Dicas de Leitura - Dia mundial da Floresta e da Água

Água, represa, racionamento, desperdício, mananciais, florestas, rios, chuva, seca, alagamentos, rodízio são palavras que escutamos com frequência atualmente. O que fazer diante desta situação difícil em que nos encontramos? Veja nossa Dica de Leitura de março!

Em 21 de março comemoramos o dia mundial da floresta e no dia 22 o dia mundial da água. Nas dicas de leitura deste mês, e em tempos de crise do abastecimento de água, aproveitamos para recomendar livros disponíveis nas bibliotecas que refletem sobre a condição da preservação, do desmatamento, da globalização e da poluição em São Paulo, no Brasil e no mundo, e suas consequências em nossa qualidade de vida, bem estar e impactos significativos em nosso ecossistema. Não deixe de conferir o acervo especial da Biblioteca Raul Bopp, temática em meio ambiente, com mais de 500 títulos especializados no assunto.

dicas de leitura Dia mundial da floresta e da água


A globalização da natureza e a natureza da globalização - Carlos Walter Porto-Gonçalves

Neste livro, Carlos Walter investiga como vem se dando o processo de globalização através dos anos, ao mesmo tempo em que investiga os seus efeitos no meio-ambiente, sempre mostrando como devastação e desenvolvimento se entrelaçam no curso da humanidade.

Aquecimento global - Gustavo M. Baptista
Com o subtítulo "Ciência ou religião?" o professor da Universidade de Brasília apresenta um estudo especializado de um dos principais temas de discussão dos últimos anos: o chamado aquecimento global. Acredita-se que, pela emissão descontrolada de gases prejudiciais à atmosfera, o ser humano causou danos irreversíveis no clima global. Baptista vai mais a fundo e tenta demonstrar que essas mudanças fazem parte do próprio ciclo natural do planeta Terra. Um estudo científico detalhado sobre o aquecimento global e sobre as crenças acerca do tema.

Florestas: desmatamento e destruição - Maria Elisa Marcondes Helene
O livro de Maria Elisa Helene trata sobre a exploração que países europeus fizeram dos recursos naturais das terras colonizadas, dentre elas, o Brasil, a fim de aumentar seus impérios e riquezas, chegando muitas vezes a esgotar recursos de determinadas terras. A partir daí, investiga-se as consequências reais dessa prática de séculos para a população e o ecossistema do planeta.

Iara e a poluição das águas - Samuel Murgel Branco
Nessa divertida história infantil, com ilustrações de Weberson Santiago, Iara, personagem de nosso folclore conhecida como a "mãe d'água", se une ao Curupira para ensinar às crianças o perigo da poluição da água e conscientizar sobre a preservação ambiental.

O grito do rio Tietê - Amir dos Santos Piedade
Com ilustrações de Luiz Gesini, o livro de Amir dos Santos Piedade conta a história do Rio Tietê a partir de sua trajetória, em Salesópolis, no interior de São Paulo, até o Paraná. Dentre os principais rios que cortam a cidade de São Paulo e do Brasil, o Tietê, apesar de surgir em nascente límpida e cristalina, chega a São Paulo extremamente poluído e sua água torna-se nociva aos seres vivos.

Poluição das águas - Luiz Roberto Magossi e Paulo Henrique Bonacella
O livro de Magossi e Bonacella apresenta um estudo científico-didático sobre a água e sua importância na biosfera, e em seguida explora as formas em que o homem e a indústria causam a poluição desse recurso tão essencial à nossa existência.

Consulte o nosso catálogo online para saber em quais bibliotecas estão disponíveis estes e outros livros.

Veja também a lista das bibliotecas pelas regiões de São Paulo.

logo SMB