Logo - Cultura

Secretaria Municipal de Cultura e Boitempo Editorial promovem seminário com participação virtual de Julian Assange

Com o tema 'Liberdade, privacidade e o futuro da internet', encontro terá lançamento do livro 'Cypherpunks: Liberdade e o futuro da internet', de autoria do fundador do Wikileaks, Julian Assange, e conta ainda com três mesas de debate, com entrada franca

Com as recentes denúncias de espionagem divulgadas pelo ex-técnico da Agência Nacional de Segurança dos EUA, Edward Snowden, a discussão sobre liberdade e privacidade na internet ganhou o noticiário em todo o Brasil. Considerada um grande avanço no campo das comunicações, de tempos em tempos, com a revelação de casos como o de Snowden, a internet torna-se alvo de desconfiança e críticas.

+ Seminário terá transmissão online

Como contribuição para esta discussão, no próximo dia 18 de setembro, no Centro Cultural São Paulo, acontece o seminário “Liberdade, privacidade e o futuro da internet”, correalizado pela Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e Boitempo Editorial. A atividade integra a programação do Mês da Cultura Independente.


O secretário municipal de Cultura, Juca Ferreira, acredita na importância da Prefeitura de São Paulo contribuir para a reflexão sobre o assunto. “A internet é hoje um espaço chave no cotidiano de praticamente toda a humanidade e essencial para a fruição cultural neste início do século XXI. A quebra de privacidade pela bisbilhotagem e a prática de espionagem é uma ameaça para os direitos individuais conquistados com muita luta no século passado e é preciso uma grande mobilização para garantir a privacidade e a liberdade na rede e o direito dos usuários a uma cultura livre”, conclui ele.


O evento contará com três mesas de debates. No encerramento, às 19h30, acontecerá a videoconferência com Julian Assange, fundador do Wikileaks e autor do livro Cypherpunks: Liberdade e o futuro da internet, publicado este ano pela Boitempo. Atualmente sob asilo político na embaixada do Equador em Londres, Assange participará da última mesa do evento por meio de transmissão ao vivo, com tradução simultânea. A jornalista Natália Viana, parceira do Wikileaks no Brasil e coordenadora da Agência Pública de Jornalismo Investigativo e o secretário Juca Ferreira compõem a mesa de discussões.



(capa do livro)

A primeira mesa começa às 14h e traz como tema “Arquitetura e Governança na Internet” e explora as regras para o tráfego dos dados. Na sequência, às 16h, o assunto é “Vigilância e Privacidade na Rede”, que aprofunda a discussão em torno da privacidade de dados em tempos de vigilância. Este tema terá entre os debatedores, Silvio Rhatto, especialista brasileiro em tecnologia digital e armazenamento de dados. A segurança dos usuários para a troca de informações e a dinâmica das redes sociais estarão entre os temas a serem discutidos.


Por meio do seu livro Cypherpunks: Liberdade e o futuro da internet, Assange pauta uma questão absolutamente contemporânea, que impacta a vida de todos os usuários da internet, que se beneficiam da revolução no campo das comunicações mas ainda refletem pouco sobre a vigilância que sofrem.


Ivana Jinkings, diretora editorial da Boitempo, ressalta a importância da obra de Assange: “O livro Cypherpunks e a discussão global iniciada por Julian Assange à frente do Wikileaks – ao quebrar paradigmas e revelar a vigilância em massa na internet – são contribuições inestimáveis ao nosso tempo. O debate sobre a liberdade no meio virtual é necessário e inevitável, como mostram as ações de Bradley Manning, Edward Snowden e do próprio Assange, em busca de mais transparência. É hora de discutir as consequências dessas ações e ao mesmo tempo disputar a regulação e as políticas de comunicação no Brasil e na América Latina como um todo.”


A entrada é gratuita. Ingressos para a videoconferência serão entregues durante as atividades da tarde. Os restantes serão distribuídos a partir das 18h30.


Programação

SEMINÁRIO “LIBERDADE, PRIVACIDADE E O FUTURO DA INTERNET”
Correalização: Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e Boitempo Editorial
Contribuição para a discussão do funcionamento da rede, tráfego de informações, transparência das instituições e governo e privacidade de dados.

14h – Mesa 1: Arquitetura e governança da Internet: – como funciona a rede, quem controla o tráfego dos nossos dados e quem define suas regras de funcionamento
Debatedores: Sérgio Amadeu – Doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo e professor da Universidade Federal do ABC. É pesquisador das relações entre comunicação e tecnologia, práticas colaborativas na Internet e a teoria da propriedade dos bens imateriais e Tereza Cristina Carvalho – Escola Politécnica da Universidade de São Paulo.

16h – Mesa 2: Vigilância e privacidade na rede: como garantir a privacidade em um cenário de vigilância e os impactos para a cultura digital
Debatedores: Silvio Rhatto – Pesquisador independente de tecnologias digitais de armazenamento e transmissão segura de dados; Marta Kanashiro, pesquisadora do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor) e professora plena do Programa de Pós-Graduação em Divulgação Científica e Cultural do Labjor e  Gisele Beiguelman, Professora da FAU-USP, midiartista e curadora. Pesquisadora na área de História da Arte sobre usos críticos de mídias e editora da Revista Select.

19h30 – Mesa 3: Videoconferência com Julian Assange, fundador do Wikileaks e lançamento do livro Cypherpunks: Liberdade e o futuro da internet
Com participação de Natalia Viana, parceira do Wikileaks no Brasil e coordenadora da Agência Pública de Jornalismo Investigativo e Juca Ferreira, secretário municipal de Cultura

Serviço: Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Rua Vergueiro, nº 1.000 (próximo da estação Vergueiro do Metrô). Dia 18/9, a partir das 14h. Grátis.