HISTÓRICO DA BIBLIOTECA

Histórico
A Biblioteca Infanto-Juvenil de Vila Prudente foi inaugurada no dia 7 de setembro de 1956 numa cerimônia transmitida pelo rádio diretamente da Biblioteca Municipal, quando foram também inauguradas outras bibliotecas em vários bairros da cidade.

Logo após a inauguração foi criado um jornalzinho intitulado O pequeno jornalista e o Grupo de Teatro Bim, procurando desenvolver a atividade teatral na biblioteca.

Na década de 80 tornaram-se mais intensas as atividades na área de literatura infantil. A Hora do conto e concursos de poesia destacaram-se, com a participação de crianças e jovens moradores do bairro. Outra atividade importante desenvolvida na época era o Domingo na Praça, que consistia em levar para a praça ao lado da biblioteca uma caixa estante com livros, jornais e revistas. Havia varal de poesia, atividades de artes plásticas e brincadeiras infantis. Encerrava-se à tarde com uma apresentação teatral, teatro de fantoches ou música.

Em 1993 a biblioteca realizou uma comemoração muito significativa quando da sua nova denominação para Biblioteca Infanto-Juvenil Ricardo Ramos em homenagem ao escritor alagoano, filho de Graciliano Ramos.

Em janeiro de 2008, pelo Decreto nº 49.172 passou a denominar-se Biblioteca Pública Ricardo Ramos e em dezembro de 2016, pelo Decreto nº 57.528, Biblioteca Pública Municipal Ricardo Ramos.

Datas e Legislação referente a biblioteca
Criação: Lei n.º 3.853 de 18 de março de 1950
Inauguração:7 de setembro de 1956
Denominação: Decreto n.º 33.778 de 29 de outubro de 1993
Alteração de denominação: Decreto nº 49.172, de janeiro de 2008 e Decreto nº 57.528, de 12 de dezembro de 2016

Transferência para subprefeitura: Decreto nº 42.772 de 3 de janeiro de 2003
Criação de SMB: Decreto nº 46.434 de 6 de outubro de 2005
Transferência para SMC: Decreto nº 48.166 de 2 de março de 2007


logo SMB

Ricardo Ramos