Share

Programação Cultural - Biblioteca Mário de Andrade - Agosto/2016

Programação Cultural - Biblioteca Mário de Andrade - agosto/2016

Imagem do post

ISIANE
Leitura dramática
Dia: 1, segunda-feira, às 20h
Local: Auditório

Escrita em 2006, ISIANE é uma história de suspense que aponta para questões contemporâneas como assédio sexual, desejos de poder e violência. A partir de um sentimento de insatisfação capital, tem início um processo de autodestruição que devasta toda uma família suburbana de classe média. O estopim da bomba é Isiane, uma garota que esconde um terrível segredo e a partir do qual jura vingança. A leitura que o grupo teatral carioca ALERTA – Pesquisa Dramática traz à BMA vem revestida por uma linguagem que privilegia a atuação das atrizes Samya Enes, Vera Monteiro e Aline Gomes. A peça trava um diálogo com algumas referências estéticas, tanto realistas, quanto não realistas, ou mesmo abstratas, e cria toda uma atmosfera de tensão permanente a partir de sons, vozes e outros efeitos em off.

Ficha técnica
Elenco: Samya Enes, Vera Monteiro e Aline Gomes
Texto e Direção: Afonso Henrique Soares
Luz: Mônica Ann Diniz

Musica Experimental – Ana Maria Romano (Colômbia) + Renata Roman (Brasil)
Show
Dia: 2, terça-feira, às 20h
Local: Auditório

Compositora e artista sonora colombiana, Ana Maria Romano é diretora do Festival En Tiempo Real e cocoordenadora do Microcircuitos Plataforma Digital Regional. Seu interesse pela exploração sonora levou a territórios nos quais sons e silêncios se encontram com movimentos, lugares, imagens, matérias, com corpos, objetos, espaços sonantes e silenciosos. Renata Roman é artista sonora com experiência internacional, tendo participado de uma residência no ISA – Instituto de Artes de Habana, em Cuba, onde apresentou a obra Solo los fuertes (2016).

Marco Pereira – Lançamento Dois Destinos
Show
Dia: 3, quarta-feira, às 20h
Local: Auditório

No ano em que se comemora o centenário de nascimento de Dilermando Reis (1916-1977), esse expoente do violão brasileiro recebe uma homenagem capaz de despertar um novo interesse por sua obra. Com a técnica primorosa e a eclética bagagem musical que o credenciam como um dos maiores violonistas brasileiros, Marco Pereira interpreta composições desse mestre do violão, em arranjos com sabor mais atual, no show e CD Dois Destinos (Borandá / 2016).

Marco Pereira nasceu em São Paulo, onde estudou violão com o uruguaio Isaias Sávio no Conservatório Dramático e Musical de São Paulo. Viveu na França por cinco anos e recebeu o título de Mestre em Violão Clássico pela Université Musicale Internationale de Paris. Na Espanha, obteve dois prêmios: Concurso Andrés Segóvia (Palma de Mallorca) e Concurso Francisco Tárrega (Valência).
Ocupação Russa
Palestras, oficinas e cinema
Dias: de 4 a 20 de agosto.
Local: Auditório, Deck e Hall

A Associação Cultural Grupo Volga de Folclore Russo e a Kinoruss Edições e Cultura, com apoio da Embaixada da Federação da Rússia no Brasil e Consulado da Federação da Rússia em São Paulo, CPC – UMES – Filmes, Editora 34, União Cultural pela Amizade dos Povos, Clube de Cultura Russa, promoverão uma “Ocupação Russa” na Biblioteca Mário de Andrade. O evento, que está no sexto ano consecutivo, tem o intuito de trazer ao povo brasileiro uma oportunidade de conhecer melhor o idioma, a cultura, a história, as tradições e a literatura da Rússia, e também destacar as suas influências no Brasil. O evento contará com mesas, perfomances, mostra de cinema, oficinas de língua e cultura russa, lançamentos de livros e xadrez.

Rede Brazucah na BMA
Cinema e debate
Dia: 5, sexta-feira, a partir das 10h

O projeto Rede Brazucah consiste na formação de jovens e professores para a utilização do audiovisual em sala de aula, oferecendo uma programação contínua de exibição de filmes brasileiros e debates dentro de instituições de ensino. Em 2016, o projeto prevê a realização de uma mostra de cinema que terá em seu programa as três programações audiovisuais que fizeram parte do projeto e a exibição dos filmes produzidos pelos alunos de cada uma das ETECs participantes.

10h – Festival de Curtas realizados pelos alunos e debate
13h – Filme: Que horas ela volta?
15h30 – Seleção de Curtas metragens
17h – Filme: Comer o quê?

Revista Antílope
Lançamento
Dia: 5, sexta-feira, às 19h30
Local: Terraço

A segunda edição da revista de crítica de quadrinhos Antilope está prestes a ser lançada. Com artigos, ensaios e entrevistas de fôlego, a publicação traz também uma antologia de 98 páginas de quadrinhos originais em um projeto gráfico sofisticado. Na intersecção entre artes plásticas, design e quadrinhos, a nova edição traz uma entrevista exclusiva com o canadense Chester Brown, artigos de Pilau Dares (“a repetição como elemento narrativo nas histórias em quadrinhos”) e Ciro Marcondes (“o universo das HQs mudas”), além de quadrinhos de autores de vanguarda como David Adrien, Nick Drnaso, Dash Shaw, Amanda Baeza e Daniloz, entre outros.

Chorinho no terraço
Show
Dia: 6, sábado, às 16h – Especial Jacob do Bandolim
Local: Terraço

Um dos compositores mais inspirados na história da música popular brasileira, sem contar a exímia habilidade no instrumento que permaneceria para sempre ligado ao seu nome artístico, Jacob do Bandolim pode ser considerado um dos grandes definidores dos rumos da música do nosso país em sua época. Para esta homenagem a esse eterno ás do Choro, o Quinteto Pauliceia convida o bandolinista paulista Milton Mori, nome famoso do instrumento na nossa cidade.

Dia: 20, sábado, às 16h – Homenagem a Abel Ferreira e K-Ximbinho
Local: Terraço

Para homenagear Abel Ferreira e K-Ximbinho, dois nomes fundamentais do clarinete e do saxofone no universo do Choro, não se poderia pensar em um nome mais representativo que o de Nailor Proveta, clarinetista e saxofonista, um dos melhores e mais completos músicos do Brasil. Grande honra para o Quinteto Pauliceia tê-lo ao nosso lado para realizar esta homenagem memorável.

Física para todos
Palestra
Dia: 6, sábado, às 10h
Local: Auditório

Em 2005, o Instituto de Física da Universidade de São Paulo (IFUSP) iniciou um programa de engajamento mais direto de disseminação dos saberes das ciências físicas a um público mais amplo. A partir de então, o Instituto passou a organizar ciclos de palestras voltadas a ouvintes interessados de diversos setores da sociedade com temas contemporâneos que dizem respeito à vida dos cidadãos. No mês de agosto, o tema da palestra apresentada na BMA pelo pesquisador Álvaro Vanucci será “Átomos e moléculas”.

9x Rosa
Exposição e narração de histórias
Dia: 7, domingo, às 14h
Local: Saguão

O projeto “9x” deste ano será dedicado ao escritor mineiro João Guimarães Rosa. A escolha teve como inspiração três efemérides importantes na sua carreira: comemoram-se em 2016 os 70 anos de Sagarana e os 60 anos de Corpo de Baile e de Grande Sertão: Veredas. Inciado em 2015, o projeto promove o encontro entre nove ilustradores e nove contadores de histórias que trabalharão em duplas em torno de contos do autor, explorando as possibilidades da literatura por meio das relações entre desenho e oralidade. O encontro de agosto reunirá o ilustrador Rodrigo Motta e a contador Marcelino Luciano, que farão a apresentação do conto “A hora e a vez de Augusto Matraga”.

Teatro na Mário
Teatro

Dia: 8, segunda-feira, às 20h – A Balada de Gisberta
Local: Auditório
Após deixar o Brasil, Gisberta muda-se para Europa para fugir de seu trágico destino. Às margens do Rio Douro, descobre os prazeres e os infortúnios de ser quem realmente é.

Ficha técnica
Diretor: Renato Andrade
Direção Musical e Composições: Paula Duarte
Assistência de Direção: Leandro Oliveira
Elenco: Cia Barbante (Abelardo da Hora, Alessandra Bozoky, Bárbara Ablas, Bruno Ferrette, Danny Cattan, Eli Faria, Fernanda Titânia, Filipe Miranda, Gabriela Costa, Jessica de Queirós, Juliano Bonfim, Magê Cechetto, Mario Américo, Osmar Souza, Paula Ferreti, Sérgio Marques e Simone Makhamra)
Duração: 70 min
Recomendação etária: 16 anos

Dia: 15, segunda-feira, às 20h – Jogo Cênico
Local: Auditório
Em sua 19ª edição, o Jogo Cênico apresenta uma compilação de 24 solos. A encenação reúne nove atores numa dinâmica cênica apoiada na força dramatúrgica de textos diversos que mesclam tragédias, dramas, canções e depoimentos.

Ficha técnica
Dramaturgia e Direção: Renato Andrade
Elenco: Academia Paulista de Teatro
Duração: 60 min
Recomendação etária: 12 anos

Dia: 22, segunda-feira, às 20h – Hoje eu vou te salvar
Local: Auditório

Hoje Eu Vou Te Salvar, de Elzemann Neves. Medo? Vícios? Insônia? Desmaios? Problemas com peso? Visão de vultos? Depois de várias tentativas de se espiritualizar e se evangelizar, uma mulher traça um plano explosivo de salvação, e esse plano inclui você… Elenco: Lulu Pavarin.

Ficha técnica
Texto e direção: Elzemann Neves
Elenco: Lulu Pavarin
Fotos: Will Prado
Duração: 60 min
Recomendação etária: 18 anos

Dia: 29, segunda-feira, às 20h – Hoje, não há estrelas no céu
Local: Auditório

O teatro na Mario apresenta uma coprodução Brasil Alemanha em única apresentação no país. Hoje, Não Há Estrelas No Céu é uma peça sobre duas irmãs que não se veem há sete anos. Clara partiu, Marion ficou. Uma noite Marion aparece na casa de Clara de surpresa e o encontro das duas demole antigos padrões de pensamento, discurso, movimento, perspectiva e de sonhos, que conduzem a ação para um honesto confronto de ideias (desmembradas) sobre imigração, linhas, fronteiras, exílio e de como nós escolhemos cruzá-las (ou, habitá-las).

Ficha técnica
Texto e direção: Laura Knoll
Elenco: Bia Toledo e Laura Knoll
Duração: 60 min
Recomendação etária: 12 anos

Ciclo BMA de Música Erudita – Rogério Wolf & Fernando Tomimura
Show
Dia: 9, terça-feira, às 20h
Local: Auditório

Formado pelo flautista Rogério Wolf e pelo pianista Fernando Tomimura, o duo já se apresentou na Alemanha, Finlândia e Rússia. Rogério Wolf é artista da Powell Academy, presidente da Associação Brasileira de Flautistas – ABRAF e professor da Escola Municipal de Música de São Paulo. Após mais de 25 anos como primeiro flautista da OSESP e da OSB, o músico tem se dedicado a concertos como solista e camerista. Fernando Tomimura é mestre em Musicologia pela Universidade de São Paulo e um dos mais destacados artistas de sua geração. Professor na Escola Municipal de Música de São Paulo, ele já se apresentou em países como a Alemanha, Finlândia, Rússia, Suíça e Polônia.

Ficha Técnica:
Flauta – Rogério Wolf
Piano – Fernando Tomimura

Imagens do Brasil Profundo

Entrando em seu terceiro ano na BMA, o projeto segue seu caminho revelando formas e expressões culturais escondidas de um país singular, complexo e com alto grau de originalidade. Este ano, o projeto pretende uma abrangência maior, lançando um olhar sobre a rica e diversificada cultura brasileira. Vamos atrás de um país ainda desconhecido, um Brasil dos interiores, das pequenas cidades, rincões, vilarejos e das comunidades escondidas. Vamos buscar um Brasil não óbvio, forte e pulsante, avesso e além do país invisível para a grande mídia.

Dia: 10, quarta-feira, às 20h – Bate-papo musical com Carlinhos Antunes
Local: Auditório

Cantor, compositor, produtor, arranjador e multi-instrumentista, Carlinhos Antunes nasceu numa família de artistas e, desde pequeno, está envolvido com música. Inicialmente autodidata, Carlinhos estudou em 1978 na Fundação das Artes de São Caetano do Sul (SP). Trabalhou como instrumentista em shows e discos com Fátima Guedes, Jair Rodrigues, Oswaldinho do Acordeon, Grupo Tarancón, Susana Baca (Peru), Carlos Nuñes (Espanha), Paul Winter (EUA), entre outros.

Dia: 24, quarta-feira, às 20h – Misturas e Miscigenações Brasileiras com Daniele Kowalewski e Geraldo Adriano Campos
Local: Auditório

Daniele Kowalewski, professora e pesquisadora nas áreas de Filosofia, Sociologia e Educação, com forte pesquisa em miscigenação cultural, e Geraldo Adriano Campos, professor de Relações Internacionais na ESPM, além de percussionista no grupo Batuqueiros e Sua Gente, discutem aspectos da mistura cultural presentes na cultura brasileira como um todo.

Clube de Leitura
Roda literária
Dia: 10, quarta-feira, às 19h
Local: Terraço

Em parceria com a editora Companhia das Letras, a Biblioteca Mário de Andrade realiza mais um Clube de Leitura. O livro discutido no mês de julho será Relato de um certo oriente, de Milton Hatoum.

Democracia na História – Pedro Markun
Palestra
Dia: 11 de agosto, quinta-feira, às 20h
Local: Auditório

O século XXI trouxe transformações intensas para nossa forma de fazer e entender política. As tecnologias digitais recriaram a Ágora grega, agora ampliada e permitindo que todos os cidadãos possam falar e opinar. Isso pede não só novos processos e novas ferramentas para o exercício da democracia como também novos acordos sociais e uma nova forma de fazer política. Pedro Markun é membro da rede Transparência Hacker e do Coletivo Ônibus Hacker. Desenvolve projetos e aplicações em busca de mais transparência pública e mais participação civil na política. É diretor do Lab Hacker, ONG no bairro Armênia, onde ensina programação e cultura hacker em geral.

Diálogos com a Literatura Brasileira
Roda literária
Dia: 12, sexta-feira, às 20h
Local: Terraço

A partir do segundo semestre de 2016, a BMA passa a receber o antigo Clube de Leitura Monteiro Lobato. Seguindo o mesmo modelo dos encontros no antigo endereço, serão selecionados quatro romances (três autores brasileiros e um estrangeiro que dialogue com o Brasil ou a literatura brasileira) de ficção, um título de poesia e outro de contos ou crônicas. Para o encontro de agosto, o livro escolhido foiEles eram muito cavalos, de Luiz Ruffato.

Charlas de Cineclub – Mar adentro
Filme
Dia: 13, sábado, às 15h
Local: Auditório

Charlas de Cineclub é um projeto de extensão da área de Língua Espanhola e suas Literaturas da EFLCH-Unifesp em parceria com a Biblioteca Mário de Andrade. O projeto consiste na exibição de um filme falado em espanhol seguida de discussão nessa língua conduzida por um(a) professor(a) convidado(a). Em agosto, o projeto exibirá o filme Mar adentro (2004; 125 min.), de Alejandro Almenábar. A apresentação do filme será feita pela professora Rosângela Dantas (EFLCH-Unifesp).

Tetraplégico há 28 anos após um acidente durante a juventude, Ramón Sampedro luta na justiça pelo direito de pôr fim à sua própria vida. Lúcido e extremamente inteligente, ele se opõe às opiniões da igreja, da comunidade local e até da própria família para levar adiante sua decisão. Elenco: Javier Bardem, Marta Larralde, Belén Rueda.

Bibliotequinha Mário de Andrade

Pensado como forma de estimular a vinda do público infantil e infanto juvenil para a BMA, a Bibliotequinha Mário de Andrade é um projeto mensal que terá nove edições no ano de 2016. Apresentando-se sempre aos domingos, artistas ligados à arte e entretenimento infantil criarão uma tarde de diversão recheada de música, teatro, histórias, atividades lúdicas e muita palhaçada, tendo sempre como foco principal o objeto livro e a arte de imaginar. O grupo Esopo em Dó Maior – que em 2015 apresentou na Biblioteca nove narrações/canções inspiradas em autores clássicos – volta em 2016 como uma das atrações principais do projeto.

Infantil
Dia: 21, domingo
Local: Deck

14h – O Gato Malhado e Andorinha Sinhá
Livremente inspirado na obra de Jorge Amado e na trova do poeta Estêvão da Escuna, a história fala sobre o relacionamento entre o Gato Malhado e a Andorinha Sinhá: um amor proibido pois, aos olhos dos outros, o gato não é de confiança e, para piorar, a Andorinha está prometida ao Rouxinol. Apresentação: Esopo em Dó Maior. Adaptação: Markito Alonso. Composição: Anselmo Mancini e Rafael Amaral.

15h – Projeto Muliga
Antes de cantarem e encantarem, o projeto Muliga apresentará ao público o processo de criação de suas máscaras, convidando a todos a participarem de seu show.

16h – Pocket Show com Muliga
Espetáculo itinerante unindo música, dança, teatro e artes visuais, o pocket show apresentado pelo Muliga abre portas e janelas para novas possibilidades que estimulem a capacidade perceptiva dos pequenos por intermédio das artes.

Mostra Mundo Árabe de Cinema
Filme e debate
Dias: 25, 26 e 28
Local: Auditório

Este mês, a BMA recebe a 11ª edição da Mostra Mundo Árabe de Cinema. O evento trará uma seleção de filmes contemporâneos com importante repercussão em festivais internacionais e que abordam temas políticos, sociais e culturais dos países árabes, bem como sua relação com o Brasil e a América Latina. Na presente edição, o cinema palestino continua como um dos destaques. A Mostra, que incluirá sessões de bate-papo com convidados, contemplará também uma janela especial para exibição de filmes do gênero de animação realizados no Mundo Árabe.

Veja a programação da mostra no nosso site: http://bma.art.br/2016/08/15/11a-mostra-mundo-arabe-de-cinema-na-bma/

Círculo Áfricas: contribuição intelectual de pesquisadores e artistas africanos no Brasil
Roda de bate-papo
Dia: 27, sábado, às 11h
Local: Auditório

Criado pelo Núcleo Amanar da Casa das Áfricas, coletivo voltado para a pesquisa, formação e de promoção de atividades culturais e artísticas relacionadas ao continente africano, o projeto tem como objetivo colocar o público interessado no assunto em contato com estudiosos e artistas africanos residentes no Brasil, prioritariamente ligados às universidades e instituições localizadas no Estado de São Paulo, contribuindo na disseminação dessa produção cultural. O tema do encontro deste mês será “Ética, conhecimento e globalização: mobilidade estudantil entre África do Norte e África do Oeste”, apresentado por Abdoul Hadi Savagodo.

Samba na Varanda – História Brasileira
Show
Dia: 27, sábado, às 16h
Local: Terraço

Em agosto, Adriana Moreira e seu cordão canta sambas que homenagearam momentos e personagens importantes da história brasileira, como Tiradentes, Getúlio Vargas, a luta dos quilombos, Lampião, entre outros. O espetáculo “Cantando e contando a História brasileira” revela uma dimensão especial do samba como portador de narrativas que ajudaram a formar a própria sociedade brasileira.

Diário das Quatro Estações
Lançamento
Dia: 27, sábado, às 16h
Local: Terraço

Com palavras de Adriana Aneli, Lunna Guedes, Maria Cininha e Mariana Gouveia “diário das quatro estações” é um livro plural que se divide em quatro, exatamente como as estações do ano. Quatro mulheres, quatro signos e mais de quatro mil palavras. Excepcionalmente, o evento ocorrerá neste sábado junto com o Samba na Varanda.

A.B. – Cenas Paulistanas
Leitura dramática
Dia: 27, sábado, às 20h

Contemplado no Programa de Ação Cultural “Concurso para Bolsa de Incentivo à Criação Literária do Estado de São Paulo – Texto de Dramaturgia”, A.B. Cenas Paulistanas é um exercício de reflexão sobre a identidade paulistana. O projeto nasceu da seguinte pergunta: Como seria a vida dos tipos retratados por Adoniran Barbosa em suas composições se vivessem hoje em dia em São Paulo? A peça faz um recorte da “fisionomia paulistana” na qual pessoas comuns vivem situações poéticas cotidianas de alegria e melancolia.

Intrusa
Debates e festa
Dia: 27, sábado, a partir das 23h30
Local: Auditório

A Intrusa nasce de um desejo de fazer ressoar e de fazer roçar. Fazer ressoar uma palavra impossível de pronunciar: “uma palavra buraco, para esse buraco onde todas as outras palavras teriam sido enterradas. Não seria possível pronunciá-la, mas seria possível fazê-la ressoar” (Marguerite Duras, O deslumbramento). E de fazer roçar aquilo que se pode declinar dessa palavra buraco: o obsceno, a morte, o intruso, a sexualidade, o estrangeiro, o exílio, o deslumbramento, nomes para fazer figurar esse estranho lugar onde nasce a poesia. Vizinha a morada de livros da Mario de Andrade, é na galeria Sete de abril o local escolhido para escavar a Intrusa na cidade. Entre um sex-shop, um xerox, um sebo e um estúdio de fotografia, a Intrusa se abre para fazer roçar e ressoar o estranho ruído dessa cidade polifônica.

23h30 – Repente entre os artistas Guto Lacaz e Antônio Cabral.
24h00 – Debate sobre “Silêncio, Ruído, Vigília e Esquecimento” (curadoria conjunta da Intrusa e Revista Lacuna) Convidados: Sergio Fingerman (o “Silêncio no Museu”), Luiz Armando Bagolin (o “Silêncio na Biblioteca”) e Veronica Stigger (o “Silêncio na Praia”).

Após os debates, a BMA fará uma festa com discotecagem do filósofo Vladimir Safatle.

BMA Instrumental – Zé Godoy
show
Dia: 30, terça-feira, às 20h
Local: Auditório

Zé Godoy traz à BMA a junção de um repertório autoral, composto por músicas dos elogiados trabalhos O piano e casa e Metrópole, com um repertório de música erudita interpretado de maneira bem pessoal, ambos apresentados num show intimista e profundo.