Logo - Cultura

Dicas de Leitura - Homenageados da FLIP

As Dicas de Leitura de julho destacam os cinco últimos autores homenageados pela Festa Literária Internacional de Paraty - FLIP: Lima Barreto, Ana Cristina César, Mário de Andrade, Millôr Fernandes e Graciliano Ramos.

Dicas de leitura – homenageados Flip

A Festa Literária Internacional de Paraty - FLIP é um festival literário que acontece anualmente desde 2003 na cidade fluminense de Paraty. A FLIP é considerada um dos principais festivais literários da América do Sul. Além de palestras, também são realizadas discussões, oficinas literárias e eventos paralelos para crianças e jovens (Flipinha e Flipzona). O sucesso da FLIP se deve, principalmente, ao envolvimento e participação ativa de autores de vários países reconhecidos internacionalmente.  Em cada edição, um autor brasileiro é homenageado afim de preservar e difundir a língua portuguesa e a literatura nacional.

A 15ª edição da Flip acontece entre 26 e 30 de julho homenageando Lima Barreto. Mais informações sobre a festa em http://flip.org.br

Para as dicas de leitura de julho, escolhemos livros de autoria dos cinco últimos homenageados da FLIP: Lima Barreto, Ana Cristina César, Mário de Andrade, Millôr Fernandes e Graciliano Ramos.

Obras de autores homenageados anteriormente na Flip também podem ser encontrados nas bibliotecas públicas:  Carlos Drummond de Andrade (2012), Oswald de Andrade (2011), Gilberto Freyre (2010), Manuel Bandeira (2009), Machado de Assis (2008),  Nelson Rodrigues (2007), Jorge Amado (2006), Clarice Lispector (2005), Guimarães Rosa (2004) e Vinicius de Moraes (2003. 

 Dicas de leitura – homenageados Flip

2017 - Lima Barreto
Triste Fim de Policarpo Quaresma

Sátira aos ideais positivistas e nacionalistas que nortearam a Primeira República, Policarpo Quaresma, motivo de desdém e ironia, é extremamente nacionalista e com uma visão sublime do Brasil, se preocupa em modificar os aspectos  cultural, agrícola e político do país. Na primeira parte do livro, que se passa no Rio de Janeiro, são apresentados os principais personagens da narrativa, depois se concentra nos problemas rurais do país, enquanto na última parte Policarpo, na capital federal, critica ferozmente a República.

2016 - Ana Cristina César
A Teus Pés

Último livro de poesia da Ana Cristina Cesar, que por estar à margem do circuito editorial estabelecido, sua poesia foi denominada poesia marginal. Misturando prosa e poesia, o livro possui poemas fragmentados, com uma linguagem íntima e confessional, que relatam o cotidiano de maneira construtiva e desconstrutiva, retratam com dor e elegância as vivências urbanas e as impressões cotidianas da poeta.
 
2015 -  Mário de Andrade
Amar, Verbo Intransitivo

Sousa Costa contrata Elza, uma suposta professora de Alemão, que passa a morar na casa da família com o objetivo de ensinar alemão para seus filhos, mas a sua verdadeira missão é ensinar a arte de amar para Carlos, filho mais velho da família.
 
2014 - Millôr Fernandes
Pigmaleoa

A concentração imobiliária é o tema usado como pano de fundo para o desenrolar da trama de Ismênia, uma colunista social que se recusa a sair de sua casa, que é a última casa de Copacabana e que está prestes a ser destruída para a construção de um edifício no lugar.
 
2013 - Graciliano Ramos
Caetés

João Valério é um homem introvertido e fantasioso, que se sente seduzido pelos ambientes da burguesia. Maria Luisa, uma mulher ambiciosa e possessiva, é esposa de Adrião, dono da firma comercial em que João Valério trabalha. Os dois acabam tendo um caso amoroso, mas são denunciados por uma carta anônima. Adrião decepcionado comete suicídio. João Valério se sente culpado e arrependido, se afasta de Maria Luisa, mas não resiste ao poder e se torna sócio da firma à custa do amigo morto.
 

Consulte o nosso catálogo online para saber em quais bibliotecas estão disponíveis estes e outros livros. Veja também a lista das bibliotecas pelas regiões de São Paulo.
Veja outras dicas de leitura.

Os temas das dicas de leitura são escolhidos ao acaso,  levando-se em conta o número expressivo de exemplares disponíveis nas bibliotecas.