Share

Programação Cultural - Biblioteca Mário de Andrade - Julho/2016

Programação Cultural - Biblioteca Mário de Andrade - Julho/2016

Imagem do post


Francisco Maringelli

Gravura na Ponta da Faca
Exposição
Até dia 30 de julho. Visitação de seg. a sáb. das 9h às 18h
Local: Hemeroteca

Com o propósito de elucidar questões apresentadas pelas gravuras de Cláudio Caropreso e Francisco Maringelli expostas nas galerias da Hemeroteca da Biblioteca Mário de Andrade, assim como das circunstâncias que possibilitaram a realização dessa mostra, registra-se o diálogo entre os dois artistas. Ao tratar dos motivos, temas, matérias e objetos de seus trabalhos, Maringelli e Caropreso [Chicão e Claudinho] estabelecem uma correspondência artística a fim de buscar pontos de convergência em seus trabalhos. A cidade, tema central no imaginário dos gravadores, surge não apenas como assunto nessa conversa, mas também como espaço privilegiado de exposição, que divulga tanto o texto quanto as imagens extraídas e apropriadas da metrópole.

Lâmina
Lançamento
Dia: 1, sexta-feira, às 19h
Local: Terraço

O músico Felipe Antunes lança na BMA “Lâmina”, seu primeiro trabalho solo. Concebidas entre os meses de agosto de 2014 e fevereiro de 2016, as 11 faixas que compõem o disco mostram Antunes passeando por gêneros diversos como o samba, o rock e a música caipira, numa proposta textual que abre o diálogo entre música e poesia. O álbum traz ainda as participações de Ná Ozzetti, Helio Flanders, Juliana Perdigão, Enzo Banzo e Bocato. O trabalho vem acompanhado por um livro com letras, fotos, poemas e outros escritos assinados por Felipe. A concepção desse “livro-álbum” foi realizada pela Editora Urutau.

Cinemário – Desejo: prazer e transgressão
Filme
Dia: 1, sexta-feira, às 00h00 – Irreversível (2003; 96 min.)
Reprise: 3, domingo, às 14h
Direção: Gaspar Noé
Elenco: Monica Bellucci, Vincent Cassel, Albert Dupontel
Indicação etária: 18 anos

Jogando com a ordem cronológica da narrativa, o filme começa apresentando o desespero dos amigos Marcus e Pierre embrenhando-se pelo submundo de Paris à procura do homem que teria estuprado Alex, a namora de Marcus. À medida que a narrativa avança, ela vai voltando gradativamente no tempo, passando pela descoberta de quem é o estuprador, até recuar ao ponto do próprio estupro e dos eventos que o antecederam.

Dia: 2, sábado, às 14h – Os Amantes (1984; 141 min.)
Direção: John Cassavetes
Elenco: Gena Rowlands, John Cassavetes, Diahnne Abbot
Indicação etária: 18 anos

Cinemário Paulistano
Filme
Dia: 6, quarta-feira, às 20h – Cara ou Coroa (2012; 90 min.; 16 anos)
Direção: Ugo Giorgetti
Elenco: Emílio de Mello, Julia Ianina, Walmor Chagas
Reprise: 16, sábado, às 16h

Dia: 13, quarta-feira, às 22h30 – Mataram o meu Irmão (2013; 77 min.; 16 anos)
Direção: Cristiano Burlan
Reprise: 30, sábado, às 19h30

Dia: 15, sexta-feira, às 20h – Jogo das Decaptações (2014; 96 min.; 16 anos)
Direção: Sergio Bianchi
Elenco: Fernando Alves Pinto, Silvio Guindane, Clarisse Abujamra
Reprise: 30, sábado, às 17h30

Dia: 16, sábado, às 14h – Avanti Popolo (2014; 72 min.; 16 anos)
Direção: Michael Wahrmann
Elenco: André Gatti, Carlos Reichenbach, Eduardo Valente
Reprise: 21, quinta-feira, às 20h

Dia: 17, sexta-feira, às 16h – Otávio e as Letras (2008; 83 min.; 16 anos)
Direção: Marcelo Masagão
Elenco: Donizeti Mazonas, Ariêta Correa, Heitor Goldflus
Reprise: 22, sexta-feira, às 22h30

Dia: 23, sábado, às 19h30 – Filme de Aborto (2016; 63 min.; 18 anos)
Direção: Lincoln Péricles
Elenco: Leonardo França
Reprise: 27, quarta-feira, às 22h30

Física para todos
Debate
Dia: 2, sábado, às 10h
Local: Auditório

Em 2005, o Instituto de Física da Universidade de São Paulo (IFUSP) iniciou um programa de engajamento mais direto de disseminação dos saberes das ciências físicas a um público mais amplo. A partir de então, o Instituto passou a organizar ciclos de palestras voltadas a ouvintes interessados de diversos setores da sociedade com temas contemporâneos que dizem respeito à vida dos cidadãos. No mês de julho, o tema da palestra apresentada na BMA pelo pesquisador Riccardo Sturani será “Ondas gravitacionais”.

Chorinho no terraço
Show
Dia: 2, sábado, às 16h – Quinteto Pauliceia convida Danilo Brito: Homenagem a Luperce Miranda e Rossini Ferreira
Local: Terraço

No mês de nascimento de Luperce Miranda e Rossini Ferreira, o Quinteto Pauliceia convida o talentoso bandolinista Danilo Brito para uma homenagem a esses dois pernambucanos fundamentais na história do bandolim brasileiro. Com apenas 31 anos de idade, Brito acumula na bagagem 20 anos de carreira profissional, ao longo dos quais obteve sucesso de público e crítica no Brasil e no exterior, com direito até a comparações com o mestre Jacob do Bandolim.

Bate-papo sobre cena da cultura de rua
Roda de debate
Dia: 2, sábado, às 20h
Local: Auditório

Como forma de introdução ao primeiro Festival de Músicos de Rua, será oferecido às 20h um debate sobre a cena da música de rua no Brasil e o impacto desse cenário nos espaços urbanos, assim como seu papel na formação de uma cultura de rua. Entre os debatedores estarão presentes Daniel Bacchieri (jornalista, fundador e curador do StreetMusicMap) e Lívio Tratengberg (compositor e produtor musical).

I Festival de Músicos de Rua
Música
Dia: 2, sábado, às 22h
Local: Terraço

O Obsevatório de Economia Criativa ESPM é uma agência laboratorial do curso de Relações Internacionais criada para discutir, debater e promover projetos de mapeamento ou intervenção de assuntos relativos à economia e cidades criativas. Em 2016, um dos principais projetos desenvolvidos pelo OEC-ESPM, em parceria com a Biblioteca Mário de Andrade, é o Festival de Músicos de Rua, primeiro a relacionar a música de rua e sua importância ao cenário da economia criativa. A música de rua já é entendida como uma das principais expressões culturais urbanas. A arte de rua democratiza a cultura, contribuindo também para a ocupação humana, artística e criativa dos espaços públicos ao redor do mundo.

9x Rosa
Exposição e narração de histórias
Dia: 3, domingo, às 14h
Local: Saguão

O projeto “9x” deste ano será dedicado ao escritor mineiro João Guimarães Rosa. A escolha teve como inspiração três efemérides importantes na sua carreira: comemoram-se em 2016 os 70 anos de Sagarana e os 60 anos de Corpo de Baile e de Grande Sertão: Veredas. Inciado em 2015, o projeto promove o encontro entre nove ilustradores e nove contadores de histórias que trabalharão em duplas em torno de contos do autor, explorando as possibilidades da literatura por meio das relações entre desenho e oralidade. O encontro de junho reunirá a ilustradora Anielizabeth e a contadora Kiara Terra, que farão a apresentação do conto “Corpo fechado”.

Áfricas em sintonia: debates contemporâneos
Roda de bate-papo
Dia: 4, segunda-feira, às 19h
Local: Hemeroteca

Criado pelo Núcleo Amanar da Casa das Áfricas, coletivo voltado para a pesquisa, formação e de promoção de atividades culturais e artísticas relacionadas ao continente africano, o projeto tem como objetivo colocar o público interessado no assunto em contato com estudiosos e artistas africanos residentes no Brasil, prioritariamente ligados às universidades e instituições localizadas no Estado de São Paulo, contribuindo na disseminação dessa produção cultural. O encontro deste mês traz o pesquisador de Senegal Gana Ndiaye para debater o tema “Mobilidade e cidadania: o processo de uma diáspora senegalesa no Brasil”.

Encontro Cultura Digital
Debate
Dia: 5, terça-feira, às 18h
Local: Hemeroteca

O projeto Cultura Digital é uma iniciativa da São Paulo Aberta em parceria com o Ministério da Cultura, a Secretaria Municipal de Cultura e o Centro Cultural da Juventude. A ideia do projeto é reunir os coletivos de cultura digital do município e promover discussões sobre como utilizar a tecnologia da informação para auxiliar nas diversas temáticas sociais. Posteriormente, serão realizadas oficinas sobre os temas abordados ao longo dos encontros.

Musica Experimental – Brechó de Hostilidades Sonoras + Cadós Sanchez
Show
Dia: 5, terça-feira, às 20h
Local: Auditório

Nesta apresentação, o pesquisador musical Cadós Sanchez se une à banda-duo Brechó de Hostilidades Sonoras numa apresentação que utiliza diversas bugigangas sonoras e instrumentos lowtech construídos por eles mesmos. Brechó de Hostilidades Sonoras inspira-se no caos plástico sonoro das feiras de trocas e camelódromos. A dupla tem como proposta a livre improvisação e a (des)organização sonora espontânea pautada no excesso, gerada pela distribuição múltipla e aleatória de objetos (não)sonoros pelo espaço de performance. O instrumentário da banda-duo, formada por Marcelo Muniz e Natacha Maurer, é prioritariamente constituído por objetos de segunda mão, incluindo brinquedos sonoros, brinquedos hackeados, objetos do cotidiano e geradores de ruídos.

Juventude, Tempo Livre e Direito à Cidade
Curso
Dia: 7 e 21, quintas-feiras, às 19h00
Local: Hemeroteca

Destinado a gestores da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, jovens frequentadores do Parque Ibirapuera e a sociedade civil em geral, o curso será composto por oito aulas de temas diversos e que se estenderão até agosto. Neste mês de julho, acontecem mais duas aulas na BMA.

Dia: 7, quinta-feira – Tempo livre: lazer, recreação e arte urbana
Facilitação: Diná Teresa Ramos – licenciada e Bacharel em Educação Física (Unicamp), Mestre em Educação Física (Unicamp). Consultora de Programas de Esporte, Cultura e Lazer (Ministério da Educação e Ministério do Esporte). Brinquedista e artesã de brinquedos. Atuante em Movimentos de Ocupação de Parques e Praças da Cidade de São Paulo. Indicada para o Prêmio da Virada Sustentável 2014.

Dia: 21, quinta-feira – Ocupação como prática da democracia direta: um fenômeno contemporâneo
Local: Hemeroteca
Facilitação: Esther Leblanc – coordenadora-adjunta de Direito à Cidade da Secretaria Municipal de Direitos Humanos de São Paulo e pós graduanda em Administração Pública na Fundação Getúlio Vargas. Foi Assessora de Cooperação Internacional na Secretaria Municipal de Relações Internacionais de São Paulo de 2011 a 2014.

Paisagens Dogon contemporâneas: escultura, música e narrativas
Cinema, música e palestras
Dia: 8, sexta-feira, a partir das 14h
Local: Hall e auditório

Paisagens Dogon contemporâneas: escultura, música e narrativas é uma iniciativa do núcleo Amanar da Casa das Áfricas dirigida às pessoas interessadas em arte e cultura africanas. A sociedade dogon situa-se na região saeliana entre o Mali e Burquina Faso, no Oeste africano, e é renomada no Ocidente por um conjunto de motivos, entre eles sua arte ancestral e a riqueza de suas expressões culturais e proposições históricas. Essa celebração da cultura Dogon que o núcleo trará à BMA incluirá filmes, mesas de debate e um show musical com Youssouf Karembé.

14h – Exposição Pinceladas e Alvorada Dogon.
17h15 – Clipe “Yu Wara” (5 min.) e roda de conversa com Youssouf Karembé e Gianni Puzzo.
17h40 – Documentário “Amanhã colheremos búzios na beira do rio” (48 min.), de Nadine Wanono, seguido de roda de conversa com Denise Dias Barros.
18h30 – “Artes, viagens e narrativas no universo Dogon”. Mesa com Denise Dias Barros e Jair Guilherme Filho abordando pesquisas do núcleo Amanar da Casa das Áfricas.
20h – Apresentação musical “Ginna Dogon”, com Youssouf Karembé – músico de Bandiagara, país Dogon.

Imagens do Brasil Profundo

Entrando em seu terceiro ano na BMA, o projeto segue seu caminho revelando formas e expressões culturais escondidas de um país singular, complexo e com alto grau de originalidade. Este ano, o projeto pretende uma abrangência maior, lançando um olhar sobre a rica e diversificada cultura brasileira. Vamos atrás de um país ainda desconhecido, um Brasil dos interiores, das pequenas cidades, rincões, vilarejos e das comunidades escondidas. Vamos buscar um Brasil não óbvio, forte e pulsante, avesso e além do país apresentado pela grande mídia.

Dia: 11 a 14, das 14h às 17h – Curso Brasil Profundo e seus intérpretes
Local: Hemeroteca

O curso visa preparar professores na abordagem de temas da cultura brasileira em sala de aula. Na primeira aula, serão apresentadas ideias centrais que inspiraram o conceito de Brasil Profundo a partir de três pensadores do país: Ariano Suassuna, Darcy Ribeiro e Gilberto Freire. Nas demais aulas, serão abordadas, através de diferentes linguagens como música, literatura e cinema, as contribuições de alguns intérpretes “informais” da cultura do país.

Dia: 13, quarta-feira, às 20h – Show com Zé Paulo Medeiros
Local: Auditório
Natural de São Paulo, Zé Paulo Medeiros é compositor, contador de causos, escritor, intérprete, musicista de violão e viola caipira e pesquisador da cultura caipira. Com mais de três décadas de carreira, Medeiros acumula no seu currículo oito álbuns de canções autorais e diversas participações especiais com grandes nomes da música popular brasileira, como Sergio Reis, Yassir Chediak, Tônico e Tinoco, Saulo Laranjeira, Osvaldinho da Cuíca, Rodrigo Sater, Maria Alcina, Cezar do Acordeon, Inezita Barroso e Zé Geraldo, entre outros.

Dia: 27, quarta-feira, às 20h – Bate-papo musical com Mário Gil
Local: Auditório

O bate papo musical “Contos do Mar e Montanha” fará um percurso pelas pesquisas que deram origem aos seus discos, com destaque para a leitura pessoal de Mario Gil a respeito das paisagens sonoras e culturais brasileiras. O Brasil presente nas canções de Mario recupera o lirismo e a delicadeza, expressões tão necessárias quanto escondidas nesse nosso momento presente. Mineiro de Juiz de Fora, Mário Gil está radicado em São Paulo desde 1983.

Teatro na Mário
Teatro
Dia: 11, segunda-feira, às 20h – O Brasil de Shakespeare
Local: Auditório

Nesta homenagem aos 400 anos de William Shakespeare, serão representadas cenas curtas de diversas peças do autor. Elenco: Ricardo Cardoso.

Dia: 25, segunda-feira, às 20h – E se não tivesse amor no título
Local: Auditório

Comédia dramática constituída de três solos sobre o universo feminino, a peça é inspirada em relatos amorosos reais, retratando de maneira sutil, poética e descontraída histórias de amores partidos, idos e não concluídos. Elenco: Luiza Andrade, Ioná Damiana e Nina Marqueti.

Ciclo BMA de Música Erudita – Caso Grave
Show
Dia: 12, terça-feira, às 20h
Local: Auditório

O quarteto formado por músicos especializados em instrumentos de sonoridade grave explora o repertório possível para as formações apresentadas e a riqueza de timbres dessas tessituras e instrumentações. Formado por Jefferson Babu, Marcos Tudeia, Jefferson Lima e Tiago Azevedo, o Caso Grave proporciona ao público uma experiência repleta de “cores” e sonoridades novas, provenientes da instrumentação incomum, grave e flexível, composta fundamentalmente por tubas e eufônios, com variações trazidas pelo uso do trombone, tenorhorn e trompete baixo.

Ficha Técnica:
Jefferson Babu – Tuba
Marcos Tudeia – Tuba
Jefferson Lima – Euphonium
Tiago Azevedo – Euphonium

Clube de Leitura
Roda literária
Dia: 13, quarta-feira, às 19h
Local: Terraço

Em parceria com a editora Companhia das Letras, a Biblioteca Mário de Andrade realiza mais um Clube de Leitura. O livro discutido no mês de julho será Hibisco Roxo, de Chimamanda Ngozi Adichie.

Democracia na História – Caio Tendeloni
Palestra
Dia: 14, quinta-feira, às 20h
Local: Auditório

O tema do encontro de julho será a influência dos hackers nas estruturas de poder e na política do século XXI, e como eles estão se aproveitando de brechas nos sistemas políticos para “atualizá-los”. Caio Tendolini é um economista apaixonado por projetos coletivos de impacto positivo na sociedade. Participou da rede Fora do Eixo e foi cofundador de projetos como Toque no Brasil, Canal Wings for Change e da Rede Sustentabilidade. Atualmente, trabalha numa república criativa chamada Vilinha, onde desenvolve projetos ligados à inovação na política.

Bibliotequinha Mário de Andrade
Infantil
Dia: 17, domingo
Local: Deck

Pensado como forma de estimular a vinda do público infantil e infantojuvenil para a BMA, a Bibliotequinha Mário de Andrade é um projeto mensal que terá nove edições no ano de 2016. Apresentando-se sempre aos domingos, artistas ligados a arte e entretenimento infantil criarão uma tarde de diversão recheada de música, teatro, histórias, atividades lúdicas e muita palhaçada, tendo sempre como foco principal o objeto livro e a arte de imaginar. O grupo Esopo em Dó Maior – que em 2015 apresentou na Biblioteca nove narrações/canções inspiradas em autores clássicos – volta em 2016 como uma das atrações principais do projeto.

14h – Contos da Selva
Jacarés argentinos do Rio Paraná, tartaruga gigante amiga do diretor do Zoológico de Buenos Aires, abelhinha malandra das selvas latino-americanas. Venha conhecer as personagens do autor uruguaio de contos fantásticos Horácio Quiroga. Apresentação: Esopo em Dó Maior. Adaptação: Markito Alonso. Composição: Anselmo Mancini e Rafael Amaral.

15h – Gatos e Andorinhas: Animando histórias com bonecos reciclados
Uma oficina lúdica e divertida para as crianças e seus pais. Inspirados nos personagens de Quiroga, construiremos bonecos. Com uma caixa de leite, tintas e colagens daremos asas a nossa imaginação! Com: Carú e Lelê Lima.

16h – O Maior Anão do Mundo que Fugiu da Terra
O palhaço Olegário entretém e diverte a criançada enquanto apresenta o famoso artista que nunca vem. Com: Palhaço Olegário.

Semana do Japão
Festival cultural
Dia: de 18 a 22 de julho
Local: Auditório

A II Semana do Japão na Biblioteca Mário de Andrade parte de uma reflexão sobre intersecções entre o Brasil e o Japão em território brasileiro: como pensar na produção cultural e artística que se realiza em solo nacional feita por aqueles que têm ou não ascendência japonesa. Nessa Semana, teremos exposições de arte, performance, taikô, palestras sobre literatura e língua japonesa, oficinas de shodô (caligrafia artística japonesa), encadernação japonesa, práticas de meditação, cinema e feirinha gastronômica.

II FIME – Festival Internacional de Música Eletrônica
Show
Dia: 18 e 19, às 20h
Local: Auditório

Programada em diversos locais da cidade entre os dias 16 e 30 de julho, o II FIME – Festival Internacional de Música Experimental traz à cidade apresentações de 27 artistas ou grupos de várias regiões do Brasil e de mais de 13 países. Um ponto central para a programação desta edição do festival é a ideia de limite, ideia esta aberta a várias interpretações, como os limites físicos entre intérprete e espectador, entre música e silêncio, música e ruído, ou à dissolução de fronteiras entre práticas, gêneros e formatos. Mais informações no site http://www.fime.art.br/2016/

Dia: 18, segunda-feira, às 20h – Show com Patrícia Martinez (Argentina) + Parallel Asteroid (Vietnã / Áustria)
Dia: 19, terça-feira, às 20h – Show com Ine Vanoeveren (Bélgica) + Medula (RS)

BMA Instrumental – Duo Siqueira Lima
Show
Dia: 26, terça-feira, às 20h
Local: Auditório

O Duo Siqueira Lima apresenta um álbum com repertório centrado em composições de cunho nacionalista. O show proporcionará ao público um contato mais profundo com a música instrumental, enaltecendo obras de grandes compositores em arranjos inovadores.

O Corpo Nu
Filme
Dia: 28, quinta-feira, às 20h e 21h
Local: Auditório

Dirigido por Diego Carvalho, misto de documentário e ficção, o curta O Corpo Nu (2016; 23 min.) cria uma narrativa em torno da associação comumente feita pela sociedade entre nudez e as ideias de sexualidade, sensualidade e erotismo. No filme, seis voluntários dão seu depoimento sobre o assunto enquanto permanecem nus diante da câmera, cujo enquadramento fixo busca dessexualizar a nudez e tratá-la apenas como forma simples, natural e primária durante a conversa.
Cada sessão será acompanhada por um debate com o público. Indicação etária: 18 anos.


Samba na Varanda – Elza e Elizeth
Show
Dia: 30, sábado, às 16h
Local: Auditório

Em julho, o Samba na Varanda traz o encontro do pianista Laércio de Freitas com a cantora Adriana Moreira na homenagem a Elizeth Cardoso e Elza Soares, duas mulheres que souberam aliar na sua arte, de modo magistral, força e doçura. No espetáculo “Elza e Elizeth”, acompanhada por piano e contrabaixo, Adriana cantará um repertório de músicas que marcaram a trajetória artística dessas duas grandes referências da canção brasileira. Neste dia, o show será apresentado excepcionalmente no Auditório da BMA.