Dicas de Leitura - Nossos Patronos

O mês de janeiro foi o berço de grandes escritores da nossa história, alguns deles, patronos de nossas bibliotecas. Confira um pouco de suas histórias e obras que você pode encontrar nas Bibliotecas Públicas.

Share/BookmarkCompartilhe

Dicas de Ano Novo



Paulo Setúbal nasceu em Tatuí, no interior de São Paulo em 1º de janeiro de 1893. Poeta vinculado à estética parnaziana tematizou em seus versos a vida dos camponeses paulistas.
Publicou também vários romances históricos entre eles A bandeira de Fernão Dias e A marquesa de Santos.


Ricardo Ramos nasceu em 4 de janeiro de 1929 em Alagoas,  filho do grande escritor Graciliano Ramos. Foi professor, jornalista e cronista na cidade de São Paulo.   
Entre os títulos disponíveis nas Bibliotecas estão Bicho, Desculpe a nossa falha, Cidade, Criança, Festa e Humor.


Rubem Braga
nasceu em 12 de janeiro de 1913, no Espírito Santo. Foi jornalista, poeta, escritor modernista. Com Fernando Sabino e Otto Lara Resende, fundou em 1968 a Editora Sabiá, responsável pelo lançamento no Brasil de escritores como Gabriel Garcia Márquez, Pablo Neruda e Jorge Luis Borges.
Várias de suas obras estão disponíveis nas bibliotecas, entre elas Coisas simples do cotidiano, 200 crônicas escolhidas: as melhores de Rubem Braga, A borboleta amarela, A traição das elegantes e As boas coisas da vida.


Charles Perrault
nasceu no dia 12 de janeiro de 1628, em Paris. Escritor e poeta do século XVII, Perrault introduziu um novo gênero literário, o conto de fadas, e ganhou o título de Pai da Literatura Infantil.
Nas Bibliotecas você encontra as famosas histórias A bela adormecida, A gata borralheira, Chapeuzinho Vermelho e Cinderela, além de livros que contém várias partes de sua obra, como Contos de Perrault, de Ruth Rocha.

Euclides da Cunha nasceu no Rio de Janeiro em 20 de janeiro de 1866. Foi escritor, sociólogo, repórter jornalístico, historiador, geógrafo, poeta e engenheiro. Foi convidado a ser correspondente da Guerra de Canudos pelo jornal O Estado de S. Paulo graças a dois artigos que tinha escrito.
Entre as obras disponíveis em nosso acervo estão Os sertões: campanha de Canudos e também a adaptação para histórias em quadrinhos  Campanha de Canudos: episódio de “Os sertões em quadrinhos” e sua obra comentada Euclides da Cunha por Frederico Ozanam Pessoa de Barros.    

Manuel Viriato Corrêa Baima do Lago Filho nasceu em 23 de janeiro de 1884 em Pirapemas, Maranhão.
O escritor inovou ao ensinar História do Brasil de maneira lúdica, utilizando imagens e ilustrações para prender a atenção das crianças. Entre essas obras encontra-se História do Brasil Para Crianças de 1934.
Além de escrever livros para crianças, Viriato Corrêa foi jornalista, dramaturgo, romancista e político, tendo sido o primeiro autor brasileiro de livros infantis a tomar posse na Academia Brasileira de Letras, em 1938.

Rubens Borba Alves de Moraes nasceu em Araraquara, São Paulo, em 23 de janeiro de 1899.
Estudou Biblioteconomia nos Estados Unidos em 1940 fundou o Curso de Biblioteconomia da Escola de Sociologia e Política de São Paulo
É autor do Manual Bibliográfico de Estudos Brasileiros, Livros e bibliotecas do Brasil colonial, O Bibliófilo Aprendiz entre outras obras.


Arnaldo Magalhães de Giácomo
nasceu em 26 de janeiro de 1928 em Ribeirão Preto, São Paulo. Mudou-se para a capital onde se formou em Filosofia. Foi professor de Língua Portuguesa e História do Brasil e também contribuía com textos para jornais locais.
Entre suas obras estão Villa-Lobos: alma sonora do Brasil e Uma política integrada do livro (projeto).


Consulte o nosso catálogo online para saber em quais bibliotecas estes títulos estão disponíveis

Veja também a lista das bibliotecas pelas regiões de São Paulo.