, Fernando Aveiro, Humberto Caligari, Murilo Inforsato e Thiago Andreuccetti. 45 min. Livre.
Em uma noite, Wendy acha uma sombra perdida em seu quarto e é assim que conhece Peter Pan, um menino que sabe voar e que não cresce nunca. Este a convida, junto com seus irmãos, a conhecer a fantástica Terra do Nunca, assombrada pelo terrível Capitão Gancho. Lá, eles resolvem criar uma nova ilha, onde a igualdade prevaleça e todos possam opinar nas decisões. 
| Dias 12 e 13. Sáb. e dom., 16h. R$ 16

CIRCO

CAVACO E SUA PULGA AMESTRADA
A Caravana Tapioca. Criação, roteiro e interpretação: Anderson Machado. Dir.: Helder Vasconcelos. 50 min. Livre.
O espetáculo apresenta Maria, a pulga adestrada que chega de paraquedas, canta, faz música com panelas, cospe fogo, doma uma fera, entre outras habilidades nunca vistas. Cavaco, o excêntrico domador, faz a costura dos números com música ao vivo, malabarismo, magia e comicidade.
| Biblioteca  Álvaro Guerra. Dia 12, 11h
| Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato. Dia 12, 14h
| Biblioteca  Vicente de Carvalho. Dia 19, 11h
| Biblioteca  Vinicius de Moraes. Data 19, 14h
| Biblioteca  Paulo Sérgio Duarte Milliet. Dia 20, 11h
| Biblioteca  Brito Broca. Dia 26, 11h
| Biblioteca  Thales Castanho de Andrade. Dia 26, 14h30
| Grátis
| Biblioteca  Jovina Rocha Álvares Pessoa. Dia 2/9, 11h
| Biblioteca  Nuto Sant’Anna. Dia 3/9, 11h
| Grátis

O CIRCO FUBANGUINHO
Trupe Lona Preta. Com Alexandre Matos, Elias Costa, Henrique Alonso, Joel Carozzi, Sérgio Carozzi e Wellington Bernardo. 45 min. Livre.
Espetáculo inspirado nas charangas, farsas e bufonarias. As músicas pontuam e costuram o enredo. Nele, dois palhaços, demitidos e expulsos do picadeiro, tentam se inserir a qualquer custo.
| Casa de Cultura do M’Boi Mirim. Dia 23, 20h
| Biblioteca  Anne Frank. Dia 26, 11h
| Biblioteca  Paulo Sérgio Duarte Milliet. Dia 27, 10h
| Grátis

É NOIS NA XITA
Namakaca. 50 min. Livre.
Espetáculo que mostra o convívio entre três personagens: Du Circo, Montanha e Cafi, que disputam os aplausos do público, aceitando os próprios equívocos como fonte de improvisação. Além de malabarismos, monociclos, acrobacias, equilibrismos e palhaçadas, o espetáculo é também musical, brincando com ritmos tipicamente brasileiros e instrumentos da cultura popular, como cavaquinho, pandeiro e percussão.
| Biblioteca  Padre José de Anchieta. Dia 5, 11h
| Biblioteca  Thales Castanho de Andrade. Dia 5, 14h30
| Biblioteca  Belmonte. Dia 6, FALTA HORÁRIO
| Biblioteca  Castro Alves. Dia 19, 11h
| Biblioteca Amadeu Amaral. Dia 19, 14h30
| Biblioteca  Helena Silveira. Dia 26, 11h
| Biblioteca  Marcos. Dia 26, 14h
| Biblioteca  Gilberto Freyre. Dia 27, 11h
| Grátis

A FABULOSA CHARANGA DOS EXCÊNTRICOS 
Circo Palombar. 50 min. Livre.
Integrantes de um circo-teatro colocam suas roupas coloridas, maquiagens e equipamentos e saem às ruas para encontrar o público e contar histórias dessa arte tradicional. São números de circo variados, como monociclo, pernas de pau, malabarismo, acrobacias e palhaços.
| Biblioteca  Paulo Duarte. Dia 20, 14h. Grátis

PALHAÇA RUBRA 
60 min. Livre.
A divertida e sagaz palhaça Rubra é a mestre de cerimônias de uma trupe em que todos são músicos, atletas e palhaços e combinam suas habilidades para criar e recriar esquetes clássicas e contemporâneas do circo.
| Biblioteca  Padre José de Anchieta. Dia 28, 11h. Grátis

SE NÃO CHOVE NÃO MOLHA 
Circo Vox. Dir.: Elena Cerântola e Gallo Cerello. Com os palhaços Bolão (Gallo Cerello), Azeitona (Elena Cerântola) e Reco-reco (André Farias). 60 min. livre.
Família de palhaços se atrapalha ao fazer seus números, mas descobre que o espetáculo fica muito divertido com essas falhas. Apresentação de malabarismo, magia, acrobacia e tecido aéreo.
| Biblioteca  Clarice Lispector. Dia 5, 11h
| Biblioteca  Alceu Amoroso Lima. Dia 19, 11h
| Biblioteca  Belmonte. Dia 20, 11h
| Biblioteca  Castro Alves. Dia 26, 11h
| Biblioteca  Paulo Duarte. Dia 27, 11h
| Grátis

MÚSICA

BANDA SEM NOME
Surgida em 2002, a banda se destacou no cenário gospel, mudando a concepção de black music.
| Teatro Flávio Império. Dia 30, 20h. Grátis

FIGUEROAS 
Show: “Swing Veneno”. Com Givly Simons, Jadiel Emidio de Oliveira Silva, Dinho Zampier e Rafa Moraes.
Dupla formada no fim de 2014 pelos alagoanos por Givly Simons e Dinho Zampier com o intuito de revisitar a lambada brasileira, gênero que surgiu na segunda metade da década de 70, no Pará. Em 2017, lançou o segundo disco, "Swing Veneno", que traz repertório covers clássicos da lambada junto com canções de seu primeiro disco, em formato de trio. 
| Centro Cultural Tendal da Lapa. Dia 18, 18h 
| Teatro Martins Penna. De 19, 20h
| Casa de Cultura de São Miguel Paulista. Dia 25, 20h 
| Casa de Cultura do Campo Limpo. Dia 27, 19h
| Grátis 

GOLPE DE ESTADO
Com Nelson Brito, Marcello Schevano, Roby Pontes, 
João Luiz e Mateus Schanoski.
Com 30 anos de carreira e autora de hits como “Caso Sério”, “Paixão”, “Noite de Balada” e Não é Hora”, a banda está de volta para comemorar essa expressiva marca em sua carreira. Após a morte do guitarrista ícone Helcio Aguirra, Nelson Brito decidiu se juntar ao seu ex-companheiro de banda, Roby Pontes, além de recrutar Marcelo Schevano e João Luiz para esta turnê comemorativa que traz sucessos do grupo.
| Casa de Cultura de São Mateus. Dia 5, 19h
| Casa de Cultura do Butantã. Dia 18, 19h
| Centro Cultural Jabaquara. Dia 25, 19h
| Grátis

INOCENTES
Com Anselmo Guarde "Anselmo Monstro", Clemente, Luiz Fernando "Nono" e Ronaldo Passos.
Em 2017, o Inocentes roda o Brasil com shows que incluem os grandes clássicos, além de muitas surpresas que há tempos não eram revisitadas pelo quarteto. 
| Centro Cultural Tendal da Lapa. Dia 11, 18h
| Casa de Cultura Vila Guilherme - Casarão. Dia 12, 18h
| Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes. Dia 27, 19h
| Grátis

MADE IN BRAZIL
Show & Tour 50 Anos. Com Oswaldo “Rock” Vecchione, Celso “Kim” Vecchione, Rick “Monstrinho” Vecchione, Guilherme “Ziggy” Mendonça, Octavio “Bangla” Lopes, Ivani “Janes” Venâncio e Rubens “Rubão” Nardo.
Formada pelos irmãos Oswaldo e Celso Vecchione no bairro da Pompeia em 1967, a banda passou por diferentes formações e mudanças e atravessou diversos movimentos musicais em sua trajetória. Nunca perdeu o foco e nem a pegada “Chuck Berry” de seu rock básico e genuíno. Os 15 álbuns de sua discografia oficial evidenciam as marcas do tempo, mas surpreendem ao revelar conexões interessantes, mostrando que o grupo está atento às novas sonoridades, mas conectado com o puro rock que a fez surgir ao fim da década de 1960.
| Casa de Cultura Raul Seixas. Dia 5, 16h. Grátis

SARAU MUSICAL DA CAPOEIRA
Show: “O Rap e a Capoeira - Poesia Afro-brasileira”. Coord.: Os Pretões. Convidada: MC Soffia.
Idealizado pelos artistas Alexandre Padinha e Lews Barbosa, do coletivo Os Pretões, este sarau mescla as duas linguagens, o rap e a capoeira, e recebe convidados a cada edição. Em agosto, junta-se ao coletivo a rapper MC Soffia, de 13 anos. 
| Casa de Cultura Chico Science. Dia 5, 18h. Grátis

TEMPORADA 2017 DA ORQUESTRA FILARMÔNICA SANTO AMARO 
Dir. artística e regência: Silvia Luisada.
No repertório de agosto, a orquestra com sede no Paulo Eiró interpreta “Maple Leaf Rag", de J. Joplin, com coreografia do balé Passo Livre e convidados; “Guilherme Tell”, de Rossini; “Trenzinho do Caipira”, de Villa-Lobos; entre outras peças.
| Teatro Paulo Eiró. Dia 27, 11h. R$ 20

Música Infantojuvenil

BEATLES PARA CRIANÇAS
Com Fabio Freire, Gabriel Manetti, Johnny Frateschi, Edu Puperi e Humberto Zigler.
O espetáculo reúne os sucessos do quarteto de Liverpool, com arranjos originais, entre eles “I Want to Hold Your Hand”, “All My Loving” e “Yellow Submarine”, mesclados com histórias contadas e cantadas. 
| Casa de Cultura do Butantã. Dia 6, 10h
| Casa de Cultura de São Mateus. Dia 11, 10h
| Centro Cultural Municipal do Grajaú - Palhaço Carequinha. Dia 18, 15h
| Casa de Cultura Itaim Paulista. Dia 25, 18h
| Teatro Zanoni Ferrite. Dia 26, 11h
| Casa de Cultura do M’Boi Mirim. Dia 31, 15h
| Grátis
| Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes. Dia 1º/9, 15h
| Casa de Cultura do Campo Limpo. Dia 15/9, 15h
| Centro Cultural Jabaquara. Dia 29/9, 15h
| Grátis

RAUZITOS
Com Ivan Gomes e Angelo Coelho.
Inspirada em Raul Seixas, a dupla apresenta para as crianças um show de rock’n’roll que lembra os personagens criados pelo Maluco Beleza: Durango Kid, O Sábio Chinês e O Carimbador Maluco. 
| Casa de Cultura do Campo Limpo. Dia 5, 15h
| Centro Cultural do Grajaú - Palhaço Carequinha. Dia 6, 16h
| Casa de Cultura da Brasilândia. Dia 12, 15h
| Casa de Cultura Hip-Hop Leste. Dia 13, 15h
| Casa de Cultura Salvador Ligabue. Dia 19, 15h
| Centro Cultural da Penha. Dia 20, 16h
| Centro Cultural Vila Formosa. Dia 22, 16h
| Grátis
| Casa de Cultura São Rafael. Dia 17/9, 11h. Grátis

TRUPE PÉ DE HISTÓRIAS CANTA ELVIS
Com Naya Sá, Tucci Fattore, Juliana Ladeira, Rita Gutt, Guilherme Kafé, Luis Santiago Málaga, Lipe Torre e Pedro Henning.
Neste conto da Trupe, a menina Nina vive mais uma grande aventura com seu pai. Após ganhar um disco de Elvis Presley, o rei do rock, Nina vai dormir querendo ser a rainha do rock e, assim, ser lembrada por todos para sempre. Mas, será que para serem lembradas, as pessoas precisam ser famosas?
| Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes. Dia 4, 15h
| Centro Cultural Vila Formosa. Dia 11, 15h
| Grátis
| Centro Cultural do Grajaú - Palhaço Carequinha. Dia 15/9, 15h
| Casa de Cultura do Butantã. Dia 17/9, 10h
| Casa de Cultura Itaim Paulista. Dia 22/9, 15h
| Casa de Cultura Chico Science. Dia 23/9, 15h
| Casa de Cultura Salvador Ligabue. Dia 30/9, 15h
| Grátis

Respeitável Público
Circo Vox - Se chove não molha

Uma família de palhaços, o pai e seus dois filhos, chegam para apresentar um espetáculo, mas se atrapalham ao fazer os números, que acabam sempre da forma errada.
Os 3 ficam nesse “chove não molha” e então percebem no final que, sem querer, apresentaram um espetáculo divertidíssimo. Nessa montagem o grupo traz esquetes tradicionais circenses adaptadas para a linguagem contemporânea do Circo Vox.

05/08: Biblioteca Clarice Lispector às 11h
19/08: Biblioteca Alceu Amoroso Lima  às 11h
20/08: Biblioteca Belmonte às 11h
26/08: Biblioteca  Castro Alves às 11h
27/08: Biblioteca  Paulo Duarte às 11h

O Circo Fubanguinho

"O Circo Fubanguinho" da sequência a pesquisa estética e política do grupo. A elaboração das palhaçadas e das músicas se baseiam nas tradições populares com ênfase nos seus aspectos sociais, históricos e políticos. A pesquisa preza por colher o mais saudável da tradição, ou, pra ser mais exato, extrair o núcleo sadio do senso comum. 

O roteiro é uma sequência de cenas clássicas de palhaço, e é costurado por amplo repertório musical que comenta, pontua e estranha as ações. Nessa peça, motivados por interesses antagônicos, o dono do circo e os funcionários formam um pólo contraditório. O primeiro, representando a ordem, a elegância, a produtividade , a eficiência; os segundos, símbolos da marginalidade, da ineficiência, da improdutividade. Daí, da contradição, se extrai os elementos mais valiosos das cenas.
           
26/08 - Biblioteca Anne Frank às 11h
27/08 - Biblioteca Paulo Sérgio Duart Milliet às 10h

Circo Palombar - A Fabulosa Charanga dos Excêntricos 

Um jovem grupo de Circo-Teatro coloca suas roupas coloridas, maquiagens e equipamentos de circo e sai às ruas para encontrar o público. O que eles querem é contar histórias dessa tradicional Arte que tanto gostam e reinventá-las a sua maneira, de um jeito simples, para gente do povo, nas ruas e parques da periferia da cidade. São números de circo variados como monociclo, pernas de pau, malabarismo, acrobacias, palhaços apresentados ao público.

20/08 - Biblioteca Paulo Duarte às 11h

Palhaça Rubra 

Palhaça Rubra é a mestre de cerimônias dessa trupe onde todos são músicos, atletas e palhaços, combinando suas habilidades para criar e recriar esquetes clássicas e contemporâneas do circo - encantando e surpreendendo o público em qualquer espaço.

Release Completo: O Show da Palhaça Rubra é um show moderno à moda antiga, movida pela mais alta tecnologia humana.
Altamente interativo, o espetáculo mistura música, humor e improviso, envolvendo a plateia em todos os momentos para criar apresentações que são sempre únicas.
Palhaça Rubra é a mestre de cerimônias dessa trupe onde todos são músicos, atletas e palhaços, combinando suas habilidades para criar e recriar esquetes clássicas e contemporâneas do circo - encantando e surpreendendo o público em qualquer espaço.

27/08 - Padre José de Anchieta às 11h
02/09 às 14:00 - Biblioteca Monteiro Lobato
03/09 às 10:00 - Biblioteca Camila Cerqueira César 
09/09 às 14:00 - Biblioteca Alceu Amoroso Lima 
10/09 às 10:00 - Biblioteca Érico Veríssimo 
17/09 às 10:00 - Biblioteca Sergio Buarque de Holanda 
23/09 às 14:00 - Biblioteca Belmonte 
24/09 às 10:00 - Biblioteca Paulo Setúbal 

A Caravana Tapioca

CAVACO E SUA PULGA AMESTRADA 
O espetáculo apresenta Maria, a pulga adestrada que chega de paraquedas, canta, faz música com panelas, cospe fogo, doma uma fera, entre outras habilidades nunca antes vistas. Cavaco, o excêntrico domador, faz a costura dos números com música ao vivo, malabarismo, magia e comicidade. A Caravana Tapioca tem um vasto repertório, e vem se apresentando em palcos 
Picadeiros de todo o Brasil, pesquisando a rua como forma de democratização da arte e formação de platéia, quebrando a rotina das cidades. 

Data: 06/08 – Biblioteca Nutto Sant’Anna às 11:00 
Data: 12/08 - Biblioteca Álvaro Guerra Horário: 11:00
Data: 12/08 - Biblioteca Monteiro Lobato Horário: 14:00
Data: 19/08 - Biblioteca Vicente de Carvalho Horário: 11:00
Data: 19/08 - Biblioteca Vinícius de Moraes Horário: 14:00
Data: 20/08 - Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet Horário: 11:00
Data: 26/08 - Biblioteca Brito Broca Horário: 11:00
Data: 26/08 - Biblioteca Thales Castanho de Andrade  Horário: 14:30

Setembro
Data: 02/09 - 11h - Biblioteca Jovina Rocha Pessoa
Data: 03/09 - 11h - Biblioteca Nuto Sant’Anna

Contato: Giulia , 96439.8289 - email: contato@caravanatapioca.com

NAMAKACA
Espetáculo - É NOIS NA XITA

Espetáculo infanto-juvenil que mostra o convívio entre três personagens: Du Circo, Montanha e Cafi, que disputam os aplausos do público, aceitando os próprios equívocos como fonte de improvisação.
Além de malabarismos, monociclos, acrobacias, equilibrismos e palhaçadas, o espetáculo é também musical, brincando com ritmos tipicamente brasileiros e instrumentos da cultura popular como cavaquinho, o pandeiro e a percussão.
O espetáculo já foi apresentado mais de 800 vezes, em 24 estados brasileiros e pelo mundo afora.

Data: 05/08 Biblioteca José de Anchieta, padre Horário: 11:00
Data: 05/08 - Biblioteca Thales Castanho de Andrade Horário: 14:30
Data: 06/08 - Biblioteca Belmonte 11:00
Data: 19/08 - Biblioteca Castro Alves Horário: 11:00
Data: 19/08 - Biblioteca Amadeu Amaral Horário: 14:30
Data: 26/08 - Biblioteca Helena Silveira Horário: 11:00
Data: 26/08 - Biblioteca Marcos Rey Horário: 14:00
Data: 27/08 - Biblioteca Gilberto Freyre Horário: 11:00

Setembro
Data: 02/09 - 11h - Biblioteca Aureliano Leite
Data: 02/09 - 14h - Biblioteca Ricardo Ramos
Data: 03/09 - 11h - Biblioteca Lenyra Fracarolli
Data: 09/09 - 11h - Biblioteca Álvaro Guerra
Data: 09/09 - 14h - Biblioteca Camila Cerqueira Cesar
Data: 16/09 - 11h - Biblioteca Monteiro Lobato
Data: 16/09 - 14h30 - Biblioteca Clarice Lispector
Data: 17/09 - 11h - Biblioteca José Paulo Paes (CCPenha)
Data: 23/09 - 11h - Biblioteca Vicente de Carvalho
Data: 23/09 - 14h - Biblioteca Vinicius de Moraes.

OS TR3S PORCOS DA PRÓXIMA COMPANHIA
Três porcos procuram um lugar para construir suas casas. O conto infantil desta vez dirige-se também aos adultos e se passa na cidade, onde o espaço está cada vez mais disputado com o Lobo, o dono do lugar, que fará de tudo para obrigar os porcos a beneficiá-lo e impedir que eles atrapalhem a manutenção e a construção de seus empreendimentos.

Datas:
06.agosto - 11h - Biblioteca Chácara do Castelo
12.agosto - 14h - Biblioteca Camila Cerqueira Cesar
19.agosto - 11h - Biblioteca Prestes Maia (CC Santo Amaro)
19.agosto - 14h - Biblioteca Roberto Santos
20.agosto - 11h - Biblioteca Viriato Correa
26.agosto - 11h - Biblioteca Raimundo de Menezes
26.agosto - 14h - Biblioteca Rubens Borba de Moraes
27.agosto - 11h - Biblioteca Sylvia Orthof
Setembro:
16.setembro - 11h - Biblioteca Nuto Sant’Anna
16.setembro - 14h - Biblioteca Thales Castanho de Andrade
17.setembro - 10h30 - Biblioteca Pedro Nava
23.setembro - 11h - Biblioteca Paulo Sergio Duarte Milliet
23.setembro - 14h - Biblioteca Aureliano Leite
24.setembro - 11h - Biblioteca Padre José de Anchieta
30.setembro - 11h - Biblioteca Milton Santos
30.setembro - 14h - Biblioteca Paulo Setúbal (CC Vila Formosa)

TEATRO DE FANTOCHES VON FEFFER - JOÃO E MARIA
A Companhia de Fantoches Von Feffer é uma empresa especializada em contar histórias para crianças, com a proposta de resgatar a magia dos bonecos de fantoches (bonecos de luva). Por meio de uma perfeita técnica de manipulação utilizada, a equipe de profissionais atinge o principal objetivo: dar vida ao boneco, mostrando à adultos e crianças, o quanto ele pode tornar-se real.  Apresentarão a história de João e Maria, um clássico dos Irmãos Grimm.

Datas:
05.agosto - 14h - Biblioteca Brito Broca
06.agosto - 11h - Biblioteca Castro Alves
12.agosto - 11h - Biblioteca Malba Tahan
12.agosto - 14h - Biblioteca Belmonte
19.agosto - 11h - Biblioteca Milton Santos
19.agosto - 14h - Biblioteca Paulo Setúbal 
20.agosto - 11h - Biblioteca Ricardo Ramos
26.agosto - 11h - Biblioteca Jamil Almansur Hadad
26.agosto - 14h - Biblioteca Cora Coralina
27.agosto - 11h - Biblioteca Jovina Rocha Pessoa
10.setembro - 11h - Biblioteca Álvares de Azevedo.

RUA ORINDIÚVA
Após o falecimento de seu tio, Rodrigo visitou a antiga moradia de seus avós na Rua Orindiuva, antigo 87 e lá registrou o estado da casa em 2016, no momento em que ela foi colocada à venda.
A partir de suas memórias, Rodrigo conta ao público algumas lembranças daquela casa e apoiado na estrutura corporal proposta por Lu Favoreto, o intérprete investiga em seu corpo matrizes de movimento para uma homenagem de despedida daquele imóvel.

Datas:
05.agosto - 14h30 - Biblioteca Mário Schenberg
06.agosto - 11h - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos
12.agosto - 11h - Biblioteca Afonso Schmidt
12.agosto - 14h - Biblioteca Thales Castanho de Andrade
19.agosto - 11h - Biblioteca Jamil Almansur Hadad
19.agosto - 14h - Biblioteca Vicente Paulo Guimarães
20.agosto - 11h - Biblioteca Alvares de Azevedo
26.agosto - 11h - Biblioteca Cassiano Ricardo
26.agosto - 14h - Biblioteca José Paulo PAes
27.agosto - 11h - Biblioteca Chácara do Castelo.

BIBLIOTECA DO BRINCAR
O projeto Biblioteca de Brincar tem como objetivo promover atividades infantis nas bibliotecas municipais. Por meio de brincadeiras, as pessoas serão convidadas a conhecer e se aproximar do espaço do equipamento, que muitas vezes não faz parte do repertório social e cultural da comunidade que atende.
As atividades são inspiradas em brincadeiras brasileiras típicas como amarelinha, bambolê, passa-anel e telefone sem fio, além de oficinas de bonecas abayomi.. Elas serão realizadas conforme as especificidades de cada espaço, aproveitando sua parte interna e externa. Os brinquedos e objetos utilizados serão feitos de materiais recicláveis.
O projeto prevê atividades para crianças de 2 a 10 anos e contará com arte-educadores e monitores especializados para sua condução. A biblioteca será repensada como espaço lúdico e de convivência da família.

Datas: 
05.agosto - 11h - Biblioteca Vicente de Carvalho
05.agosto - 14h - Biblioteca Vinicius de Moraes
06.agosto - 11h - Biblioteca Sergio Buarque de Holanda
12.agosto - 11h - Biblioteca Aureliano Leite
12.agosto - 14h - Biblioteca Gilberto Freyre
19.agosto - 10h30 - Biblioteca Brito Broca
19.agosto - 14h - Biblioteca Érico Verissimo
20.agosto - 11h - Biblioteca Padre José de Anchieta
26.agosto - 11h - Biblioteca Jayme Cortez (CCJ)
27.agosto - 11h - Biblioteca Malba Tahan
02.setembro - 14h - Biblioteca Afonso Taunay
10 de setembro, às 11h - Biblioteca Thales Castanho de Andrade.

SAMBATECA
CONVERSA DE BOTEQUIM - "10 ANOS EM 100 ANOS DE SAMBA"
O grupo Conversa de Botequim existe a 10 anos e uma homenagem aos centenário do gê O projeto “Numa Conversa de Botequim” é uma continuação do trabalho de pesquisa e resgate do grupo. Durante o show são apresentadas canções pouco conhecidas de Geraldo Pereira, Mauro Duarte, Eduardo Gudin, Nelson Cavaquinho, Noel Rosa e Moacyr Luz, mesclando com clássicos de Adoniran Barbosa, João Nogueira e Martinho da Vila. 
12.agosto - 11h - Biblioteca Jayme Cortez (CCJ)
12.agosto.- 14h - Biblioteca Sylvia Orthof
26.agosto - 11h - Biblioteca Alvares de Azevedo
26.agosto - 14h - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos
02.setembro - 11h - Biblioteca Adelpha Figueiredo
02.setembro - 14h - Biblioteca Cassiano Ricardo
09.setembro - 11h - Biblioteca Lenyra Fracarolli
09.setembro - 14h - Biblioteca Paulo Sergio Duarte Milliet
16.setembro - 11h - Biblioteca Paulo Setúbal (CC Vila Formosa)
16,setembro - 14h - Biblioteca José Paulo Paes (CC Penha)

CASA CAIADA -  "DEVAGAR TAMBÉM É PRESSA" 
“Devagar também é Pressa”, é o título do CD gravado pelo grupo em 2015. 
Além das composições do disco e os clássicos do samba que levantam o público, o show também conta com o momento das marchinhas, no qual são tocadas as que mais fizeram sucesso nas redes sociais deste ano e também um encerramento com uma batucada típica das escolas de samba.
26.Agosto - 11h - Biblioteca Pedro Nava
26.Agosto - 14H - Biblioteca Afonso Schmidt
02.Setembro - 11h - Biblioteca Brito Broca
02.Setembro - 14h - Biblioteca Érico Veríssimo
09.Setembro - 11h - Biblioteca Castro Alves
09.Setembro - 14h - Biblioteca Biblioteca Roberto Santos
16.Setembro - 11h - Biblioteca Raul Bopp
16.Setembro - 14h - Biblioteca Viriato Correa
23.setembro - 11h - Biblioteca Camila Cerqueira Cesar
23.setembro - 14h - Clarice Lispector

Samba do Cafofo
Criada em 2002, essa roda de samba tem como objetivo ser a rota de fuga, uma alternativa para quem gosta e ama um bom samba. 
26/08: BIBLIOTECA AFONSO TAUNAY ÀS 11H
02/09: BIBLIOTECA AFONSO SCHMIDT ÀS 11H
03/09: BIBLIOTECA AMADEU AMARAL ÀS 11H
09/09: BIBLIOTECA MARIA SCHENBERG ÁS 11H
10/09: BIBLIOTECA ADELPHA FIGUEIREDO ÀS 11H
16/09: BIBLIOTECA MILTON SANTOS ÁS 11H
17/09: BIBLIOTECA JAYME CORTEZ ÀS 11H
23/09: BIBLIOTECA HELENA SILVEIRA ÀS 11H
24/09: BIBLIOTECA MARCOS REY ÀS 11H
30/09: BIBLIOTECA CAMILA CERQUEIRA CESAR ÀS 11H

Núbia Maciel e os Divinos

Núbia é vocalista do Samba de Rainha, grupo de samba paulistano formado por mulheres. Em 14 anos de carreira, o Samba de Rainha já fez milhares de shows em todo tipo de lugar e pra todo tipo de público. 
05/08: BIBLIOTECA RICARDO RAMOS ÀS 11H
05/08: BIBLIOTECA JOVINA ROCHA ÁLVARES PESSOA ÀS 14H30
06/08: BIBLIOTECA MILTON SANTOS ÀS 11H
12/08: BIBLIOTECA CLARICE LISPECTOR ÀS 11H
12/08: BIBLIOTECA ALCEU AMOROSO LIMA ÀS 14H
19/08: BIBLIOTECA LENIRA FRACCAROLI ÀS 11H
19/08: BIBLIOTECA RAUL BOPP ÀS 14H
20/08: BIBLIOTECA RUBENS BORBA ÀS 11H
26/08: BIBLIOTECA VICENTE DE CARVALHO ÀS 11H
26/08: BIBLIOTECA VICENTE PAULO GUIMARÃES ÀS 14H

Clubinho do Livro

São as atividades do clubinho: 
Oficina de Livro Coletivo
"Pondo cor na Poesia" com a poeta e artista plástica Aline Binns e  com a arte educadora, artesã​ e dançarina Babu Nascimento. As crianças serão convidadas a criar imagens partindo do estímulo da  poesia falada, com o intuito de construir juntas um livro de poesia. Podendo ser ilustrações de uma mesma poesia ou mais de uma poesia.  Será disponibilizado materiais para técnicas mistas de pintura e colagens de materiais tais como tecidos, papéis, fios coloridos, brilhos  e coisas deliciosas pra dar asas a imaginação.

Feira do Livro
Parte do Clubinho do Livro. Traga seu livro velho para doação ou troca. E se você não tem livro pra trazer, passe na feirinha pra ver se tem algum para você levar. Para participar, basta levar livros em bom estado de conservação e trocá-los na base de 1 por 1. Como nosso objetivo é fomentar a literatura, não vamos pegar livros de caráter informativo (didáticos-técnicos-escolares).

Leitura de Livros
O jornalista Camilo Rocha lerá "O Pote Vazio", sobre um menino que adorava flores e que participa de um concurso para se tornar o sucesso do imperador. Trata-se de uma fábula chinesa que contém uma valiosa lição sobre honestidade e ética. A história é indicada para crianças a partir dos quatro anos.
Dia 05 de agosto às 14h - Biblioteca Monteiro Lobato
Dia 06 de agosto às 11h - Biblioteca Afonso Schimidt
Dia 12 de agosto às 14h - Biblioteca Álvares de Azevedo
Dia 19 de agosto às 14h - Biblioteca Marcos Rey
Dia 20 de agosto às 11h - Biblioteca Álvaro Guerra
Dia 26 de agosto às 14h - Biblioteca Mário Schenberg
Dia 27 de agosto às 11h - Biblioteca Lenyra Fraccaroli

Música Imigrante
O Música Imigrante pretende através do coletivo Sarau dos Imigrantes circular artistas das mais diferentes esferas por todas as bibliotecas mostrando que São Paulo abriga todas as culturas do mundo. 

O Sarau dos Imigrantes é um projeto de Web TV criado para divulgar o trabalho de músicos de diversos lugares do mundo que escolheram o Brasil para viver. As gravações acontecem às terças-feiras das 19:00 às 20:00, no Espaço Parlapatões, com entrada gratuita.

Concebido pelo músico e publicitário Luiz Celso Piratininga, pelo produtor cultural Luiz Delfino Cardia e pelo músico e professor Irajá Menezes, o Sarau buscou inspiração nas ideias de Boaventura Sousa Santos que diz: "Temos o direito a ser iguais quando a diferença nos inferioriza; temos o direito a ser diferentes quando a igualdade nos descaracteriza". O pensador português acredita que o reconhecimento igualitário das diferenças está entre as premissas para um diálogo intercultural.

Para botar em prática esse encontro de vozes de todo o mundo, ao grupo inicial vieram se juntar Uolli Briotto, que passou a cuidar da produção, João Paulo Nascimento, que concebeu um plano para captar o áudio das apresentações ao vivo, a equipe da Rede PUC e a Nick Filmes que filmam e editam os episódios e ainda as fotógrafas Lígia Gimenes e Daniela Menezes.

Em suas 3 primeiras edições, na Edição Especial da Virada e na MaiFest 2017, o Sarau dos Imigrantes contou com a presença de:

Lenna Bahule 
Além de repertório autoral inspirado no interesse e pesquisa sobre a música vocal e regência alternativa, músicas folclóricas moçambicanas e africanas em geral, de uma forma bastante espontânea e performática formada pela música
popular, ancestral e natural de vozes e percussão, onde o corpo também funciona como instrumento melódico, harmônico e rítmico.
Dia 20 de agosto às 11h – Biblioteca Chácara do Castelo
Dia 27 de agosto às 11h – Biblioteca Alceu Amoroso

EntreLatinos
Um projeto musical que tem como objetivo o resgate do canto popular latino-americano. Sua rota se propõe navegar do México à Patagônia, do folclore às novas gerações. Povos que se encontram e se tornam uma unidade na diversidade, cada qual com seus ritmos e seus sotaques. 
Dia 06 de agosto às 11h – Biblioteca Paulo Sérgio Milliet
Dia 26 de agosto às 14h – Biblioteca Adelpha Figueiredo

Trio Acústico de las Americas
Dia 27 de agosto às 11h - Biblioteca Camila Cerqueira César

Resostenido - Pop Folk e ritmos da América Latina
Dia 19 de agosto às 14h - Biblioteca Helena Silveira

Instrumental Para Ler
O projeto Trilha Para Ler leva até as bibliotecas músicos com repertório instrumental para ocupar o espaço de leitura. Em conjunto com o Municipal nas Bibliotecas o Trilha Para Ler traz músicos com repertório que vai do erudito ao popular. Fazem parte do projeto para o mês de Julho os músicos:

Iara Ungarelli toca Viola da Gamba 
Iara Ungarelli apresenta um repertório que transita pelos universos Renascentista, Barroco e Popular Brasileiro, composto de peças para viola da gamba solo e canções, nas quais se acompanha com o instrumento. Na apresentação, a artista canta e toca uma combinação de peças baseada em sua história com a música vocal e com a viola da gamba.
Dia 05 de agosto às 11h - Biblioteca Lenyra Fraccaroli

Giovanni Matarazzo - Beatles Instrumental 
O repertório é composto por músicas do Grupo Britânico com arranjos especialmente elaborados para violão solo. O formato de concerto é didático contando com breve contexto histórico das músicas, gravações e pequenas informações técnicas referentes ao instrumento e arranjos. No repertório Get Back Ticket To Ride, Yellow Submarine , Norwegian Wood e Strawberry Fields Forever, entre outras. 
Dia 06 de agosto às 10h - Biblioteca Jayme Cortez 
Dia 12 de agosto às 10h30 - Biblioteca Mário Schenberg
Dia 13 de agosto às 11h - Biblioteca Marcos Rey
Dia 20 de agosto às 11h - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda
Dia 26 de agosto às 10h30 - Biblioteca Narbal Fontes
Dia 26 de agosto às 14h30 - Biblioteca Nuto Sant’Anna
Dia 27 de agosto às 11h - Biblioteca Raul Bopp

Ricardo Valverde - Jazz e MPB no vibrafone 
O percussionista Ricardo Valverde apresenta um repertório que ilustra diversas
vertentes da música popular brasileira e da música internacional, além de obras
autorais, ao vibrafone. A proposta apresenta a versatilidade do vibrafone, instrumento de percussão com teclas de metal, passando por ritmos como a bossa nova, jazz, samba, baião, e composições autorais.
Dia 05 de agosto às 10h30 - Biblioteca Alceu Amoroso Lima
Dia 05 de agosto às 14h - Biblioteca Álvaro Guerra 
Dia 06 de agosto às 10h - Biblioteca Érico Veríssimo
Dia 06 de agosto às 11h - Biblioteca Cora Coralina
Dia 12 de agosto às 11h - Biblioteca Ricardo Ramos
Dia 13 de agosto às 11h - Biblioteca Paulo Duarte


Historietas e Assombretas
Com Augusto Figliaggi e Elaine Guarani. Roteiro para as Histórias Cia Arte Negus
O susto e a atração pelo desconhecido é o que move essa sessão de narração de histórias. Sabe aquela sensação de querer superar temores? De tentar verificar até onde sua coragem realmente vai? De não querer se assustar mas, mesmo assim, pedir para o avô ou avó contar aquele causo assombrado? É pautada nessas sensações que surgiu a vontade de elaborar uma apresentação que intenta provocar o multifacetado assombro. A classificação é de 6 anos.
Dia 05 de agosto às 11h - Biblioteca Affonso Taunay
Dia 05 de agosto às 14h - Biblioteca Aureliano Leite 
Dia 06 de agosto às 11h - Biblioteca Gilberto Freyre 
Dia 12 de agosto às 11h - Biblioteca José Paulo Paes 
Dia 12 de agosto às 14h - Biblioteca Lenyra Fraccaroli
Dia 20 de agosto às 11h - Biblioteca Raimundo Menezes 

O Sapo e o Vagalume: Uma Amizade Improvável
Com Bruno Soares, Yannick Iksvaarzen e Angélica Müller
“O Sapo e o Vagalume: Uma Amizade Improvável” é uma peça teatral voltada para o público infantil, que aborda a construção da amizade além das diferenças, e surge a partir da necessidade de falar sobre a união, tendo como foco a mudança de mentalidade no que se refere a miscigenação.. Dentre as informações trocadas no decorrer da trama, evidencia-se a necessidade da aceitação e bom relacionamento independente das diferenças, sejam de caráter físico, racial, e outros. Com seu caráter participativo, as crianças do público receberão adereços e serão convidadas a interagir com o ambiente em que se passa a história.
Dia 05 de agosto às 11h - Biblioteca Amadeu Amaral
Dia 05 de agosto às 14h - Biblioteca Roberto Santos 
Dia 06 de agosto às 11h  Biblioteca Jamil Almansur Haddad
Dia 12 de agosto às 11h - Biblioteca Anne Frank 
Dia 12 de agosto às 14h - Biblioteca Prefeito Prestes Maia 
Dia 19 de agosto às 11h - Biblioteca Cora Coralina 
Dia 19 de agosto às 14h - Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa
Dia 26 de agosto às 11h - Biblioteca Paulo Setúbal
Dia 26 de agosto às 11h - Biblioteca Affonso Taunay
Dia 27 de agosto às 11h - Biblioteca Álvaro Guerra 

 
Introdução ao Teatro, Memoria e Território
Com Lucas Vitorino
A oficina "Introdução ao Teatro, Memória e Território”, ministrada por Lucas Vitorino (do Grupo Pandora de Teatro), tem como objetivo proporcionar a vivência no processo de criação teatral, visando explorar a potencialidade artística dos participantes e a apresentação dos caminhos processuais desenvolvidos pelo Grupo Pandora de Teatro, coletivo artístico fundado em 2004 sediado no Bairro de Perus, SP. Sob o ponto de vista metodológico, serão trabalhados depoimentos pessoais, memórias e pesquisa histórica de fatos marcantes na historia dos bairros onde estão localizadas as bibliotecas que receberão a atividade, com o intuito de desenvolver um experimento cênico com os participantes.
Dia 05 de agosto às 11h - Biblioteca Cassiano Ricardo


Cantigas em Libras
Com O Grupo Êba!
A intervenção consiste em um encontro dividido em três momentos: o grupo inicia com uma história e com jogos de aquecimento corporal, relacionados às cantigas tradicionais. Em seguida, junto com os participantes, selecionam as cantigas que gostariam de trabalhar. A partir disso,  ensinam os sinais e destrinchar as possibilidades de tradução da letra para encontrar uma melhor forma de se brincar a cantiga em Língua de Sinais. O último momento da oficina é de brincadeiras práticas com as traduções que foram criadas.

Dia 05 de agosto às 14h - Biblioteca Narbal Fontes 
Dia 12 de agosto às 11h - Biblioteca Viriato Correa
Dia 12 de agosto às 14h30 - Biblioteca Raul Bopp
Dia 19 de agosto às 11h - Biblioteca Cassiano Ricardo
Dia 19 de agosto às 14h30 - Biblioteca Adelpha Figueiredo 
Dia 20 de agosto às 11h - Biblioteca Nuto Sant’ Anna
Dia 26 de agosto às 14h30 - Biblioteca Prestes Maia
Dia 02 de setembro às 11h - Biblioteca Marcos Rey

Choros de Villa-Lobos na Flauta e Viola Caipira
Por Enrique Menezes
Choros de Villa-Lobos executados ao vivo por Flauta, Pífano e Viola Caipira procurando expor algumas das características marcantes do compositor e suas relações tênues entre o popular e o erudito. Como Villa-Lobos utilizou as formas do choro urbano em sua série de composições? Quais foram as explicações dadas pelo próprio compositor para batizar assim sua série?
Dia 05 de agosto às 11h - Biblioteca Sylvia Orthof
Dia 05 de agosto às 14h - Biblioteca Pedro Nava
Dia 06 de agosto às 11h - Biblioteca Álvares de Azevedo
Dia 19 de agosto às 14h - Biblioteca Anne Frank
Dia 20 de agosto às 11h - Biblioteca Affonso Taunay
Dia 26 de agosto às 10h - Biblioteca Viriato Corrêa
Dia 26 de agosto às 14h30 - Biblioteca Roberto Santos

Duo Sax-Faction
O Duo Sax-Faction foi formado para desenvolver o repertório da música brasileira cantada, traduzida para versões instrumentais, nos diálogos entre o saxofone e o piano. A junção da levada rítmica e da harmonização feita pelo piano somada ao toque melodioso do saxofone abre um enorme leque de possibilidades. Temas comuns nas rodas de samba e de violão, como Eu Sou o Samba, Trem das Onze, Janela Lateral, Eu e a Brisa, ganham versões instrumentais intimistas nos diálogos entre o Sax e o Piano.
Dia 08 de julho Às 14h – Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa
Dia 15 de julho às 15h – Biblioteca Sylvia Orthof
Dia 16 de julho às 11h – Biblioteca Viriato Corrêa
Dia 22 de julho às 14h – Biblioteca José Mauro Vasconcelos
Dia 23 de julho Às 11h – Biblioteca Helena Silveira
Dia 29 de julho às 14h – Biblioteca Raimundo de Menezes
Dia 30 de julho às 11h – Biblioteca Narbal Fontes
Dia 05 de agosto às 14h - Biblioteca Adelpha Figueiredo
Dia 06 de agosto às 11h - Biblioteca Camila Cerqueira César 
Dia 12 de agosto às 14h - Biblioteca Rubens Borba

DIAS CIA DE DANÇA 
Espetáculo: Sob a Pele
O que há por baixo de nossa pele? O que somos em nosso “recheio”? Quais as particularidades que nos constroem e nos preenchem? Sob a Pele busca revelar alguns de nossos sentimentos e emoções que existem por baixo das tantas máscaras que vestimos no dia-a-dia, e como eles refletem quem somos. Ora com sincronia e ora com movimentos variados, o espetáculo vem mostrar que apesar das diferenças superficiais, no fundo os seres humanos são todos iguais, muitas vezes com os mesmos medos e desejos, expectativas e necessidades. Sob a Pele retrata relações que se deixam ser atravessadas e nutridas pelas diferenças, e que se fortificam pela construção da diversidade. Assim, por meio da dança contemporânea, busca exaltar a diferença e a multiplicidade, e traz a reflexão de que todos ganhamos quando nos damos a chance de nos abrir para o outro. 
06/08 às 11:00 - Biblioteca Paulo Setúbal
12/08 às 11:00 - Biblioteca Sérgio Buarque de Holanda
13/08 às 11:00 - Biblioteca Padre José de Anchieta
20/08 às 10:00 - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos
27/08 às 10:00 - Biblioteca Érico Veríssimo. 

Duo Siqueira Lima
Ganhador do Prêmio “Profissionais da Música 2015”, no Brasil, e do “Brazilian International Press Award 2014”, nos Estados Unidos, o Duo Siqueira Lima, formado pelos violonistas Cecilia Siqueira e Fernando Lima, é reconhecido pelo virtuosismo técnico, perfeito entrosamento e por originais e inovadores arranjos para dois violões.
Cecília, do Uruguai, e Fernando, do Brasil, se conheceram no II Concurso Internacional de Violão Pro-Música/SESC, em 2001, na cidade de Caxias do Sul (Brasil), quando dividiram o primeiro prêmio depois de uma concorrida disputa com virtuoses de vários países. Esse evento foi decisivo para a formação do duo e o início de uma promissora carreira internacional.
Sucesso de público e de crítica, os violonistas combinam turnês no Brasil e nas principais capitais europeias, além de incursões pela Rússia e por países da América do Norte e África. São sempre bem recebidos nos principais centros musicais, teatros e salas de grande prestígio, como Lincoln Center (Nova Iorque), New World Center (Miami), Concertgebouw (Amsterdam) e Sala São Paulo (São Paulo).
Cecília e Fernando também são requisitados para aulas e masterclasses em eminentes instituições como University of Florida (Gainesville, Flórida - EUA), SMU Meadows School of Arts (Fort Worth, Texas - EUA) e Conservatoire Royal de Liège (Bélgica) e Koblenz International Guitar Festival (Koblenz - Alemanha).
16 de setembro às 11h - Biblioteca Jovina Rocha

ALVORADA
O espetáculo ALVORADA parte da linguagem das máscaras expressivas e
tem como inspiração dramatúrgica canções da música popular brasileira as quaisrevelam histórias de amor. O enredo é calcado no jogo das personagens presentes em cena e aponta para as diversas facetas de um relacionamento amoroso. Osquadros apresentados seguem uma estrutura não linear e fazem alusão aosmomentos vividos durante toda a relação: ALVORADA (a paixão), o ENTARDECER (as memórias) e o CREPÚSCULO (as decepções). O CENTRO DE PESQUISA DA MÁSCARA busca neste trabalho aprofundar sua pesquisa de utilização da máscara em cena e sua intensa relação com os outros elementos: cenário, figurino e trilha sonora.
27/08 às 10:00 - Biblioteca Vinícius de Moraes 
10/09 às 12:00 - Biblioteca Brito Broca 
17/09 às 10:00 - Biblioteca Belmonte
30/09 ás 16:00 -  Biblioteca Viriato Corrêa 

Chiquita Bacana no Reino das Bananas
Texto escrito por Reinaldo Maia em 1977 coloca em cena o absurdo de uma menina estar sendo acusada de ter comido uma banana no Reino das Bananas. Comandado pelo Rei Leonino e seu staff de girafas e gorilas esse reino no qual os outros animais estão perdendo suas funções sociais é onde se passa a história. O que acontecerá no final só os espectadores poderão decidir a cada dia.
20/08 às 10:00 - Biblioteca Malba Tahan 
03/09 às 10:00 - Biblioteca Milton Santos 
09/09 às 14:00 - Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes 
17/09 às 11:00 - Biblioteca Cora Coralina  

Sananab
O Espetáculo SANANAB nasceu das situações mais simples e diversas. O tema trabalhado é a simplicidade com que Bisgoio enxerga as coisas complexas, e o modo complexo como enxerga o simples. É sob essa ótica e poder de transformação que o palhaço atua em tudo ao seu redor, da profunda relação entre a lógica de
mundo do palhaço Bisgoio e alguns objetos, velhos e desgastados, assim como seu figurino esfarrapado. Revelando a ótica criativa e subversiva do palhaço, transformando e reinventando novas funções para os objetos, e criando vida para eles em diversas situações. Mostrando as facetas do ser humano, as emoções que os definem, sentimentos que se alternam, como: o amor, raiva, simplicidade, alegria, ingenuidade, egoísmo, generosidade, estupidez, mesclando todos essas emoções e construindo uma ponte com o público, revelando um pouco da essência do ser humano em cada situação, fazendo do palhaço um espelho pra sociedade, onde o principal é o encontro com o público de forma não somente receptiva, e sim de jogo entre palhaço e público.
03/09 às 11:00 - Biblioteca Álvares de Azevedo
24/09 às 15:00 - Biblioteca José Mauro de Vasconcelos 

Cabaré da Mafalda
O “Cabaré da Mafalda” é um espetáculo de Palhaçaria Feminina e Circo Família.
Mafalda Mafalda é a Mestra de Cerimônias, ela convida o público para um “chá
dançante” em seu “Cabaré Internacional”; nele podemos ver números tradicionais, cenas cômicas, danças excêntricas, Palhaças Convidadas e também se divertir com as relações familiares desta trupe!!!
12/08 às 14:00 - Biblioteca Vicente Paulo de Guimarães
27/08 às 11:00 - Biblioteca Cassiano Ricardo
02/09 às 14:00 - Biblioteca Viriato Corrêa 
03/09 às 11:00 - Biblioteca Gilberto Freyre
24/09 às 10:00 - Biblioteca Jovina Rocha Álvares Pessoa
30/09 às 10:00 - Biblioteca Sérgio Buarque de Hollanda

O Bando de Seu Pereira nas Bibliotecas
Um acontecimento no forró: um grupo permacultural, com sonoridade única e que como si só, faz releituras de clássicos, revela preciosidades e traz músicas novas, inspiradas em toda essa experiência humana e musical de seus integrantes.
Dia 12 de agosto às 14h – Biblioteca Pedro Nava
Dia 20 de agosto às 11h – Biblioteca José Paulo Paes (C.C Penha)
 

Carimbolando
A apresentação do Grupo Carimbolando é uma grande brincadeira musical. O ritmo contagiante não deixa ninguém parado e as músicas falam de cenas, costumes, personagens e bichos  da região Norte. O grupo interpreta sucessos de Dona Onete, Pinduca, Mestre Lucindo e outros autores consagrados, transformando em festa o espaço onde se apresenta.
Dia 12 de agosto às 11h – Biblioteca Helena Silveira
Dia 27 de agosto às 11h – Biblioteca Aureliano Leite

Dani Lasalvia
A cantora Dani Lasalvia  interpreta, entre outras,  algumas canções coletadas em 1937 pela Missão de Pesquisas Folclóricas, idealizada por Mário de Andrade frente ao departamento de Cultura da Cidade de São Paulo que compõem o Acervo Histórico da Discoteca Oneyda Alvarenga da Centro Cultural São Paulo. 
Dia 12 de agosto às 14h – Biblioteca Érico Veríssimo


Na cachola  
com Marília Calderón e Walter Garcia nas Biliotecas
O show-cênico na cachola, com Marília Calderón e Walter Garcia, experimenta diálogos entre a música, o teatro e a literatura. As canções formam um painel da grande cidade e questionam o lirismo que pode haver no dia a dia das pessoas e das coisas.
Dia 12 de agosto às 14h – Biblioteca Amadeu Amaral