Dicas de Leitura de Dar Água na Boca

Comer, rezar, amar - Como água para chocolate - Gabriela, cravo e canela - A Maçã no escuro - Malas, memórias e marshmallows - Poesias de dar água na boca - Salada de frutas - Um dragão no piquenique são as dicas de leitura de setembro.


Para alimentar a alma dos leitores com boa literatura, em setembro selecionamos obras de Benedito Leal, Elizabeth Gilbert, Laura Esquivel, Jorge Amado, Clarice Lispector, Fernanda França, Jonas Ribeiro, Marcelo R. L. Oliveira e Ana Maria Machados, cujos títulos trazem referências a doces, frutas ou ao delicioso ato de comer. Prepare seu quitute preferido, escolha um dos livros e divirta-se com as dicas de leitura de dar água na boca!

Comer, rezar, amar – Elizabeth Gilbert
O livro narra a história da própria autora em busca de uma identidade perdida em meio à vida bem sucedida e estável que atingira aos 30 anos de idade. Sentindo-se liberta, Elizabeth desfaz-se de suas coisas e parte em uma viagem pelo mundo e pelo autoconhecimento. Foi adaptado para o cinema em filme de 2008.

Como água para chocolate – Laura Esquivel
Este romance narra a história de Tita desde o seu nascimento em um rancho no norte do México, sua juventude, o amor por Pedro, e a missão de cuidar da dominadora mãe Elena.  A vida de Tita está relacionada aos pratos que afetuosamente prepara. Uma obra para ser apreciada em todos os sentidos.

Gabriela, cravo e canela – Jorge Amado
História do romance entre a jovem e atraente Gabriela e o sírio Nacif, que se encanta pela moça que tem o cheiro do cravo e a cor da canela. Uma narrativa que mistura história, política e romance, analisando a sociedade brasileira do século XX. Além do livro, a história ganhou adaptações para o cinema em 1983 e duas versões para telenovelas com o título de Gabriela.

A Maçã no escuro - Clarice Lispector
Romance que narra a trajetória de um homem, Martim, fugitivo da cena de um crime. Durante a fuga ocorrem diversos pensamentos que remetem ao existencialismo e mesmo à filosofia hindu. O livro ganhou Prêmio Carmem Dolores Barbosa de melhor livro em 1961.

Malas, memórias e marshmallows – Fernanda França
Melissa Moya é uma jovem jornalista que foi demitida de seu primeiro emprego no dia de seu aniversário.  Porém, ao tropeçar em Teodoro Brasil, seu novo vizinho, uma oportunidade dos sonhos se abre, em uma aventura digna de um autêntico mochileiro, investigando cultura, história, pontos turísticos e a gastronomia dos locais mais conhecidos aos mais inexplorados dos Estados Unidos.

Poesias de dar água na boca - Jonas Ribeiro
Na Vila Comilança todo dia tem festança, e Dona fulaninha nem entrou para a cozinha porque não tinha ninguém, só três fantasmas do além, que descobriram com o beijo um baita pedaço de queijo e...  Bom, a gostosura é tanta que, depois de folhear, ou melhor, deliciar-se com este livro de gostinho de salada de fruta, você correrá direto para a escola com água na boca.

Salada de frutas - Marcelo R. L. Oliveira
Essa divertida coletânea de poemas infantis tem como personagens principais as frutas que fazem parte de nossas mesas e de nosso cotidiano. De maneira leve e divertida, as crianças aprendem sobre como identificá-las, escrever seus nomes corretamente e algumas curiosidades sobre esses alimentos que além de deliciosos são altamente nutritivos.

Um dragão no piquenique - Ana Maria Machado e Claudius
A professora Glória organizou um piqenique com a turma; tinha comidas deliciosas, sucos saborosos e até uma rede pra descansar. Na hora de ir embora a professora chamou todos para recolherem o lixo e guardarem os objetos. Ué, cadê a rede? Todos estavam procurando quando, de repente, André se depara com um dragão! O que será que acontece? Só ouvindo a historinha pra saber!


Consulte o nosso catálogo online para saber em quais bibliotecas estão disponíveis estes e outros livros.

Veja também a lista das bibliotecas pelas regiões de São Paulo.